1. ArchDaily
  2. Louise Lemoîne

Louise Lemoîne: O mais recente de arquitetura e notícia

Um passeio em Tóquio: documentário de Beka & Lemoine apresenta a vida de Ryue Nishizawa

Questionando “como o ofício da arquitetura, o ambiente construído e a paisagem cultural em que vivemos afetam a nossa imaginação e compreensão de mundo”, o último documentário de Beka & Lemoine é uma espécie de passeio em companhia de um dos arquitetos japoneses mais famosos da atualidade: Ryue Nishizawa. De carona em seu antigo Alfa Romeo, eles vagueiam pelas ruas de Tóquio. Após receber o mais importante prêmio no festival de cinema DocAviv 2020, o documentário em preto e branco chamado Tokyo Ride estreará, em breve, nos dos principais festivais de cinema de arquitetura da Europa e da América do Norte.

Cortesia de Beka & LemoineCortesia de Beka & LemoineCortesia de Beka & LemoineCortesia de Beka & Lemoine+ 21

Assista ao documentário "The Infinite Happiness" de Bêka & Lemoine sobre o projeto "8 House" do BIG

Por dois dias apenas — entre 2 de dezembro (sexta-feira) e 4 de dezembro (domingo) — você pode assistir ao filme The Infinite Happiness, parte da série Living Architecture produzida por Ila Bêka and Louise Lemoine, exclusivamente no ArchDaily. O documentário, filmado inteiramente no conjunto "8 House", localizado em Copenhague e projetado pelo escritório BIG, acompanha um grupo de moradores e visitantes que experienciam a vida neste projeto habitacional contemporâneo.

Documentário de Bêka & Lemoine sobre o projeto "8 House" do BIG será transmitido exclusivamente no ArchDaily

Os cineastas Ila Bêka e Louise Lemoine, criadores da série de arquitetura Living Architectures, exibirão o documentário The Infinite Happiness - filmado inteiramente no projeto "8 House", concebido pelo BIG em Copenhague, exclusivamente no ArchDaily entre os dias 2 e 4 de dezembro (sexta-feira a domingo).

Marcando o lançamento de dois conjuntos de DVDs que compilam de toda a sua obra (que foi adquirida pelo Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) em 2016) Bêka e Lemoine desenvolveram, ao longo do projeto Living Architectures, filmes sobre e em colaboração com o Barbican de Londres, a Fondazione Prada, a Bienal de Veneza, Frank Gehry, Bjarke Ingels, a cidade de Bordeaux, o Arc en Rêve centre d’architecture, entre outros. Seu objetivo sempre foi "democratizar a linguagem intelectual da crítica arquitetônica. [...] A liberdade de expressão sobre o tema da arquitetura", disse Bêka, "isso não é propriedade exclusiva dos especialistas". Seu primeiro filme, Koolhaas Houselife (2008), incorpora essa visão.

© Bêka & Partners© Bêka & Partners© Bêka & Partners© Bêka & Partners+ 5

30 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 2015

Em 2013 e 2014 apresentamos uma seleção de documentários imperdíveis para arquitetos e este ano não será diferente. No começo de 2015 submergimos novamente no fascinante e distinto mundo dos documentários para coletar uma série de títulos de interesse para os apaixonados pela arquitetura e urbanismo.

Estreias ou clássicos, teóricos ou curiosos, a seleção deste ano apresenta diversos filmes brasileiros, portugueses e internacionais, que abordam conteúdos sobre a habitação, biografias de grandes arquitetos e diversos outros temas como a decadência urbana de Veneza ao se ver consumida pelo turismo, a experiência de um casal que habita a polêmica “8 House”, projetada pelo BIG, e até mesmo um documentário da NatGeo que nos mostra como funciona a impressionante fábrica de Lego.

Em ordem aleatória, apresentamos 30 documentários que devem ser vistos em 2015.

30 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 201530 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 201530 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 201530 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 2015+ 32

Críticas de Arquitetura pelo Povo para o Povo: Os filmes de Ila Bêka e Louise Lemoine

Selecionado como um dos "Game Changers for 2015" pela Metropolis Magazine, Ila Bêka e Louise Lemoine estão alterando a face da arquitetura crítica graças a uma premissa simples: você não precisa ser um especialista para ter uma opinião sobre os edifícios que você vive diariamente. Na seguinte matéria, publicada originalmente pela Metropolis como "Game Changers 2015: Ila Bêka and Louise Lemoine," Veronique Vienne descobre o que é preciso para incutir uma ideia tão simples com pungência e ao mesmo tempo sutil, com sagacidade afiada.

Se as paredes pudessem falar, que histórias elas iriam contar? Não só sobre nós mesmos, mas também sobre os nossos pressupostos culturais, nossas interações sociais e os valores que prezamos mais? Além de obter histórias diretamente das paredes, as cineastas Ila Bêka, 45, e Louise Lemoine, 33, iniciaram conversas com o outro elenco silencioso: as pessoas que varrem as salas, lavam as janelas, corrigem os vazamentos e trocam as lâmpadas.

"Nosso objetivo é democratizar a linguagem erudita da crítica de arquitetura", diz Bêka, uma arquiteta e cineasta formada na Itália e na França. "A liberdade de expressão sobre o tema da arquitetura não é propriedade exclusiva de especialistas."

Quem são os jovens talentos que podem mudar o mundo da arquitetura?

Na quinta edição de "Game Changers", uma especie de pesquisa anual realizada pela Metropolis Magazine, o corpo editorial da revista procurou revelar os visionários que tem o potencial estremecer o mundo do design e da arquitetura. Elencando seis dos "talentos mais visionários" do design, a lista inclui Ila Bêka e Louise Lemoine, a dupla de cineastas cuja série "Living Architectures" vislumbra alguns dos edifícios mais celebrados do mundo; Amy Mielke e Caitlin Gucker-Kanter Taylor, cujo trabalho Water Pore Partnership superou o BIG e o The Living no Holcim Awards América do Norte; e Aggregate, um coletivo de historiadores de arquitetura que está repensando o modo como fazemos a teoria da arquitetura. Para conhecer a lista completa, acesse a página da Metropolis Magazine.