Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Medellin

Medellin: O mais recente de arquitetura e notícia

Sergio Fajardo: "A qualidade da educação começa pela dignidade dos espaços"

Os estudantes do TUCO (Taller Urbano Colectivo) 6° Nível FADA PUCE (Quito, Equador), a encargo do arquiteto Hernán Orbea Trávez, entrevistaram Sergio Farjado, prefeito de Medellín entre 2004 e 2007. Reconhecido por sua relação como político com o desenho urbano e arquitetônico, Farjado foi um ator fundamental na transformação da cidade, que por décadas esteve marcada pela violência, a desarticulação social e o narcotráfico.

Hoje, a segunda cidade mais povoada da Colômbia, mostra outro cenário: é uma cidade pujante, empreendedora e visionária, graças à transformação, em todos os âmbitos, impulsionada por Fajardo em sua gestão. A arquitetura foi uma das disciplinas que tornou parte desse projeto político que mudou Medellín, tirou o medo de seus espaços públicos e, pouco a pouco, foi recuperando a esperança e reconstruindo o tecido social.

Em março de 2009, o projeto de desenvolvimento "Medellín, a mais educada", implementado na gestão de fajardo, foi reconhecido pelo prêmio City to City Barcelona FAD, da entidade espanhola Fomento das Artes e do Desenho. No campo educativo, a contribuição arquitetônica foi essencial. Nas palavras do político colombiano: "a qualidade da educação começa pela dignidade dos espaços". 

Todo grande espaço público deve ser adequado às crianças

Jaime Lerner define a acupuntura urbana como uma série de intervenções de pequena escala, altamente focadas, que possuem a capacidade de criar ou iniciar um processo de regeneração de espaços ociosos ou desqualificados.

Mais do que acupuntura urbana, a intervenção na escalonada geografia da Comuna 13 de Medellín foi uma cirurgia de peito aberto, uma ação de grande escala orientada para a mudança física e social daquele que, uma vez, foi um dos bairros mais violentes da cidade mais perigosa do mundo. 

Os guias bilíngues passeiam pelas escadas rolantes que deram fama mundial a intervenção enquanto, em uma das tantas praças remodeladas, uma equipe da CNN grava entrevistas dos locais e forasteiros que visitam um local turístico pouco provável há alguns anos atrás. Um drone sobrevoa a cena, não sabemos se é da polícia onipresente, da CNN ou dos turistas.

Como melhorar as cidades através da cultura: 10 dicas segundo UNESCO

Este artigo, escrito por Svetlana Kondratyeva e traduzido por Olga Baltsatu para a Revista Strelka, investiga os casos mais interessantes do papel da cultura no desenvolvimento urbano sustentável, com base no relatório da UNESCO.

A UNESCO publicou o Relatório Global sobre Cultura para o Desenvolvimento Urbano Sustentável (Global Report on Culture for Sustainable Urban Development) no outono de 2016. Dois eventos da ONU estimularam sua criação: um documento intitulado Transforming our World: the 2030 Agenda for Sustainable Development, que enfatiza dezessete objetivos globais para a futura colaboração internacional, foi assinado em setembro de 2015, em Nova Iorque. Habitat III, a conferência realizada uma vez a cada vinte anos e dedicada à habitação e ao desenvolvimento urbano sustentável, ocorreu no Equador em outubro de 2016. A questão do papel da cultura no desenvolvimento urbano e quais os problemas ela pode resolver, surgiu em ambos os eventos. Para responder, UNESCO resumiu a experiência global e incluiu casos bem sucedidos de paisagismo, políticas culturais, eventos e iniciativas de diferentes cantos do mundo no relatório.

Guia de arquitetura de Medellín: 20 lugares que todo arquiteto deve visitar

Em 2013, Medellín, na Colômbia, foi considerada a cidade mais inovadora do mundo no concurso City of the Year, organizado pelo The Wall Street Journal, competindo com cidades do nível de Nova Iorque e Tel Aviv.

Embora possa parecer improvável, este prêmio não é tão estranho: nos últimos anos, a cidade se converteu em um dos epicentros tecnológicos e intelectuais de maior influência da Colômbia, sem mencionar o importante desenvolvimento urbano que a cidade vem vivendo desde 2010. 

As infraestruturas integradas à mobilidade, juntamente com intervenções de alto impacto social, converteram Medellín no centro de debate sobre o crescimento e desenvolvimento das cidades latino-americanas. 

Em 20 projetos e lugares, contamos um pouco da história de uma cidade que apostou na consolidação urbana através de espaços públicos de qualidade e projetos que fomentaram a gestão cidadã apoiando o desenvolvimento de zonas marginais em um processo de reconstrução social em que a arquitetura desempenhou um papel importante como ferramenta de formulação espacial. 

Imagem © Manuela Bonilla Imagem  © Alejandro Arango Imagem  © Juan Manuel Peláez Freidel Imagem  © Sergio Gómez + 21

8 espaços educativos para crianças na Colômbia

Os espaços educativos para a primeira infância têm se transformado em infraestruturas pedagógicas inovadoras e racionais. A importância dos ambientes destinados a fortalecer a estimulação precoce representam a responsabilidade estética e projetual que abarca a composição destes espaços, sendo a escala o fator determinante na formulação arquitetônica. 

Os seguintes projetos nos apresentam uma reflexão sobre o valor da escala e o encontro sutil dos espaços privados com o vazio aglutinante, resultando em um conjunto pedagógico que realça a importância da formação educativa e a recreação como parte essencial do crescimento. 

Os processos projetuais tomados como modelo de trabalho geram, em diferentes maneiras, múltiplas dinâmicas educativas integradas ao formal como atores fundamentais para a formação acadêmica e o desenvolvimento das capacidades cidadãs na primeira infância. 

A Leroteca / Lacaja Arquitectos. Imagem © Rodrigo Dávila Jardim de Infância El Porvenir / Giancarlo Mazzanti. Imagem © Rodrigo Dávila Pré-Escola para Primeira Infância / Giancarlo Mazzanti. Imagem © Jorge Gamboa A Leroteca / Lacaja Arquitectos. Imagem © Rodrigo Dávila + 41

130 Lixões de Medellín são transformados em jardins públicos

Alguns terrenos de Medellín que não tinham uso definido começaram a ser usados como lixões informais, trazendo consigo doenças e diversos problemas ambientais.

Por esse motivo, foram reconhecidos como pontos críticos da cidade pela Secretaria do Meio Ambiente, que os incluiu em um novo programa de regeneração urbana.

10 projetos de arquitetura leve, modular e adaptável na Colômbia

Os conceitos específicos de leveza, adaptabilidade e modularidade são a essência desta seleção. Os exemplos referenciados incluem todas ou algumas destas características e cada intervenção se destaca através de características particulares, as quais representam um código singular em resposta aos seus contextos: alto impacto social, espaço de construção mínimo, orçamentos reduzidos, trabalho colaborativo com comunidade e intervenções em áreas rurais, são algumas das condicionantes desses projetos.

Com esta recopilação de obras construídas pretende-se evidenciar os alcances e habilidades que dividem os autores quando seu trabalho está centrado em mediações restritivas, fazendo das limitações uma oportunidade para entregar aos habitantes alternativas assertivas além de uma resposta funcional ao programa que abrigam. 

A seguir, apresentaremos uma seleção de projetos que, por suas condições compositivas, estruturais e sociais, representam um grupo de intervenções que diante de contextos geográficos diferentes criam a tensão adequada para transformar um espaço em lugar. 

Pavilhão Desconectado / Plan:b arquitectos. Imagem © Sergio Gómez VIMOB / Colectivo Creativo Arquitectos. Imagem © Felipe Orvi Poliedro Habitável / Manuel Villa Arquitectos. Imagem © Manuel Villa arquitectos Casa do Vento / Arquitectura Expandida. Imagem Cortesia de Arquitectura Expandida + 11

UVA Sol De Oriente / EDU

© Alejandro Arango © Alejandro Arango © Alejandro Arango © Alejandro Arango + 26

Medellín, Colômbia
  • Arquitetos: EDU
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 3719.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2015

A experiência de Medellín na reestruturação e planejamento urbano, com inclusão social e combate à violência

O Arquiteto e Urbanista GUSTAVO RESTREPO explana sobre a experiência em face do Projeto que propiciou a transformação urbana de Medelin (Colômbia), através da modificação característica da comunidade, que saltou da condição de violência para o repensar o Planejamento Urbano. Implantou como profissional da área a mudança de paradigmas, considerando a Arquitetura e Urbanismo.

Cidade de São Paulo recebe prêmio do Mayors Challenge 2016

No marco do Mayors Summit C40 na Cidade do México, Bloomberg Philanthropies divulgou as 5 cidades vencedoras do Mayors Challenge 2016, uma competição que encoraja as cidades da América Latina e do Caribe a criar ideias audaciosas que solucionem desafios urbanos, melhorem a vida nas cidades e tenham potencial para serem implantadas em outros lugares. As soluções propostas pelas 20 cidades finalistas abordaram uma diversidade de temas, incluindo mobilidade urbana, desemprego juvenil, corrupção, manejo de resíduos, saúde pública e inclusão social e econômica para comunidades marginalizadas.

São Paulo recebeu o primeiro prêmio de 5 milhões de dólares da terceira edição do Mayors Challenge após apresentar seu plano para aumentar o rendimento dos agricultores e reduzir a expansão urbana não planejada. Santiago (Chile), Medellin (Colômbia), Guadalajara (México) e Bogotá (Colômbia) foram as outras quatro cidades que ganharam prêmios de $ 1 milhão de dólares cada uma para implementar as suas ideias e gerenciar o seu desenvolvimento.

Mais informações sobre as propostas de São Paulo e as outras 4 cidades vencedoras, a seguir.

Edifício Energy Living / M+ Group

© Vásquez Villegas © Vásquez Villegas © Vásquez Villegas Cortesía de Simón Trujillo + 31

Medellín, Colômbia
  • Arquitetos: M+ Group
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 12114.96
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2015

O edifício que respira: a construção da nova sede da Empresa de Desenvolvimento Urbano (EDU) em Medellin

Salmaan Craig (EngD) está trabalhando com a Empresa de Desenvolvimento Urbano (EDU) de Meddelin no projeto de sua nova sede. É professor da Harvard Graduate School of Design, onde se especializa no projeto térmico e a física dos edifícios e materiais. Foi criado em Londres, mas com mãe colombiana. Nessa colaboração explica os desafios termodinâmicas que existem por trás do projeto, atualmente em construção.

O novo edifício para a sede da EDU vem sendo feito em uma cocriação tripartite entre a empresa pública, o setor privado e Salmaan Craig como consultor independente que voluntariamente aportou seus serviços. EDU pretende consolidar um laboratório de projeto e bioclimática aplicado no novo edifício como um modelo real, onde a empresa Conconcreto entra como sócio desenvolvedor de tecnologia em sua fachada, além de construtora do edifício.

A nova sede da EDU está enquadrada na renovação urbana do centro de Medellin, como um projeto âncora na transformação integral do parque de San Antonio. Projetado e construído sobre um terreno próprio, ali se levanta o edifício literalmente sobre a projeção da antiga sede administrativa da empresa. É um compromisso da empresa por criar edifícios públicos sustentáveis que sejam referências de cidade sob a metodologia de "edifícios que respiram".

© Alejandro Arango Estado de construcción en Abril de 2016. Image Cortesía de EDU Estado de construcción en Abril de 2016. Image Cortesía de EDU Análisis bioclimático. Image Cortesía de EDU + 44

Centro Educativo 'Montecarlo Guillermo Gaviria Correa' / EDU - Empresa de Desenvolvimento Urbano de Medellín

© Alejandro Arango © Alejandro Arango © Alejandro Arango © Alejandro Arango + 29

Medellín, Colômbia
  • Arquitetos: EDU -Empresa de Desarrollo Urbano de Medellín
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 5122.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2012

Casa de Ar & Vidro / López Montoya Arquitectos

© Sergio Gómez © Sergio Gómez © Sergio Gómez © Sergio Gómez + 29

Medellín, Colômbia

Museu Casa de la Memoria / Juan David Botero

© Isaac Ramírez Marín © Isaac Ramírez Marín © Isaac Ramírez Marín © Isaac Ramírez Marín + 44

Medelin, Colômbia
  • Arquitetos: Juan David Botero
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 21000.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2011

Auditório do Colégio La Enseñanza / OPUS + MEJÍA

© Sergio Gómez © Sergio Gómez © Sergio Gómez © Sergio Gómez + 30

Medellín, Colômbia
  • Arquitetos: MEJÍA, OPUS
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 2600.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2013

Palestra “As lições de Bogotá e Medellín: Do caos à referência mundial”

Ministrada por Murilo Cavalcanti, estudioso na área de segurança cidadã e organizador do livro “As lições de Bogotá e Medellín: Do caos à referência mundial”, a palestra homônima visa explicar como essas cidades colombianas venceram a violência e a criminalidade e se tornaram modelos de gestão pública, passando do topo do ranking das cidades mais violentas do mundo à referência em mobilidade, segurança e soluções urbanísticas, devolvendo o espaço público aos cidadãos.

Centro Cívico Plaza de La Libertad / OPUS + Toroposada Arquitectos

© Sergio Gómez © Sergio Gómez © Sergio Gómez © Sergio Gómez + 26