O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Ranking 2015: As 20 melhores cidades do mundo para iniciar um empreendimento

Ranking 2015: As 20 melhores cidades do mundo para iniciar um empreendimento

Ranking 2015: As 20 melhores cidades do mundo para iniciar um empreendimento
Ranking 2015: As 20 melhores cidades do mundo para iniciar um empreendimento, Vale do Silício, Califórnia, EUA. © Petr Ocasek, via Flickr.
Vale do Silício, Califórnia, EUA. © Petr Ocasek, via Flickr.

O auge de negócios que o Vale do Silício vive desde os anos 90 deve-se principalmente ao fato de que esta região da baía de San Francisco converteu-se no local sede de diversas empresas de inovação e tecnologia de renome mundial, como a Apple, o Facebook e a Google, dentre tantas outras.

Mas o boom nesse setor foi impulsionado muito antes, em 1890, com a fundação da Universidade de Stanford, onde foram criadas uma série de ferramentas científicas e tecnológicas. Desde então, o Vale do Silício é uma referência internacional para cidades ao redor do mundo que queiram desenvolver novos centros de tecnologia e pesquisa num mesmo território.

Produto disso são as várias cidades ao redor do mundo que têm impulsionado o crescimento tecnológico e o empreendedorismo. De fato, um estudo recente da empresa de tecnologia Compass identificou quais as 20 cidades líderes para se iniciar uma empresa de inovação e tecnologia, com o objetivo de orientar os empreendedores neste tema

Conheça a seguir.

Metodologia

Ranking 2015: The Global Startup Ecosystem, foi elaborado pela empresa norte-americana Compass, a mesma que fez a versão dessa pesquisa em 2012 e que se dedica a avaliar softwares para 34 mil empresas de todo o mundo. Esta edição foi feita juntamente com Crunchbase, uma plataforma que conecta os membros das startups.

O estudo identificou 20 cidades que são líderes mundiais para startups de acordo com cinco indicadores, os quais são atribuídos determinadas percentagens para a medição.

  1. Desempenho (30%): compreende os fundos e as valorizações da empresa.
  2. Financiamento (25%): avaliar o investimanto de capital de risco e o tempo necessário para obter esse capital.
  3. Talento (20%): considera a qualidade, o custo e a disponibilidade do talento técnico.
  4. Alcance no mercado (15%): mede a facilidade para chegar aos clientes nos mercados internacionais.
  5. Experiência inicial (10%): reconhece o êxito das novas empresas dependendo de certos fatores, como se seus fundadores tinham alguma experiência prévia no campo das startups ou se foram assessorados por experts do ramo.

Uma vez selecionados esses indicadores, foram entrevistados 200 empreendedores de 25 países e realizadas 11 mil enquetes em startups de todo o mundo, cruzando informações com bases de dados de empresas estabelecidas em 10 países.

Resultados

Top 20. Fonte: Relatório “The Global Startup Ecosystem Ranking 2015″.
Top 20. Fonte: Relatório “The Global Startup Ecosystem Ranking 2015″.

Como na última edição da lista, feita em 2012, o primeiro lugar foi o Vale do Silício, em San Francisco, reconhecido mundialmente como o berço da inovação e da tecnologia, onde foram fundadas grandes empresas como Apple, Google, Facebook e Hewlett-Packard.

Entre os três primeiros lugares no Top 20, a única cidade que variou em sua localização em relação à última medição foi Nova York, onde apesar de se criar a impressão de que não teve maior importância por ter subido uma posição, teve um grande crescimento .

Na verdade, de acordo com o estudo, somente nos últimos três anos, foram criadas 2.500 empresas de tecnologia, passando a sediar de 7.100 para 9.600 empresas. Além disso, converteu-se na segunda cidade com maiores investimentos em capital de risco e estaria prestes a atingir o seu "equilíbrio financeiro".

No entanto, é importante melhorar a atração de talentos, principalmente engenheiros. Isso ocorre porque quando se compara o processo de recrutamento em Nova York com o Vale do Silício, descobrimos que na primeira cidade é necessário alocar 60% mais tempo para contratar um profissional.

Entre os 20 primeiros lugares, apenas figura uma cidade da América Latina, São Paulo, uma vez que a grande maioria das cidades no Top 20 são americanas (10), e o resto são europeias (5) e asiáticas (4).

No caso de São Paulo, reconhecida na pesquisa como a capital econômica da América Latina, ela destaca-se entre as 20 primeiras cidades por ter o maior índice de crescimento quanto a empresas de inovação e tecnologia, que representam 3,5%. Assim mesmo, obteve maior respaldo pelos projetos desenvolvidos na última década e que são exitosos, entre os quais estão Dafiti, EasyTaxi e Netshoes.

Embora Santiago não esteja presente no Top 20, o estudo destaca-a como uma das três cidades da América Latina, juntamente com Buenos Aires e Cidade do México, que protagonizam um crescimento em torno de empresas de tecnologia na região.

No entanto, em fevereiro desse ano, o site Inc.com, dedicado a inovação, negócios e tecnologia, elegeu a capital chilena entre as cinco cidades alternativas ao Vale do Silício para empreender, o que se reflete no dado em que somente em 2015 registraram-se mais de 2.400 empresas começando negócios em Santiago.

Top 20. Fonte: Relatório “The Global Startup Ecosystem Ranking 2015″.
Top 20. Fonte: Relatório “The Global Startup Ecosystem Ranking 2015″.

O relatório final está disponível neste link.

Este artigo foi publicado originalmente em Plataforma Urbana.

Sobre este autor
Constanza Martínez Gaete
Autor
Cita: Gaete, Constanza Martínez. "Ranking 2015: As 20 melhores cidades do mundo para iniciar um empreendimento" [ Ranking 2015: Las 20 mejores ciudades del mundo para iniciar un emprendimiento] 22 Ago 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/772040/ranking-2015-as-20-melhores-cidades-do-mundo-para-iniciar-um-empreendimento> ISSN 0719-8906