1. ArchDaily
  2. Montreal

Montreal: O mais recente de arquitetura e notícia

Acupuntura urbana: requalificando espaços públicos por meio de intervenções locais

A acupuntura urbana é uma tática de design que promove a requalificação urbana em nível local, apoiando a ideia de que as intervenções no espaço público não precisam ser amplas e caras para produzirem um impacto transformador. Como alternativa aos processos convencionais de desenvolvimento, a acupuntura urbana representa um modelo adaptável para a renovação da cidade. Iniciativas altamente focadas e direcionadas ajudam a regenerar espaços negligenciados, ao implantar estratégias urbanas de forma incremental ou consolidar a infraestrutura social de uma cidade.

TULIP – Your place at the table / ADHOC architectes. Imagem © Raphael ThibodeauPraça Superilla de Sant Antoni / Leku Studio. Imagem © Del Rio BaniLevel Up / Brett Mahon, Joonas Parviainen, Saagar Tulshan, Shreyansh Sett. Imagem © Rahul PalaganiPista de Skate / Strelka KB, Strelka Architects, and Snøhetta. Imagem Cortesia de Strelka KB+ 11

Centro Cultural de Notre-Dame-de-Grâce / AFO - Atelier Big City, FSA Architecture Inc e L’OEUF Architects em consórcio

© Ulysse Lemerise B© Ulysse Lemerise B© Jean-Marc Besacier© Jean-Marc Besacier+ 25

Restaurante RYU / Ménard Dworkind architecture & design

Cortesia de  David Dworkind
Cortesia de David Dworkind

Cortesia de  David DworkindCortesia de  David DworkindCortesia de  David DworkindCortesia de  David Dworkind+ 17

Montreal, Canadá
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  120
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, CTL leather, Formica, Hamster, Ramacieri Soligo, +2

Residencial "Le Jardinier" / Adhoc Architects

© Maxime Brouillet© Maxime Brouillet© Maxime Brouillet© Maxime Brouillet+ 19

Montreal, Canadá
  • Arquitetos: Adhoc Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  749
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018

Expansão da Sede da CSN / BGLA + NEUF consortium

© Stéphane Brügger© Stéphane Brügger© Stéphane Brügger© Stéphane Brügger+ 25

  • Arquitetos: BGLA, NEUF consortium
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  11245
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ceragres, Endicott, Kawneer, Panneaux 3D, Tafisa

Residência Bernier-Thibault / Paul Bernier Architecte

© Marc Cramer, Paul Bernier e Vittorio Vieira© Marc Cramer, Paul Bernier e Vittorio Vieira© Marc Cramer, Paul Bernier e Vittorio Vieira© Marc Cramer, Paul Bernier e Vittorio Vieira+ 24

Montreal, Canadá
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  181
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2007
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Alumilex, Birch, Lepage Millwork, MQ, Promodo

Studio Bluecerigo / Alain Carle Architecte

© Adrien Williams© Adrien Williams© Adrien Williams© Adrien Williams+ 11

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  140
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Artemide, Dinesen, HAY

Espace C2 / Sid Lee Architecture

© Adrien Williams© Adrien Williams© Adrien Williams© Adrien Williams+ 19

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1210
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cascade Coil, Davidson & Associés, Les Systèmes Métalliques Dewar, Planchers mirage, Show Canada

Um laboratório de arquitetura: a história das exposições mundiais

Exposição Universal de 1889. Image © wikimedia commons
Exposição Universal de 1889. Image © wikimedia commons

Exposições Mundiais têm sido importantes no avanço da inovação e do discurso arquitetônico. Muitos dos nossos monumentos mais amados foram projetados e construídos especificamente para as feiras mundiais, apenas para permanecerem como objetos icônicos nas cidades que os hospedam. Mas como as Expos já criaram marcos arquitetônicos tão duradouros, e esse ainda é o caso hoje? Ao longo da história, cada nova Expo ofereceu aos arquitetos uma oportunidade de apresentar ideias radicais e usar esses eventos como um laboratório criativo para testar inovações ousadas em tecnologia de projeto e construção. As feiras mundiais inevitavelmente encorajam a concorrência, com todos os países se esforçando para dar o melhor de si a qualquer custo. Essa carta branca permite que os arquitetos evitem muitas das restrições programáticas das comissões diárias e se concentrem em expressar ideias em sua forma mais pura. Muitas obras-primas como o Pavilhão Alemão de Mies van der Rohe (mais conhecido como o Pavilhão de Barcelona), para a Exposição Internacional de Barcelona de 1929 são tão dedicadas à sua abordagem conceitual que só poderiam ser possíveis no contexto de um pavilhão de exposições.

Reunimos algumas das mais importantes Exposições Mundiais da história para observar mais de perto o impacto delas no desenvolvimento arquitetônico.

1964 New York World’s Fair . Image via People for the Pavillion websiteDomo de Buckminster Fuller. Image © Flickr user abdallahhPavilhão Barcelona. Image © Gili MerinKiyonari Kikutake's Landmark Tower+ 19

Montreal quer adotar leis de trânsito diferentes para ciclistas

A medida parte do princípio que não faz sentido algum continuar aplicando as mesmas condições para dois tipos de veículos tão diferentes.

A prefeita Valérie Plante promete melhorias no ciclismo da cidade. E suas ideias estão de total acordo com a Conselheira Marianne Giguère, que é responsável pelo desenvolvimento sustentável e transporte. Para Marianne, de acordo com as atuais leis, a mensagem aos que pedalam é que eles precisam ser tão cautelosos com a bike quanto os que dirigem o carro “mesmo que você [ciclista] seja muito menos perigoso”.

Lemay, Perkins+Will e Bisson Fortin projetarão o sistema de trilhos leves de Montreal

Três empresas de arquitetura premiadas, Lemay, Perkins+Will e Bisson Fortin, projetarão um novo sistema sustentável de 67 km de estações de trem para um dos maiores projetos de transporte público da América do Norte, o Réseau Express Métropolitain (REM) em Montreal. Este sistema de estações de trem será projetado como parte do contrato recentemente ganho pela NouvLR General Partnership e conectará o Aeroporto Internacional Montréal-Trudeau ao centro da cidade, bem como às margens norte e sul da região.

Residência De La Canardière / BOOM TOWN

© Steve Montpetit
© Steve Montpetit

© Steve Montpetit© Steve Montpetit© Steve Montpetit© Steve Montpetit+ 21

Montreal, Canadá
  • Arquitetos: BOOM TOWN
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  334
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Au Courant, Avant-Scène, Batimat, Bianchi, CIOT, +4

Jouney Café / David Dworkind

© David Dworkind© David Dworkind© David Dworkind© David Dworkind+ 25

Montréal, Canadá
  • Arquitetos: David Dworkind
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1750 ft²
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Caesarstone, Escenium HAUS, Ikea, Richelieu

BLACK BOX II / Natalie Dionne Architecture

© Raphaël Thibodeau© Raphaël Thibodeau© Raphaël Thibodeau© Raphaël Thibodeau+ 23

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  197
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Montréal-les-Bains, Sistemalux, Swisspearl

La Géode / ADHOC architectes

© Adrien Williams
© Adrien Williams

© Adrien Williams© Adrien Williams© Adrien Williams© Adrien Williams+ 30

Montreal, Canadá
  • Arquitetos: ADHOC architectes
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  680
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Endicott, Shalwin, Tuile 3R

Concurso Internacional Place des Montréalaises - Montreal, Canadá

A Prefeitura Municipal de Montreal promove o Concurso Internacional multidisciplinar de Arquitetura de Paisagem para a nova Place des Montréalaises, um novo espaço público de alta qualidade projetado junto à estação de metrô Champ-de-Mars, na cidade de Montreal (Québec, Canadá). O objetivo do concurso inclui a requalificação das áreas anexas à Via expressa Ville-Marie, e inclui uma passagem para pedestres reconectando o tecido urbano do centro histórico e suas áreas anteriormente periféricas, os chamados faubourgs, potencializando a rede de espaços públicos de qualidade entre Praça Victoria e Praça Viger, num orçamento total de $34,080,000.

13 Edifícios que resistiram bem à força do tempo

A humanidade sempre aprecia grandes obras de arte que resistem ao passar dos anos. Este mês, por exemplo, completam-se o 50º aniversário do psicodélico Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band dos Beatles e o 20º aniversário do distópico Ok Computer do Radiohead. Estes marcos psicologicamente satisfatórios geraram uma grande apreciação e nostalgia. Da mesma forma, também adoramos elogiar a longevidade da arquitetura. O AIA, por exemplo, concede anualmente um "Prêmio de vinte e cinco anos" para reconhecer projetos que "resistiram ao teste do tempo" e "exemplificam um significado duradouro da arquitetura". Mas reconhecer um projeto por ano parece pouco. Abaixo, portanto, estão 13 clássicos modernos que, embora não tenham sido bem quistos de início, passaram a ser adorados:

© <a href='https://www.flickr.com/photos/leandrociuffo/3665886505'>Flickr user Leandro Neumann Ciuffo</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en'>CC BY 2.0</a>© <a href='https://www.flickr.com/photos/aseles/6149740236'>Flickr user Andrew Seles</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.0/'>CC BY-ND 2.0</a>© <a href='https://www.flickr.com/photos/g_firkser/6233067891'>Flickr user Gavin Firkser</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en'>CC BY 2.0</a>© <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bank-of-china_clean-img-sma.jpg'>Wikimedia user LERA Engineering</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>+ 15

A Bibliothèque du Boisé de Montreal recebe o RAIC Green Building Award 2017

O Royal Architectural Institute of Canada (RAIC) e o Conselho de Construção Verde do Canadá (CGBC) concederam à Bibliothèque du Boisé de Montreal o Prêmio Green Building anual de 2017. Projetado pelo trio do Consórcio Labonté Marcil, Cardinal Hardy e Eric Pelletier architectes, a biblioteca situa-se no bairro Saint-Laurent e recebeu a distinção como exemplo de "edifícios ambientalmente responsáveis e promovendo a saúde e o bem-estar dos usuários".

"A biblioteca oferece uma variedade de espaços lindamente iluminados e acolhedores, maximizando a luz do dia e as vistas e o uso de elementos naturais, como a madeira, para criar um ambiente que contribua para a saúde e o bem-estar", disse o júri. "Sua abordagem para o alto desempenho através de estratégias projetuais globais resultou em uma realização impressionante ".

© Doublespace Photography© YienChaoHR© Doublespace Photography© Doublespace Photography+ 10