O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Entrevista com Eduardo Souto de Moura sobre seu mais recente prêmio

Entrevista com Eduardo Souto de Moura sobre seu mais recente prêmio

Entrevista com Eduardo Souto de Moura sobre seu mais recente prêmio
Entrevista com Eduardo Souto de Moura sobre seu mais recente prêmio, Prtizker laureate Eduardo Souto de Moura accepts the Veronica Rudge Green Prize in Urban Design at a ceremony held at the Harvard Graduate School of Design in September. Image © Yusuke Suzuki for Harvard GSD Events
Prtizker laureate Eduardo Souto de Moura accepts the Veronica Rudge Green Prize in Urban Design at a ceremony held at the Harvard Graduate School of Design in September. Image © Yusuke Suzuki for Harvard GSD Events

A equipe ArchDaily teve a oportunidade de falar com o arquiteto português vencedor do Prêmio Pritzker Eduardo Souto de Moura, no momento que (juntamente com a Autoridade do Metrô do Porto) recebeu o Prêmio Veronica Rudge Green de Desenho Urbano na Graduate School of Design da Universidade de Harvard, no início deste mês. Seu projeto para o sistema de metrô da cidade do Porto recebeu grandes elogios do júri, cujo membro Rahul Mehrotra explicou que o projeto "mostra generosidade com a esfera pública, incomum nos projetos de infraestrutura contemporâneos." Após receber o prêmio, o diretor da Porto Metro agradeceu a Souto de Moura por seus esforços nesta "revolução urbana" e citou Porto como um destino onde as pessoas procuram com entusiasmo pela arquitetura de Souto de Moura e seu amigo, o arquiteto Alvaro Siza.

O Prêmio Veronica Rudge Green, em sua 11ª edição, também foi concedido ao Projeto de Integração Urbana Nordeste em Medellín, Colômbia. Uma exposição na Graduate School of Design, em cartaz até 13 de outubro, celebra as ideias, táticas e estratégias destes projetos. 

Souto de Moura passou algum tempo conosco descrevendo os desafios e recompensas de se trabalhar no projeto das 60 novas estações de metrô construídas em apenas 10 anos no sensível tecido urbano da cidade do Porto, Patrimônio Mundial da UNESCO. 

ArchDaily: Qual a sua opinião sobre prêmios de arquitetura?

"Transformative Mobility" Exhibition at the Harvard Graduate School of Design. Image © Justin Knight for Harvard GSD Events
"Transformative Mobility" Exhibition at the Harvard Graduate School of Design. Image © Justin Knight for Harvard GSD Events

Não serei modesto, gosto de dar minha opinião sobre isto porque a profissão está tão difícil que é complicado desempenhar o trabalho com qualidade. Então, quando se é premiado, é como se fosse uma confirmação dos seus esforços. Mas, por outro lado, um projeto não é uma ação individual, mas coletiva.  Quando há um prêmio, a imprensa e as pessoas - os "anônimos" - vão ver o projeto e falam sobre ele, criticam-no. Penso que isso é um incentivo a continuar a profissão. E cada vez é mais difícil.

ArchDaily: Como foi trabalhar em um projeto de escala tão grande como este - um projeto com tantas partes interessadas? Você prefere este tipo de projeto aos menores?

"Transformative Mobility" Exhibition at the Harvard Graduate School of Design. Image © Justin Knight for Harvard GSD Events
"Transformative Mobility" Exhibition at the Harvard Graduate School of Design. Image © Justin Knight for Harvard GSD Events

Eu prefiro os projetos maiores. São mais desafiadores, mas este era um projeto muito complexo e técnico. Não era fácil para um arquiteto impor suas ideias, porque haviam muitos engenheiros e uma parte técnica muito complicada. Além disso, haviam grandes limitações financeiras. A concepção do projeto não envolveu desenho algum; era apenas coordenar para que eu me conquistasse respeito durante o processo. Eles disseram: "Você, como arquiteto, apenas escolherá as cores dos ladrilhos." Aos poucos eles descobriram a importância da arquitetura não como especialista em algo, mas como coordenadora das outras especialidades. Foi uma experiência incrível, pois estávamos trabalhando em 70 km na escala 1:1. Estávamos cortando montanhas, mas fazíamos isso sabendo que estávamos transformando o mundo para melhor, levando infraestrutura para um milhão de pessoas que usam o sistema todos os dias no Porto, para as quais a vida é agora mais fácil - e sendo mais fácil as pessoas são mais felizes. Isto serve de consolação para o trabalho. Este é um projeto que reconheci como uma arte social. Não é uma arte autônoma como a música ou a pintura; é uma arte social. Se é que é uma arte, não estou muito certo disso. Esta é uma discussão a qual sempre retorno. Siza diz que é arte, eu digo que não - eu não sei. Tenho minhas dúvidas.

ArchDaily: Ao fim do processo, você acha que os engenheiros e outros especialistas que trabalharam no projeto começaram a respeitar mais a arquitetura?

"Transformative Mobility" Exhibition at the Harvard Graduate School of Design. Image © Justin Knight for Harvard GSD Events
"Transformative Mobility" Exhibition at the Harvard Graduate School of Design. Image © Justin Knight for Harvard GSD Events

Existe essa ideia de que engenheiros e arquitetos não se dão bem. Isto é um erro, pois não é possível fazer arquitetura sem engenheiros, e o inverso também é verdadeiro. Então, os engenheiros, ao menos na minha abordagem da arquitetura, me ajudam muito - com a simplicidade da estrutura, para que não haja material desnecessário, ou seja, "tirar as gorduras", e os engenheiros sabem fazer isto muito bem. Este é um esforço de simplificação e conquista da inteligência das coisas. Nisto os engenheiros ajudam muito.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Becky Quintal
Autor
Cita: Quintal, Becky. "Entrevista com Eduardo Souto de Moura sobre seu mais recente prêmio" [AD Interviews Eduardo Souto de Moura On His Latest Prize] 24 Set 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/142217/entrevista-com-eduardo-souto-de-moura-sobre-seu-mais-recente-premio> ISSN 0719-8906

Mais entrevistas em nosso Canal de YouTube