1. ArchDaily
  2. Teto Jardim

Teto Jardim: O mais recente de arquitetura e notícia

Os 5 pontos da arquitetura moderna e suas aplicações em projetos contemporâneos

Em 1926, Le Corbusier formula os cinco pontos que se tornariam os fundamentos para a arquitetura moderna. Concretizados em 1929 no emblemático projeto da Villa Savoye, os atributos apresentados por Corbusier — pilotis, planta livre, fachada livre, janelas em fita e terraço jardim — foram muito explorados na produção arquitetônica modernista e até hoje estão presentes nos mais variados projetos de arquitetura contemporâneos.

Os cinco pontos se tornaram uma espécie de diretriz para a “nova arquitetura”, como anunciava Corbusier. Com o passar das décadas, as novas tecnologias, materiais e necessidades da sociedade continuaram e continuam a atualizar aquelas soluções arquitetônicas prenunciadas há quase um século como rumos para uma nova arquitetura.

Unisociesc Bloco H / Metroquadrado. Imagem: © Pablo TeixeiraCasa Torreão / Bloco Arquitetos. Imagem: © Haruo MikamiÁgora Tech Park / Estúdio Módulo. Imagem: © Nelson KonCasa Jardim / Hayhurst and Co. Imagem: © Kilian O'Sulivan+ 41

Casas brasileiras: 12 residências com teto-jardim

Ocupar a cobertura das edificações é um feito milenar, no entanto, apenas com o movimento moderno e os cinco pontos da arquitetura de Le Corbusier é que a "quinta fachada" começou a ser explorada em todo o seu potencial. Pilotis, planta livre, janela em fita e fachada livre elementos estruturais se uniam ao uso da cobertura como jardim para constituir as diretrizes para a nova arquitetura. O modernismo enquanto linguagem universal ruiu, mas permanecem na arquitetura contemporânea vários de seus preceitos.

Clássicos da Arquitetura: Residência do Arquiteto / Jaime Lerner

Sete vigas semi-invertidas idênticas e paralelas determinam a cobertura do edifício. Seção: oito por quarenta centímetros. Distanciamento: oitenta centímetros de eixo a eixo. Desenho: três segmentos retilíneos contínuos. O primeiro, horizontal, apresenta sete metros e cinco centímetros de extensão. O segundo, em aclive, apresenta três metros e sessenta centímetros a um ângulo de sessenta e três graus. E o terceiro, o principal, dezenove metros e quarenta centímetros em declive a um ângulo de dezesseis graus e meio: ângulo próximo ao declive natural do terreno.

Museu Drents / Erick van Egeraat

© J Collingridge

Intercontinental Sanya Resort / WOHA

Casa em Etura / Roberto Ercilla Arquitectura

César San Millán

Casa em Colegiales / Rodrigo Aja Espil

Casa na Serra Norte de Sevilha / Felipe Palomino

Mar de Azinheiras / Ábaton Arquitectura

© Cortesia de Ábaton Arquitectura

Centro de Visitantes - Museu Alésia / Bernard Tschumi Architects

Casa de Veraneio em Skåtøy / Filter Arkitekter AS

Sunset Cabin / Taylor Smyth Architects