O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Ranking 2015 das 10 cidades mais caras do mundo segundo a UIE

Ranking 2015 das 10 cidades mais caras do mundo segundo a UIE

Ranking 2015 das 10 cidades mais caras do mundo segundo a UIE
Ranking 2015 das 10 cidades mais caras do mundo segundo a UIE, © Cidade de Singapura. © williamcho, via Flickr
© Cidade de Singapura. © williamcho, via Flickr

O custo de vida em 131 cidades de 97 países foi medido pela Unidade de Inteligência Econômica (UIE) da revista britânica The Economist e resultou no ranking do "Custo de Vida no Mundo 2015".

A medição foi realizada a partir de 400 preços de 160 produtos e serviços de Nova Iorque, que estabeleceram um índice base de 100 pontos. Todas as 10 cidades consideradas as mais caras do mundo superaram essa cifra.

Assim, o ranking permite comparar os custos de vida entre as 131 cidades tendo em vista duas finalidades. Por um lado, busca-se que os governos estejam a par das tendências que podem influenciar essa situação e, por outro, as empresas podem calcular as políticas de compensação quando têm que deslocar seus funcionários para algumas das cidades que fizeram parte do ranking.

Quais são as 10 cidades mais caras? Veja a seguir:

As 10 cidades mais caras do mundo segundo a UIE:

10. Seul, Coreia do Sul

© Seul, Coreia do Sul. © sunbeams879, via Flickr.
© Seul, Coreia do Sul. © sunbeams879, via Flickr.

Apesar do ranking eleger as dez cidades mais caras do mundo, Seul e Hong Kong compartilham a 9ª posição com 113 pontos sobre o índice base de 100 pontos.

Na versão passada dessa avaliação, a capital da Coreia do Sul ficou em 15° lugar e em apenas um ano subiu para as 10 mais caras. Há apenas cinco anos Seul estava na 50ª colocação.

O motivo da ascensão é dado pelo custo dos alimentos básicos de uso diário, como por exemplo o preço do quilograma de pão, que atualmente custa US$ 13,91.

9. Hong Kong, China

© Hong Kong, China. © Zanthia, via Flickr.
© Hong Kong, China. © Zanthia, via Flickr.

Apesar de compartilhar com Seul a 9ª colocação, com 113 pontos, há uma diferença notória em alguns produtos que podem ser mais caros ou mais baratos, como ocorre com o preço do pão. Se tomarmos como referência esse produto, em Hong Hong o quilograma do mesmo custa US$ 4,31.

O valor desse produto aumentou pouco mais de um dólar americano nos últimos dez anos em Hong Kong - cidade que em 2003 era a terceira mais cara do mundo nesse mesmo ranking.

8. Copenhague, Dinamarca

© Copenhague, Dinamarca. © Ghita Katz Olsen, via Flickr.
© Copenhague, Dinamarca. © Ghita Katz Olsen, via Flickr.

Em comparação com o ranking de 2014, Copenhague subiu duas colocações, situação explicada pelo fato da zona do Euro ter ficado mais cara em relação aos países vizinhos.

Esse ano, a capital dinamarquesa somou 115 pontos. Como referência um quilograma de pão custa US$ 4,18.

7. Genebra, Suíça

© Ginebra, Suíça. © Nouhailler, via Flickr.
© Ginebra, Suíça. © Nouhailler, via Flickr.

Continuando na sétima posição, mesma da medição anterior, o relatório informa que se considerarmos o câmbio entre o franco suíço e o euro, Genebra poderia estar varias posições acima no ranking.

Em relação ao índice base, Genebra marcou 116 pontos.

6. Melbourne, Austrália

© Melbourne, Austrália. © alandot, via Flickr.
© Melbourne, Austrália. © alandot, via Flickr.

Há aproximadamente dez anos, Melbourne era uma cidade mais barata que Nova Iorque. Contudo, o recente fortalecimento do dólar australiano fez aumentar o custo de vida. Todavia, os preços se mantiveram estáveis em comparação com a última avaliação, na qual a cidade também ficou com a sexta posição.

Por exemplo, ano passado um quilograma de pão custava US$ 4,43, já neste ano o preço caiu para US$ 4,22.

5. Sidney, Austrália

© Sidney, Austrália. © CameliaTWU, via Flickr.
© Sidney, Austrália. © CameliaTWU, via Flickr.

O panorama econômico de Melbourne também se aplica a Sydney, o que explica sua posição estável em relação ao ano passado, quando também ficou em 5° lugar.

4. Zurique, Suíça

© Zurique, Suíça. © nyer82, via Flickr.
© Zurique, Suíça. © nyer82, via Flickr.

De acordo com a UIE, Zurique é a cidade mais cara quanto aos serviços de entretenimento e recreação, fato explicado pela cidade não pertencer à zona do euro, o que eleva o preço de alguns itens e serviços.

3. Oslo, Noruega

© Oslo, Noruega. © Benson Kua, via Flickr.
© Oslo, Noruega. © Benson Kua, via Flickr.

Oslo não apresentou mudanças de posição em relação ao ano anterior, mas teve preços mais altos em relação às cidades de países vizinhos que não pertencem à zona do euro.

Em comparação aos preços de Nova Iorque, que estabeleceram a base de 100 pontos, a capital norueguesa marcou 124 pontos. Nesse sentido, um bom exemplo é o preço do quilograma de pão, que nos últimos dez anos quase duplicou, passando de US$ 3,84 para US$ 6,02.

2. Paris, França

© Paris, França. © Justin in SD, via Flickr.
© Paris, França. © Justin in SD, via Flickr.

Com 26 pontos a mais que o índice base, Paris é considerada a segunda cidade mais cara de 2015, mantendo a posição do ano passado, sendo a única cidade da zona do euro entre as 10 mais caras do mundo.

1. Cidade de Singapura, Singapura

© Cidade de Singapura. © williamcho, via Flickr
© Cidade de Singapura. © williamcho, via Flickr

As dez cidades mais baratas do mundo, segundo o UIE, são:

124. Argel, Argélia
125. Katmandu, Nepal
126. Damasco, Síria
126. Teherã, Irã
128. Nova Deli, Índia
129. Chennai, Índia
130. Bombaim, Índia
130. Caracas, Venezuela
132. Bangalore, Índia.
132. Karachi, Paquistão

Baixe o relatório completo que acompanha o ranking, aqui.

Via Plataforma Urbana.

Sobre este autor
Constanza Martínez Gaete
Autor
Cita: Gaete, Constanza Martínez. "Ranking 2015 das 10 cidades mais caras do mundo segundo a UIE" [Ranking 2015: Las 10 ciudades más caras del mundo según la UIE] 25 Mar 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/764289/ranking-2015-das-10-cidades-mais-caras-do-mundo-segundo-a-uie> ISSN 0719-8906