O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Sustentabilidade

Sustentabilidade: O mais recente de arquitetura e notícia

Coolest White: Uma pintura para reduzir as ilhas de calor urbano

11:00 - 27 Fevereiro, 2019
Coolest White: Uma pintura para reduzir as ilhas de calor urbano, Cortesia de UNStudio and Monopol Colors
Cortesia de UNStudio and Monopol Colors

O uso crescente de ar-condicionado está fazendo com que muitas cidades batam recordes de consumo de energia durante os tórridos meses de verão. Em países populosos como Índia, China, Indonésia, Brasil e México, grandes centros urbanos funcionam como verdadeiros fornos - onde o calor absorvido pelos edifícios é liberado de volta para o ambiente, aumentando ainda mais a temperatura local. Mais calor lá fora, significa mais ar-condicionado aqui dentro e, portanto, mais consumo de energia e mais gás carbônico na atmosfera.

Foi pensando nesse ciclo vicioso que foi criada uma tinta que protege edifícios e estruturas urbanas da radiação solar excessiva - diminuindo assim o efeito da ilha de calor urbana. A inovação surgiu da parceria do UNStudio, um escritório holandês de arquitetura, e a Monopol Color, empresa suíça especialista em tintas. Os materiais de cor escura que são usados ​​para construir os edifícios são uma das principais causas de acúmulo de calor nas áreas urbanas. Enquanto materiais mais escuros absorvem até 95% dos raios solares e os liberam diretamente de volta à atmosfera, esse valor pode ser reduzido a 25% com uma superfície branca normal. Agora, com tinta inovadora, é possível reduzir a absorção e emissão para 12%.

Madeira descartada torna-se matéria-prima de artista plástica brasileira

16:00 - 26 Fevereiro, 2019
Madeira descartada torna-se matéria-prima de artista plástica brasileira , Apartamento Mira. Projeto Super Limão. Image © Maíra Acayaba
Apartamento Mira. Projeto Super Limão. Image © Maíra Acayaba

O grande volume de entulhos descartados pela construção civil gera sérios problemas às grandes cidades. Um dos materiais mais vistos no descarte ilegal é a madeira. Felizmente, muitos artistas estão reaproveitando este material, ressignificando-os e transformando-os em verdadeiras obras de arte. Entre eles está Fábia Escobar. Conheça mais sobre seu trabalho a seguir.

Aeroporto Internacional de Ruanda estabelece novo recorde de sustentabilidade e eficiência

15:00 - 24 Fevereiro, 2019
Aeroporto Internacional de Ruanda estabelece novo recorde de sustentabilidade e eficiência, © Airport Design Management
© Airport Design Management

Maior projeto público de Ruanda, o Aeroporto Internacional de Bugesera está prestes a se tornar o primeiro edifício verde certificado na região. Altamente eficiência em termos energéticos, a ponto de ser independente da rede pública de fornecimento, o projeto contará com um terminal de passageiros de 30 mil metros quadrados, 22 balcões de check-in, dez portões e seis pontes de embarque. Financiado por uma parceria público-privada, o projeto tem custo estimado em US$ 414 milhões.

Rusticidade contemporânea: 9 projetos que utilizam palha

07:30 - 21 Fevereiro, 2019
Rusticidade contemporânea: 9 projetos que utilizam palha, César Béjar
César Béjar

Assim como a pedra, a madeira e outros materiais naturais, desde os primórdios da história mundial o Homem já utilizava a palha como material construtivo. Contanto, com o advento de novas tecnologias, como é o caso do concreto, e a ideia de Progresso  alavancada com a revolução Industrial e consequentemente, com o surgimento do aço, parte dos materiais anteriormente utilizados perderam força e foram massivamente substituídos por outras tecnologias.

UMAPaz oferece curso gratuito de construção sustentável em São Paulo

07:30 - 20 Fevereiro, 2019
UMAPaz oferece curso gratuito de construção sustentável em São Paulo, Imagem cortesia de CicloVivo
Imagem cortesia de CicloVivo

No mês de abril, a UMAPaz realiza um curso voltado para pessoas que queiram conhecer mais sobre sustentabilidade aplicada a projetos de arquitetura e construção civil, incluindo pequenas reformas. Com abordagem introdutória, busca esclarecer conceitos sobre construções sustentáveis para interessados no tema sem exigir conhecimento prévio.

A atmosfera criada pela iluminação zenital em 20 projetos de arquitetura

11:00 - 13 Fevereiro, 2019
A atmosfera criada pela iluminação zenital em 20 projetos de arquitetura, © Adam Mork
© Adam Mork

Talvez a abertura zenital mais célebre já construída seja o Panteão de Roma, encomendado por Marco Vipsânio Agripa durante o reinado do imperador Augusto (r. 27 a.C.–14 d.C.) e reconstruído por Adriano (r. 117–138) por volta de 126. No ponto mais alto da sua cúpula (neste caso, o óculo) brilha a luz do sol, lançando seus feixes sobre as várias estátuas de divindades planetárias que ocupam os nichos nas paredes. A luz que adentra o espaço simbolizava uma dimensão cósmica, sagrada. A luz natural continua cumprindo esse papel cênico, quando bem utilizada, sobretudo em projetos religiosos.

Caracteriza-se iluminação zenital como a que vem de cima, do céu (zênite). Muito útil para espaços grandes que não possam ser adequadamente iluminadas por janelas, as claraboias são um artifício amplamente usado e que proporcionam uma luz difusa agradável ao espaço. Geralmente toma-se o cuidado que não permitam a entrada do sol, para não aquecer demasiadamente o local e devem ser bem projetadas e construídas para que não sejam pontos de infiltração de água. Veja, abaixo, uma coletânea de projetos que utilizam essa solução:

© Mathias Kestel © Hufton + Crow © Christian Richters © Andrew Lee + 44

Cidades estão crescendo na horizontal e não na vertical: 3 razões por que isso é um problema

07:30 - 13 Fevereiro, 2019
Cidades estão crescendo na horizontal e não na vertical: 3 razões por que isso é um problema, Mumbai, Índia. Foto © Johnny Miller / Unequal Scenes
Mumbai, Índia. Foto © Johnny Miller / Unequal Scenes

Imagine Lagos, na Nigéria, uma cidade de 22 milhões de pessoas. O que uma vez foi uma pequena cidade costeira, há apenas algumas décadas explodiu em uma megacidade dispersa que se estende por mais de 1.170 quilômetros quadrados. O rápido crescimento pressionou os serviços municipais ao máximo: menos de 10% das pessoas vivem em casas conectadas às redes de esgoto; menos de 20% têm acesso à água encanada. Muitas casas estão em favelas ou assentamentos informais na periferia da cidade.

Agora imagine Lagos duas vezes maior.

Soluções bioclimáticas para projetos energeticamente eficientes

21:00 - 6 Fevereiro, 2019
Soluções bioclimáticas para projetos energeticamente eficientes, Hospital Sarah Kubitschek Salvador / João Filgueiras Lima. Imagem © Nelson Kon
Hospital Sarah Kubitschek Salvador / João Filgueiras Lima. Imagem © Nelson Kon

Projetos energeticamente eficientes ganham cada vez mais relevância no combate ao câmbio climático, principalmente quando consideramos o fato de que o setor de edificações é o responsável por mais de 40% de toda a eletricidade consumida no Brasil. Criar um projeto que contemple estratégias bioclimáticas pode ser um desafio, no entanto, indagados pelo questionamento de "como proporcionar menor consumo energético e maior conforto interno ao usuário" o LabEEE/UFSC em conjunto com o governo federal criou uma plataforma gratuita que oferece diversas estratégias passivas de acordo com as características de cada cidade brasileira.

Tekôa: um modo de habitar que integra práticas de permacultura, bioconstrução e produção de alimentos

07:30 - 3 Fevereiro, 2019
Tekôa: um modo de habitar que integra práticas de permacultura, bioconstrução e produção de alimentos, Cortesia de Sem Muros arquitetura integrada
Cortesia de Sem Muros arquitetura integrada

O Tekôa é um espaço dentro do Ekôa Park que busca experimentar soluções através de possibilidades que conectam teoria com prática. Tekôa é um espaço de práticas permaculturais integrativas, baseadas em dois princípios: desenvolver uma ecologia prática e experimentar soluções de baixo impacto ambiental com impacto social positivo, inventando novas formas de habitar, construir abrigo e produzir alimento. O Sem Muros acredita que para uma vida ecologicamente correta e socialmente justa, as pessoas precisam desenvolver autonomia; para isso, as técnicas utilizadas são simples, facilmente replicáveis e apropriadas ao contexto ambiental do território em que o projeto está inserido.

SET Architects projeta complexo educacional em região devastada por terremoto na Itália

19:00 - 29 Janeiro, 2019
SET Architects projeta complexo educacional em região devastada por terremoto na Itália , Cortesia de SET Architects
Cortesia de SET Architects

Dez anos depois de um grande terremoto ter assolado a região central de Abruzzo, na Itália, muitas crianças ainda têm aula em módulos temporários semelhantes a contêineres. Visando melhorar o cotidiano dessas crianças, o projeto do escritório SET Architects para o novo “Complexo Escolar de Sassa” propõe a reconstrução de um lugar para os alunos e a comunidade aprenderem, se reunirem e crescerem. Inspirados na modularidade dos brinquedos de "trepa-trepa", os arquitetos descrevem o projeto como uma metáfora para a "liberdade e agregação social como valores fundamentais para o ensino dinâmico e inovador".

Sassa School Complex / SET Architects. Image Cortesia de SET Architects Sassa School Complex / SET Architects. Image Cortesia de SET Architects Sassa School Complex / SET Architects. Image Cortesia de SET Architects Sassa School Complex / SET Architects. Image Cortesia de SET Architects + 28

Bolonha oferece cerveja e sorvete para quem deixar o carro em casa

07:30 - 28 Janeiro, 2019
Bolonha oferece cerveja e sorvete para quem deixar o carro em casa, Bolonha, Itália. Image © CicloVivo
Bolonha, Itália. Image © CicloVivo

Um dos polos gastronômicos mais importantes da Itália, Bolonha é uma cidade que quer incentivar seus moradores a adotarem a bicicleta, o transporte público ou simplesmente a caminhada como principais meios de locomoção -, deixando o automóvel em casa. Para isso, lançou um programa de benefícios.

Por que o reuso de edifícios existentes pode (e deve) ser o principal foco dos arquitetos

10:00 - 27 Janeiro, 2019
Por que o reuso de edifícios existentes pode (e deve) ser o principal foco dos arquitetos, LocHal / Mecanoo. Image © Ossip van Duivenbode
LocHal / Mecanoo. Image © Ossip van Duivenbode

Certificados e prêmios de sustentabilidade são outorgados todos os dias à novos edifícios que prometem um futuro livre de carbono e impacto zero. Entretanto, a maioria dos esforços que empreendemos para construir edifícios cada vez mais "sustentáveis", acaba no dia de suas inaugurações. O custo energético global da arquitetura tem muito mais a ver com a vida útil de um edifício do que com a sua construção. Embora pareça não haver saída para este atual modelo de sucesso, cabe a nós arquitetos, repensar o significado de arquitetura sustentável nos dias de hoje. Talvez devemos parar de aplaudir e exaltar cegamente os novos edifícios e voltar a nossa atenção para os edifícios que já existem. Este artigo foi originalmente publicado no <em

Durante a primeira conferencia mundial do meio ambiente, realizada na cidade do Rio de Janeiro e chamada de Eco-1992, três alarmantes fatos vieram à tona: a temperatura da Terra está aumentando continuamente; a utilização de combustíveis fósseis é a principal causa deste fenômeno; precisamos, com urgência, adaptar o nosso ambiente construído considerando esta nova realidade. Naquele ano, publiquei um ensaio no Journal of Architectural Education intitulado “Architecture for a Contingent Environment”, sugerindo que arquitetos, naturalistas e preservacionistas deveriam se unir para discutir e enfrentar essa nova realidade.

WRI Brasil lança publicação online gratuita sobre sustentabilidade em Habitação de Interesse Social

15:00 - 25 Janeiro, 2019
WRI Brasil lança publicação online gratuita sobre sustentabilidade em Habitação de Interesse Social, Imagem cortesia de WRI Brasil
Imagem cortesia de WRI Brasil

O WRI Brasil lançou uma publicação online gratuita com informações sobre os benefícios, custos e barreiras da adoção de medidas de sustentabilidade em empreendimentos habitacionais de interesse social. Produzida conjuntamente por Lara Caccia, Henrique Evers, Luana Betti e Camila Schlatter, a pesquisa examina ações e tecnologias simples e de baixo custo relacionadas a redução de consumo de água e energia elétrica nas edificações.

Projetos Urbanos de Infraestrutura Verde - Curso de Extensão Universitária

03:30 - 21 Janeiro, 2019
Projetos Urbanos de Infraestrutura Verde - Curso de Extensão Universitária, Riciane Pombo (Arquiteta e Urbanista). Proposta de Infraestrutura Verde para a Rua Mauá - Bairro da Luz, São Paulo (Coletivo UrbAmbiental, 2018).
Riciane Pombo (Arquiteta e Urbanista). Proposta de Infraestrutura Verde para a Rua Mauá - Bairro da Luz, São Paulo (Coletivo UrbAmbiental, 2018).

São Paulo, assim como outras metrópoles do mundo, enfrenta hoje sérios desafios no manejo de seus recursos hídricos – dentre eles, a poluição das águas urbanas e as inundações – fruto de um acelerado processo de urbanização que, diante de algumas circunstâncias, desconsidera as potencialidades das bases biofísicas de suas paisagens naturais.

É nesse âmbito que a Infraestrutura Verde (IV) apresenta–se como um método de planejamento e projeto da paisagem, capaz de articular a conservação da natureza ao desenvolvimento urbano a partir da criação de uma rede de paisagens multifuncionais que oferecem espaço para a realização das atividades humanas, sem prejuízo

Como um bom projeto urbano pode minimizar os efeitos das mudanças climáticas

16:00 - 19 Janeiro, 2019
Como um bom projeto urbano pode minimizar os efeitos das mudanças climáticas, Hong Kong is one of the most densely populated cities on earth. Image via Shutterstock
Hong Kong is one of the most densely populated cities on earth. Image via Shutterstock

Centros urbanos geralmente acumulam mais calor do que regiões periféricas e menos povoadas, este é um fenômeno climático mais conhecido como ilha de calor urbano (UHI). Embora este não seja um fenômeno recente, o qual vem sendo analisado por décadas, recentes descobertas indicam que a maneira como construímos nossas cidades é um dos principais fatores para o agravamento deste fenômeno histórico. Considerando isso, a descoberta destes novos dados deverá transformar decisivamente a maneira como planejamos e construímos nossas cidades no futuro.

Concurso de Estudantes Kaira Looro: Pavilhão da Paz na África

19:00 - 18 Janeiro, 2019
Concurso de Estudantes Kaira Looro: Pavilhão da Paz na África, Kaira Looro Architecture Competition
Kaira Looro Architecture Competition

PEACE PAVILION em memória das vítimas inocentes da guerra na África

"A paz é um sonho, pode se tornar uma realidade ... mas, para construí-la, devemos ser capazes de sonhar" (Nelson Mandela).

TEMA
Hostilidade intercultural e a exploração de recursos no continente Africano tem engatilhado uma sucessão de conflitos armados que resultaram em milhões de vidas inocentes perdidas e refugiados com a esperança de uma vida melhor em algum lugar. Comunidades aniquiladas. Aldeias e cidades rasgadas no chão. Nações no caos.

Qual o custo ambiental da produção de cimento e o que podemos fazer sobre isso?

10:00 - 15 Janeiro, 2019
Qual o custo ambiental da produção de cimento e o que podemos fazer sobre isso?, Sesc Pompeia / Lina Bo Bardi. Imagem © Fernando Pires
Sesc Pompeia / Lina Bo Bardi. Imagem © Fernando Pires

Por milhares de anos, o concreto tem sido o elemento base da construção civil: o material mais amplamente utilizado ao longo da história da humanidade. No entanto, à medida que os arquitetos e o público em geral tornam-se cada dia mais conscientes à respeito das causas e efeitos das mudanças climáticas, o impacto ambiental causado pela indústria do cimento torna-se uma das principais questões a ser debatida.

Como bem colocado por Lucy Rodgers em um recente artigo para a BBC News, a produção de cimento é responsável por cerca de 8% das emissões globais de CO2. A alarmante notícia, que muitos já sabiam de antemão, foi publicada paralelamente à realização da conferência das mudanças climáticas COP24 da ONU na Polônia. Isso significa que para cumprir os requisitos do Acordo Climático de Paris de 2015, as emissões anuais resultantes da produção de cimento deverão ser reduzidas em 16% até 2030.

Califórnia inicia transição para ônibus totalmente elétricos até 2040

07:30 - 5 Janeiro, 2019
Califórnia inicia transição para ônibus totalmente elétricos até 2040, Cortesia de CicloVivo
Cortesia de CicloVivo

California Air Resources Board, ou simplesmente CARB, é um grupo composto por 16 membros (sendo a maioria nomeados pelo governador), que supervisiona os esforços para controlar a poluição do ar na Califórnia, nos Estados Unidos. Tal grupo aprovou, em dezembro, uma regulamentação inédita nos EUA que estabelece uma meta estadual para que as agências de transporte público façam a transição gradual para frotas de ônibus 100% emissão zero até 2040.