1. ArchDaily
  2. Paraisópolis

Paraisópolis: O mais recente de arquitetura e notícia

Favela de Paraisópolis em São Paulo ganha horta comunitária

No dia 16 de outubro foi comemorado o Dia Mundial da Alimentação. Em 2020, nesta data, o Instituto Stop Hunger lançou um projeto que inclui uma horta comunitária e ações de capacitação e educação para a comunidade de Paraisópolis, favela localizada na Zona Sul de São Paulo.

O projeto é resultado da parceria com o Instituto Escola do Povo e cria um novo espaço, com aproximadamente 900 m², para cultivo de hortaliças, com o objetivo de educar, capacitar e distribuir as hortaliças aos moradores da comunidade, cadastrados ao projeto, garantindo a eles uma alimentação mais saudável.

Cortesia de CicloVivoCortesia de CicloVivoCortesia de CicloVivoCortesia de CicloVivo+ 5

Fazendinha: de lixão a parque

Fazendinhando é um movimento de transformação física, cultural e social no Jardim Colombo, feito por e para os moradores, por meio da recuperação de espaços públicos e ações de arte e cultura visando a integração da comunidade.

A principal frente do Movimento é a transformação de uma área de 1000m2, a Fazendinha, em um parque. A construção deste espaço se baseia na transformação física do terreno em paralelo a uma programação cultural e artística constante que envolva a comunidade e aqueles que utilizam este espaço.

Criando governanças na cidade informal: o caso do Jardim Colombo

O cenário das cidades brasileiras se alterna em duas realidades marcantes: de um lado temos a cidade formal, onde a lei é vigente, onde o direito à cidade é exercido, onde existem infra-estruturas de qualidade e investimentos públicos e privados. É também a realidade usada como base para a formulação de leis e diretrizes de planejamento urbano, e onde podemos ver a presença do Estado.

Por outro, temos a cidade informal. Aquela que ocupa as periferias e favelas, com uma identidade marcada por blocos cerâmicos e um adensamento descomedido. Nela, o que domina são as autoconstruções, independentes da propriedade do terreno, a ocupação ilegal e a falta de políticas públicas e infra-estruturas básicas. Faltam espaços de lazer, de cultura e áreas verdes.

Parque Sitiê – Morro do Vidigal, RJ, idealizado e realizado por Mauro Quintanilha. Image © Movimento FazendinhandoII Festival de Artes do Jardim Colombo, realizado em jul/2019. Image © Movimento FazendinhandoEquipe Fazendinhando distribuindo marmitas para a comunidade em meio à crise da COVID-19. Image © Movimento FazendinhandoEquipe Fazendinhando. Image © Movimento Fazendinhando+ 11

O que Paraisópolis pode ensinar ao Morumbi

Para a maioria dos moradores de São Paulo, favelas como Paraisópolis são um problema que deve ser enfrentado pela cidade. No entanto, quando se olha o processo de urbanização da cidade mais ao fundo, vemos que, apesar das dificuldades da região, ela tem muito a ensinar aos bairros nobres de São Paulo — como seu vizinho, o Morumbi.

Brincreto, a iniciativa que transformou um terreno vazio em Paraisópolis em um espaço de brincar

Quem durante 2018, às segundas e quintas, passou por um terreno vazio no coração de Paraisópolis, segunda maior comunidade de São Paulo, se deparou com crianças com joelhos polvilhados de terra, brincando com objetos como pneus, barquinhos de papel e gravetos em um sem fim de brincadeiras. Era o projeto Brincreto, iniciativa do Coletivo LUB – Laboratório de Urbano de Brincadeiras.

Paraisópolis ganha horta comunitária com apoio de moradores

Com a missão de estimular a produção sustentável de hortaliças e promover a alimentação saudável, o Instituto STOP Hunger, mantido pelo Grupo Sodexo, lançou na última semana o projeto Horta na Laje, sediado na União dos Moradores da Comunidade de Paraisópolis.

Com o apoio da Associação das Mulheres de Paraisópolis, do Instituto Escola do Povo e da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis, o projeto prevê a formação de jovens e mulheres em técnicas de plantio no vaso, para que possam desenvolvê-las em suas casas, com o objetivo de garantir a autonomia, do empoderamento e da autorrealização e do estímulo à participação ativa na comunidade.

Grotinho de Paraisópolis . Construindo espaços de convívio / Boldarini Arquitetos Associados

Apresentamos a seguir o projeto Grotinho de Paraisópolis . Construindo espaços de convívio - Edificio multi-funcional, de Boldarini Arquitetos Associados, premiado com Destaque na categoria Espaços Públicos no W Award, prêmio que tem o apoio do Ministério da Cultura e do Instituto São Paulo de Arte e Cultura - ISPAC.

Cortesia de Boldarini Arquitetos AssociadosCortesia de Boldarini Arquitetos AssociadosCortesia de Boldarini Arquitetos AssociadosVista parcial do conjunto. Image Cortesia de Boldarini Arquitetos Associados+ 22