O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. David Chipperfield inagura exposição na Neue Nationalgalerie em Berlim

David Chipperfield inagura exposição na Neue Nationalgalerie em Berlim

David Chipperfield inagura exposição na Neue Nationalgalerie em Berlim
© Gili Merin
© Gili Merin

Neue Nationalgalerie de Mies van der Rohe, em Berlim, entrou recentemente em uma nova fase com a abertura da intervenção de David Chipperfield - um prólogo ao iminente restauro da obra de Mies que o renomado arquiteto britânico está prestes a realizar. Concluída em 1968, a galeria foi o último projeto de Mies e sua obra prima final; por quase cinquenta anos ninguém ousou tocá-la - até agora. Para marcar esse acontecimento, uma grande instalação site-specific foi criada por Chipperfield numa tentativa de envolver Mies numa experiência espacial (ou talvez um último e apologético tributo ao mestre do século XX) momentos antes de embarcar numa missão que, em última instância, transformará o legado do arquiteto modernista.

© Gili Merin © David von Becker © David von Becker © David von Becker + 13

© David von Becker
© David von Becker

“Ao passo que a arquitetura moderna é frequentemente criticada por esquecer a história e as qualidades inerentes da arquitetura, penso que Mies nunca fez isso. Esse é seu testamento." Comentou Chipperfield numa coletiva de impressa no hall principal da galeria, um esplêndido espaço quadrangular de 2.500m² fechado por vidro e coberto por uma enorme laje metálica apoiada por oito colunas externas, liberando, assim, o interior de qualquer elemento estrutural; a execução perfeita de Mies de uma planta flexível. "Nós imediatamente sentimos que se fizéssemos uma exposição sobre arquitetura na 'Sala Mies', Mies deveria ser o arquiteto pelo qual você começa", continuou Chipperfield. "Você tem que se envolver com a sala, não como um abrigo para a exposição, mas como um palco ou, de algum modo, o protagonista."

David Chipperfield inagura exposição na Neue Nationalgalerie em Berlim, © Gili Merin
© Gili Merin

A instalação, intitulada "Sticks and Stones", é composta por 144 trocos de árvores, cada um com oito metros de altura, perfeitamente alinhados com a grelha estritamente simétrica da cobertura e descendo até o piso escuro e reflexivo de granito. "Penso que é muito interessante como a regularidade da localização das árvores faz a arquitetura", explica Chipperfield. "Não há nada mais complexo ou mais simples que organizar 144 colunas na mais bela sela de Berlim, e esperar para ver o que isso faz, espacialmente (...) vemos diferentes simetrias, diferentes espaços; você cria ambientes e vistas, e de alguma modo é isso que arquitetura é: não é nada mais que o arranjo da estrutura, paredes, fechamentos, vistas, abrigo e material."

Erguendo a cobertura, April 5, 1967. Imagem © Archiv Neue Nationalgalerie, Nationalgalerie, Staatliche Museen zu Berlin
Erguendo a cobertura, April 5, 1967. Imagem © Archiv Neue Nationalgalerie, Nationalgalerie, Staatliche Museen zu Berlin

Explicando seu ato paradoxal de introduzir colunas em um celebrado espaço livre de apoios, Chipperfield diz: "A coluna é um tipo de filha perdida da arquitetura moderna (...) Não precisamos mais de colunas. Pode-se criar um vão de cinquenta metros sem colunas, como nos mostra esse espaço. Colunas costumavam carregar uma linguagem, criar espaço, então, de algum modo, queríamos fazer um tributo às qualidades perdidas da coluna."

Da esquerda para a direita: Gabriele Quandt, Prof. Dr. Michael Eissenhauer, David Chipperfield e Udo Kittelman. Imagem © Gili Merin
Da esquerda para a direita: Gabriele Quandt, Prof. Dr. Michael Eissenhauer, David Chipperfield e Udo Kittelman. Imagem © Gili Merin

O título de duplo sentido da exposição se refere tanto às tradições materiais da arquitetura como ao seu significado: ao remeter ao famoso ditado inglês "Sticks and stones may break my bones, but words will never hurt me" [Paus e pedras podem quebrar meus ossos, mas palavras nunca me machucarão], Chipperfield afirma que o poder inerente da arquitetura está muito além das palavras: "De algum modo [o título] reforça a ideia de qua o físico é mais importante que o escrito e o falado, o que nós, como arquitetos, temos que acreditar."

© David von Becker
© David von Becker

Quando a exposição terminar os troncos serão desmontados e a intervenção real terá início: o restauro completo tanto da galeria como de sua mobília original, além do acréscimo de um vestiário, uma loja e um café.

© Gili Merin
© Gili Merin

Conseguirá Chipperfield cumprir sua missão de restaurar o legado final de Mies sem agredir sua composição e precisão perfeccionista? Numa paráfrase muito oportuna do lema "less is more" [menos é mais] de Mies, Chipperfield conclui:

“Quando tentamos fazer algo a mais, frequentemente fazemos muito menos, e isso é, para mim, o testamento desse edifício. É um edifício falho em muitos aspectos, mas suas qualidades arquitetônicas o protegem. De certa forma, ele nunca funcionou; este ambiente sempre foi um problema. Mas o amamos pelo que ele é, pois ele se encantou, não através de sua narrativa ou funcionalidade, mas porque permaneceu perto do que a arquitetura pode fazer."

A exposição teve início no dia 02 de outubro e permanecerá aberta até 31 de dezembro deste ano.

A Galeria em 1968. Imagem © Archiv Neue Nationalgalerie, Nationalgalerie, Staatliche Museen zu Berlin, foto: Reinhard Friedrich
A Galeria em 1968. Imagem © Archiv Neue Nationalgalerie, Nationalgalerie, Staatliche Museen zu Berlin, foto: Reinhard Friedrich

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Gili Merin
Autor
Cita: Merin, Gili. "David Chipperfield inagura exposição na Neue Nationalgalerie em Berlim" [David Chipperfield's "Sticks and Stones" Toys with Van Der Rohe's Bones in Berlin] 10 Out 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Romullo Baratto) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/734249/david-chipperfields-sticks-and-stones-toys-with-van-der-rohes-bones-in-berlin> ISSN 0719-8906