1. ArchDaily
  2. Santiago

Santiago: O mais recente de arquitetura e notícia

Edifício Único / Turner Arquitectos

© Nico Saieh
© Nico Saieh

© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh+ 17

Santiago, Chile
  • Arquitetos: Turner Arquitectos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  5900
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hunter Douglas, Duomo, Tecma

Clássicos da Arquitetura: Unidade Vicinal de Providencia / Carlos Barella Iriarte + Isaac Eskenazi Tchimino

© María González
© María González

Localizado no coração de Providencia, em Santiago do Chile, este conjunto habitacional é um dos muitos projetos produzidos a partir da política estadual de construção de moradias e desenvolvimento de melhoramentos urbanos, impulsionados através do CORVI, após sua criação em 1953 durante o governo de Carlos Ibáñez del Campo.

Encomendado pela Caja de Empleados Particulares nos terrenos da antiga Casa Nacional da Criança, o projeto é concebido sob a ideia de construir um conjunto capaz de consolidar-se como uma peça urbana dentro da cidade, sendo facilmente identificável, e fomentando a integração espacial e coesão social. São princípios que o enquadram e refletem a notável influência arquitetônica do movimento moderno, nas bases projetuais que definiram o futuro do projeto.

© María González© María González© María González© María González+ 13

Conheça os vencedores do concurso Passarelas San Borja, no Chile

O concurso de ideias de arquitetura e paisagismo para passarelas de San Borja e arredores anunciou as propostas vencedoras em um evento realizado na quinta-feira, 6 de setembro, na Sede Nacional do Colégio de Arquitetos do Chile. O principal objetivo do concurso foi reconhecer através de um júri qualificado, representativo e credenciado pelos patrocinadores, as melhores propostas que contribuem para definir os critérios de intervenção e geração de propostas para o bairro de San Borja.

O concurso contou com um total de 86 equipes interdisciplinares cadastradas, das quais foram recebidas corretamente 34 propostas, as quais foram avaliadas por São Paulo. O resultado mostrou um Primeiro, Segundo e Terceiro Lugar, além de três Menções Honrosas. Além disso, uma Menção Vicinal foi dada a dois dos projetos destacados pela Comissão Consultiva de Bairro nos processos de avaliação.

Conheça os projetos premiados abaixo:

Jaime Larraín e Osvaldo Larraín: a fachada como proposta urbana moderna no Chile

© María González
© María González

O escritório chileno Jaime Larraín e Osvaldo Larraín se destaca, entre outras coisas, pelo tratamento compositivo de suas fachadas como elemento único. A dupla tem obras construídas nas cidades de Viña del Mar e Santiago que se identificam pela composição plástica particular das fachadas e pelo cuidado com o modo como seus edifícios impactam na imagem urbana.

Seus projetos lidam com temas como a criação de ritmos, o uso da cor e a repetição como princípios compositivas, sobretudo em propostas urbanísticas que, a partir das considerações anteriores, se destacam em seus edifícios de habitação coletiva.

Clássicos da Arquitetura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro

Localizado em frente ao atual Parque O'Higgins, o conjunto projetado pelo escritório Bresciani Valdés Castillo Huidobro (BVCH) em 1952 é um dos modelos mais importantes de habitação social promovido pelo setor público no Chile, já que se implanta harmoniosamente no tecido urbano, responde adequadamente às diferentes escalas do conjunto - volume e apartamentos -, e acima de tudo, resulta em uma obra entendida e apropriada por aqueles que a habitam.

via Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chilevia Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chilevia Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chilevia Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chile+ 34

22 projetos vencedores do Prix Versailles 2018 na América Central, do Sul e Caribe

No sábado, em Santiago, no Chile, o Comitê do Prix Versailles anunciou os vencedores continentais de seus prêmios anuais celebrando a arquitetura comercial construída.

Dez projetos vencedores na América Central, no Sul e no Caribe e doze na América do Norte foram premiados em quatro categorias: lojas, shoppings, hotéis e restaurantes. Em maio, projetos construídos na África e na Ásia serão premiados em Argel e Pequim. Os vencedores europeus serão anunciados em Paris.

Confira abaixo uma galeria dos projetos vencedores do continente.

Vencedores Continentais da América Central, do Sul e do Caribe:

Intervenção colorida transforma famosa rua de Santiago em passeio lúdico

A construção da Linha 3 do metrô de Santiago, através do centro histórico da capital chilena, implicou no impedimento do trânsito veicular pela rua "Bandera" desde o ano de 2013. Convertido em estacionamento de automóveis desde então, a calçada foi cercada durante um mês para a construção do "Paseo Bandera", um novo e colorido projeto pedonal inaugurado nessa quarta-feira (dia 20) por Felipe Alessandri, prefeito de Santiago e patrocinadores.

O escritório Estudio Victoria — liderado pelo muralista Dasic Fernández (com formação em Arquitetura) e o arquiteto Juan Carlos López — foi encarregado do desenho do "Paseo Bandera", unificando uma calçada de 400 metros lineares em uma colorida faixa de anamorfismos e franjas, numa superfície total de 3.300 metros quadrados.

© María González© María GonzálezEl tramo Sustentabilidad, con el verde clásico de Carlsberg. Image © María González© María González+ 19

Pavilhão pré-fabricado é construído em aço e com paredes perfuradas

Sarovic_Plaut Arquitectos apresentou sua mais recente obra "The Grater". Trata-se de um pavilhão que proporciona acesso ao Bazar ED 2017, uma feira que reúne design, decoração e tendências realizada no mês de novembro no Parque Bicentenario, em Santiago.

O projeto é o ponto principal por onde se entre e onde saem todos os visitantes da feira, pretendendo ser um espaço memorável, carregado de uma atmosfera espacial desde a iluminação até a presença do vento.

Projeto escolhido para depósito de coleções do Museu Nacional de História Natural no Chile

Foi anunciado o resultado do concurso internacional de anteprojetos de arquitetura para o depósito externo de coleções do Museu Nacional de História Natural (MNHN) do Chile. Segundo os organizadores do concurso, o edifício concentrará depósitos, laboratórios e outras salas de processos associados à função científica do Museu, que cumpre com a função de armazenar e disponibilizar para pesquisa a mais extensa coleção de ciências da história natural do Chile.

O projeto será implantado em terrenos da Ciudad Parque Bicentenario (ex aeródromo Los Cerrillos, Santiago) em uma área de cerca de 3,2 hectares entregue em comodato pelo SERVIU Metropolitano para o desenvolvimento dessa iniciativa. O terreno conta com 3 hangares e outros edifícios de interesse a resgatar e valorizar.

Residência FS / Pablo Dikenstein

© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh+ 21

Santiago, Chile
  • Arquitetos: Pablo Dikenstein
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  120
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Acerradero local, Blindex, Melón Hormigones

Um sistema de transporte público é tão bom quanto seu tempo de espera

Utilizar um ônibus da Transantiago é uma experiência esteticamente pouco prazerosa. Se para você a imagem do veículo sujo, amassado, descuidado, como um velho bandoneón cujo fole está a ponto para lançar suas últimas notas (e já o fez, em algumas ocasiões, em pleno percurso) é ruim, para quem o utiliza é ainda pior.

O que deveria ter sido obra de qualquer um das centenas de bons arquitetos existentes no Chile, terminou nas mãos do Maestro Lucho. Ele foi responsável por apagar, com alguns poucos pesos, um dos muitos incêndios do lançamento da Transantiago em fevereiro de 2007. Armado com ferro, malha soldada, pranchas de zinco e pintura verde, fez aparecer, da noite para o dia, algo parecido a uma estação de transporte público onde antes havia uma casinha resignada ou com sorte, uma banquinha protegida por um teto. As construções do Maestro Lucho seriam provisorias, ajudariam a resistir à tempestade e ganhar o tempo necessário para propor soluções definitivas, a altura de um sistema integrado de primeiro mundo (ou quase).

Já se passaram dez anos de provisoriedade.

Museu Oficina / Felipe Pommerenke

© Véronique Huyghe© Véronique Huyghe© Véronique Huyghe© Véronique Huyghe+ 36

Santiago, Chile
  • Arquitetos: Felipe Pommerenke
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  100
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016

Montagem XVI Bienal de Arquitetura / Assadi + Pulido

© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh+ 90

  • Arquitetos: Assadi + Pulido
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  400
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2008
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hunter Douglas, Masisa

Edifício Corporativo Chilexpress / GH+A | Guillermo Hevia

© Guillermo Hevia H© Guillermo Hevia H© Guillermo Hevia H© Guillermo Hevia H+ 20

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  7200
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hunter Douglas, Atika, Glasstech, VIDROPAR

Limarí Lighting Design converte o Templo Baha'í da América do Sul em um excepcional corpo luminoso

Localizado na chamada pré-cordilheira dos Andes a uma altura de 1000 metros sobre o nível do mar, o templo Bahá’í da América do Sul domina grande parte da cidade de Santiago (Chile).

Projetado pelos arquitetos canadenses do Hariri Pontarini architects, o templo é construído em um terreno com 11 hectares de superfície, das quais 6 foram projetadas pelo arquiteto paisagista Juan Grimm.

Devido à sua localização favorecida, o templo oferece aos visitantes uma experiência peculiar que se complementa com a iluminação, com o objetivo de transformar o tempo em um corpo de luz. Limarí Lighting Design compartilha aqui detalhes deste projeto ganhador da premiação Lighting Design Awards 2017 de Londres.

Intercâmbio levará arquitetos e engenheiros para conhecer construções em madeira no Chile

Atualização: O prazo para o pagamento da entrada e confirmação da adesão à viagem foi prorrogado até 17hs do dia 16 de junho (sexta-feira).

WWF-Brasil e Spirale Arquitetura promoverão, entre 3 e 9 de setembro de 2017, um intercâmbio para Santiago, no Chile, com o intuito de difundir técnicas de construção em madeira entre arquitetos e engenheiros brasileiros.

Estão previstos palestras, city tours e visitações a edificações icônicas chilenas e construções em madeira. Serão conhecidas obras como o Centro Cultural Moneda, o Matucana 100, o Centro Nave, o Campus San Joaquín, as Torres Siamesas e o Centro de Inovação da UC. Um dos palestrantes confirmados é Martin Hurtado, arquiteto chileno que utiliza a madeira como protagonista em seus projetos, em estruturas extremamente arrojadas e limpas. Entre suas obras, destacam-se o Greenvic Packing, a Vinícola Almaviva, a Estação Costeira de Pesquisas Marítimas e a Casa Nº 2.

Guia de arquitetura de Santiago: 31 lugares que todo arquiteto deve conhecer

Considerada um dos núcleos urbanos mais povoados da América Latina, a cidade de Santiago, Chile, não só se caracteriza por ser um vale com entorno montanhoso que representa um desafio arquitetônico permanente por conta de seu território sísmico, mas também por abrigar organismos administrativos, comerciais, culturais, financeiros e governamentais, apresentando-se como um bom panorama no momento de encontro social entre seus habitantes e turistas.

Santiago contempla significativos espaços que evidenciam diferentes marcos históricos que, por sua vez, determinam vestígios arquitetônicos modernos, tradicionais e contemporâneos que se destacam por expor sua história e manter de pé a cultura chilena.

A seguir, conheça uma lista de 31 lugares que todo arquiteto deve conhecer e visitar.

Casa C / Delfino Lozano Salcedo

© César Béjar© César Béjar© César Béjar© César Béjar+ 25

Zapopan, México
  • Arquitetos: Delfino Lozano
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  170
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Aceros Ocotlan, Cementos Moctezuma, El Fluxometro, MOOMA Mosaicos