Ampliar imagem | Tamanho original
Este projeto se localiza em um bairro de casas de estilo moderno construídas ao redor dos anos 1960 em Santiago. Trata-se de uma região caracterizada por grandes lotes, árvores antigas e vistas espetaculares ao Cerro Manquehue. A principal ideia do projeto é construir um volume compacto e robusto que permita acomodar a vida de uma família contemporânea, mas que ao mesmo tempo guarde a memória e as características de seu contexto urbano. Para isso foram incorporados ao projeto materiais e proporções espaciais próprias das casas de estilo moderno da região. Concebida como um volume compacto em três pavimentos, essa casa se organiza ao redor de um hall central de pé-direito duplo, uma claraboia que permite a entrada da luz natural e uma escada de madeira escura que conecta verticalmente os três andares. No primeiro pavimento localizam-se todos os espaços comuns, os quais podem ser subdividido pela ação de portas de correr de madeira segundo as diversas necessidades da família. Os dormitórios foram distribuídos no segundo pavimento e têm vistas demarcadas da paisagem, com uma série de painéis metálicos que funcionam como uma pele flexível que fornece privacidade e proteção em relação ao sol. O subsolo é utilizado como espaço de adega, sala de equipamentos, uma "caverna" de vinhos e um dormitório multiuso iluminado por um pátio enterrado de paralelepípedos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar