1. ArchDaily
  2. Jean Nouvel

Jean Nouvel: O mais recente de arquitetura e notícia

Louvre Abu Dhabi será inaugurado em novembro deste ano

A administração do Louvre Abu Dhabi, projetado pelos Ateliers Jean Nouvel, marcou a data da grande abertura do museu para o dia 11 de novembro.

As celebrações de abertura acontecerão sob singular cúpula de 180 metros de diâmetro, com uma série de concertos e apresentações planejados para o evento. Composto por aproximadamente 8.000 motivos estrelados, tradicionais da cultura árabe, o padrão de aço filtrará a luz solar, criando uma dramática "chuva de luz" nas paredes e piso do museu.

Exterior do Louvre Abu Dhabi. Image © Mohamed SomjiExterior do Louvre Abu Dhabi e o skyline de Abu Dhabi à noite. Image © Mohamed Somji"Chuva de luz" no Louvre Abu Dhabi. Image © Mohamed SomjiVista para o mar. Image © Mohamed Somji+ 5

Imagens do Louvre Abu Dhabi de Jean Nouvel prestes a ser inaugurado

O tão aguardado Louvre Abu Dhabi, projetado pelos Ateliers Jean Nouvel, está prestes a ser inaugurado e as imagens a seguir mostram o edifício metálico em forma de domo nas fases finais de construção. Iniciada em 2009, a obra do museu está quase completa e há rumores de que a filial do famoso museu parisiense será aberta ao público ainda em novembro deste ano.

Fotógrafo registra a personalidade arquitetônica de marcos urbanos de Paris

© Sebastian Weiss
© Sebastian Weiss

Para Sebastian Weiss, fotógrafo de Hamburgo, os edifícios são dramatis personae ou "personagens". Inspirado pelo livro de Ash Amin e Stephen Graham, The Ordinary City (1997), no qual os autores descreveram a cidade como o "teatro da vida", este ensaio fotográfico de marcos arquitetônicos nas cidades francesas de Arcueil, Nanterre e Paris examina a personalidade de alguns edifícios públicos.

© Sebastian Weiss© Sebastian Weiss© Sebastian Weiss© Sebastian Weiss+ 13

Em foco: Jean Nouvel

"Acho que devemos dar e ter prazer, se possível. O motor de todo o movimento, para mim, é a arquitetura, que faz parte da vida, de cada momento, de cada mês, de cada ano, é um testemunho da vida que passa e desaparece. É energia vital."

6 Projetos que foram renegados por seus arquitetos

Construção é um exercício de frugalidade e compromisso. Para ver seu trabalho realizado, os arquitetos têm que conciliar as demandas dos empreendedores, empreiteiras, clientes, engenheiros - às vezes até mesmo os governos. As concessões resultantes deixam frequentemente os arquitetos com o ego ferido e um resultado arquitetônico que não os satisfaz. Embora esses arquitetos sempre façam o máximo para corrigir quaisquer problemas, algumas disputas são tão vorazes que o arquiteto sente que não têm escolha a não ser abrir mão de seu próprio trabalho. Veja, a seguir, seis exemplos notáveis em que isso aconteceu:

Cortesia de Renzo Piano Building Workshop, Studio Pali Fekete architects, AMPAS© Oskar Da Riz Fotografie© Danica O. Kus© <a href='https://www.flickr.com/photos/18378655@N00/2894726149/'>Flickr de James Cridland</a> Licença <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en'>CC BY 2.0</a>+ 7

Os melhores memes de arquitetura

O mundo da arquitetura pode ser sério e embora o restante do mundo assuma vários estereótipos sobre nós, em nenhum deles temos senso de humor - e talvez essa seriedade explique por que um dos memes mais populares envolvendo arquitetos não é exatamente favorável à profissão. Com isso em mente, compilamos uma série de memes envolvendo nossa profissão e atividades - veja-os a seguir.

9 vezes que arquitetos transformaram o Museu Guggenheim de Frank Lloyd Wright

Projeto Expositivo de Gae Aulenti. Instalação: The Italian Metamorphosis, 1943–1968, Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, 6 de Outubro de 1994 – 22 Janeiro 1995. Foto: David Heald
Projeto Expositivo de Gae Aulenti. Instalação: The Italian Metamorphosis, 1943–1968, Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, 6 de Outubro de 1994 – 22 Janeiro 1995. Foto: David Heald

Este texto foi originalmente publicado em guggenheim.org/blogs sob o título "Nove Exposições do Guggenheim projetadas por Arquitetos" (em tradução livre) e está sendo utilizado com sua permissão.

Projetos de exposições nunca são simples nem diretos, mas isso se torna evidente dentro da arquitetura não convencional do Museu Guggenheim de Frank Lloyd Wright. Pendurar um quadro em uma galeria tradicional de formas cúbicas é literalmente simples, no entanto toda a exposição no Guggenheim é a reinvenção de um dos edifícios mais icônicos e distintivos do mundo. O edifício exige projetos museográficos específicos - paredes divisórias, pedestais, vitrines e bancos são todos fabricados especialmente sob medida para cada exposição. Ao mesmo tempo, estas qualidades do edifício apresentam uma oportunidade para instalações únicas e memoráveis. O projeto aparece simultaneamente em uma micro e macro escala - criando soluções de exposição para trabalhos de arte individuais enquanto produzem contexto e fluxo gerais que representam a visão curatorial para a exposição. É por isso que todos os responsáveis pelas exposições internas mais impressionantes possuem conexão com a arquitetura. Desenvolveram relações íntimas com cada ângulo e curva da rampa ascendente e de suas paredes inclinadas.

Arquivo: O Serpentine Pavilion ao longo dos anos

Com duração de quase duas décadas, a exibição anual do Serpentine Gallery Pavilion tornou-se um dos eventos mais esperados tanto para a comunidade de arquitetos londrinos quanto para comunidade global. Na edição deste ano foi apresentado não apenas um pavilhão, mas quatro "casas de verão" adicionais, evidenciando que programa não mostra ainda nenhum sinal de abrandamento. Cada um dos dezesseis pavilhões anteriores foram instigantes, deixando uma marca indelével e forte mensagem à comunidade arquitetônica. E mesmo todos os pavilhões sendo removidos após suas curtas temporadas de verão para ocupar propriedades privadas distantes, eles continuam sendo compartilhados através de fotografias e em palestras de arquitetura. Com o lançamento do Pavilhão, que ocorreu dia 16 de junho, vamos olhar para trás e relembrar todos os pavilhões anteriores e sua importância para o público arquitetônico.

Serpentine Pavilion 2013. Imagem © Neil MacWilliamsSerpentine Pavilion 2000. Imagem © Hélène BinetSerpentine Pavilion 2006. Imagem © John OffenbachSerpentine Pavilion 2015. Image © Iwan Baan+ 38

Timelapse mostra o Louvre Abu Dhabi sendo cercado pela água do mar

Recentemente, a barreira que separava o Louvre Abu Dhabi das águas do Golpo Pérsico foi removida, criando uma nova harmonia entre o museu e seu contexto natural. O edifício, projetado em 2007 por Jean Nouvel, tem inauguração prevista para o fim deste ano.

Vídeo: 7 arquitetos falam sobre arquitetura global

Fazer arquitetura é ouvir. - Norman Foster 

Peter Zumthor, Jean Nouvel, Norman Foster, Diébédo Francis Kéré e outros três grandes nomes da arquitetura se reúnem neste vídeo do Louisiana Channel para compartilhar seus pensamentos sobre como projetar para diferentes culturas. Para a maior parte deles, compreender o contexto, colaborar com os locais e usar a arquitetura para abordar questões sociais mais amplas são os aspectos que fazem da arquitetura global um sucesso.

Jean Nouvel divulga projeto para a Cidade Matarazzo em São Paulo

O escritório francês Ateliers Jean Nouvel acaba de divulgar seu mais recente projeto: uma torre de vinte e quatro pavimentos localizada próximo à Avenida Paulista, em São Paulo. O arranha-céu, intitulado Torre Rosewood, faz parte do complexo Cidade Matarazzo, idealizado pelo Grupo Allard, e abrigará um hotel e também unidades residenciais.

A proposta de Nouvel, adjacente ao antigo hospital e maternidade Matarazzo - tombados desde 1986 - prevê a "continuidade vertical" da paisagem local, caracterizada por uma vegetação exuberante em meio às edificações históricas. Assim, a torre de mais de cem metros de altura se desenvolve em diferentes níveis, formando terraços e jardins elevados que recebem árvores de pequeno e médio porte.

Light Matters: Muxarabis - trazendo tradição para fachadas dinâmicas

O delicado mashrabiya (muxarabi em português) ofereceu uma proteção eficaz contra a luz solar intensa no Oriente Médio durante vários séculos. No entanto, hoje em dia este elemento tradicional de janela islâmica, com sua treliça característica, é usado para cobrir edifícios inteiros como um ornamento oriental, proporcionando identidade local e um elemento de brise para resfriamento. Na verdade, arquitetos têm transformado esta estrutura vernacular de madeira em sistemas responsivos de luz do dia de alta tecnologia.

Jean Nouvel é um dos principais arquitetos que influenciou fortemente o debate sobre os muxarabis modernos. Seu Institut du Monde Arabe, em Paris, foi apenas o precedente a dois edifícios que ele projetou para o forte sol do Oriente Médio: A torre de Doha, que foi completamente envolvida com uma reinterpretação do muxarabi, e o museu Louvre Abu Dhabi com a sua cúpula luminosa.

Mais sobre muxarabis, a seguir.

BURJ DOHA, Doha, Qatar (2002 – 2012). Arquitetura: Ateliers Jean Nouvel. Imagem © CSCECBURJ DOHA, Doha, Qatar (2002 – 2012). Arquitetura: Ateliers Jean Nouvel. Imagem © CSCECBURJ DOHA, Doha, Qatar (2002 – 2012). Arquitetura: Ateliers Jean Nouvel. Imagem © CSCECLOUVRE ABU DHABI, Abu Dhabi, UAE (2007 – em construção) Arquitetura e imagens. Imagem Cortesia de Ateliers Jean Nouvel, Artefactory, TDIC, Louvre Abu Dhabi+ 28

Filarmônica de Paris pelas lentes de Danica O. Kus

Inaugurada em janeiro deste ano, a Philharmonie de Paris foi projetada por Jean Nouvel, embora este tenha posteriormente se afastado da imagem do projeto. A sala de concertos, um equipamento com capacidade para 2.400 pessoas, busca "inventar um modelo próprio", segundo a página da Filarmônica. A proposta rompe com o bloco das salas de concerto ao criar matematicamente um espaço mais íntimo - "a distância entre o maestro e o espectador mais distante é de apenas 32 metros". O arquiteto trabalhou em conjunto com vários especialistas em acústica para "desenvolver um sistema ousado de balcões em balanço e nuvens flutuantes." Apresentamos aqui o edifício através das lentes da fotógrafa Danica O. Kus. Veja a série completa de fotografias, a seguir.

© Danica O. Kus© Danica O. Kus© Danica O. Kus© Danica O. Kus+ 20

Jean Nouvel recebe aprovação para o projeto "Tours Duo" em Paris

O arquiteto Jean Nouvel recebeu aprovação da prefeitura para construir o projeto "Tours DUO" em Paris. A proposta de uso misto, planejada para ser construída em uma antiga zona industrial na margem esquerda do Rio Sena, pretende se tornar um atrator para grande negócios e um equipamento para o bairro. Suas duas torres abrigarão um hotel de oito pavimentos, espaços corporativos, áreas comerciais, um restaurante-bar na cobertura, jardins e terraços verdes, além de um novo acesso voltado para o Sena.

Jean Nouvel perde o caso contra a Filarmônica de Paris

Jean Nouvel perdeu a batalha judicial para retirar seu nome da recém-inaugurada Philharmonie de Paris. Segundo o jornal The Telegraph, Nouvel afirma que a sala de concertos de £280 milhões foi inaugurada prematuramente e, com isso, partes do edifício foram "sabotadas", sendo assim moralmente injusta a ligação do nome do arquiteto com o edifício.

"A arquitetura é martirizada, os detalhes, sabotados", disse o arquiteto em um editorial do jornal Le Monde, "então, os contribuintes terão que pagar, mais uma vez, para corrigir essas aberrações."

Jean Nouvel recorre a medidas judiciais para se desvincular da Filarmônica de Paris

Após boicotar a prematura inauguração da comentada Filarmônica de Paris, Jean Nouvel levou suas frustrações à Justiça, exigindo que seu nome e imagem sejam afastados de qualquer referência à sala de concertos, construída com investimentos públicos que somaram 390 milhões de euros. O arquiteto francês, que alega ter sido difamado como um "artista mimado" e injustamente culpado pelos custos astronômicos da obra, não quer mais dar declarações sobre o projeto.

Ele pediu ao tribunal uma "ordem de alteração de serviço" devido a 26 aspectos que não estão de acordo com seu projeto original. Entre estes estão os parapeitos, as fachadas, o percurso e a própria sala de concertos para 2.400 espectadores.

Jean Nouvel boicota a inauguração da Filarmônica de Paris dizendo que ela "não está pronta"

A tão aguardada inauguração da Philharmonie de Paris, projetada pelos Ateliers Jean Nouvel, aconteceu recentemente em um evento VIP que contou com a presença do Presidente da França, François Hollande, responsável por oficializar a cerimônia três anos após cronograma previsto. Jean Nouvel, no entanto, não compareceu ao evento. Em vez disso, escreveu um inflamado artigo para o jornal francês Le Monde, dizendo que sente que o edifício foi inaugurado "muito cedo" e que ele "não está pronto." Ele argumenta ainda que "não houve testes acústicos na sala de concerto pois o cronograma não permitiu que as exigências arquitetônicas e técnicas fossem respeitadas, [...] apesar de todos os aviso que venho dando desde 2013."

Feliz Aniversário Jean Nouvel!

"Meus interesses sempre estiveram ligados a uma arquitetura que reflete a modernidade de nossa época, frente à reformulação de referências históricas. Meu trabalho consiste naquilo que se sucede agora: nossas técnicas e materiais, o que somos capazes de fazer hoje".

Com esta frase celebramos o 68º aniversário do grande arquiteto e projetista francês Jean Nouvel. Vencedor do Prêmio Wolf em 2005 e do Pritzker em 2008, este arquiteto criou, durante sua carreira, cada um de seus projetos sem nenhuma ideia pré-concebida, o que resultou em projetos muito diferentes entre si; mas que incorporam, sempre, o interessante jogo de luzes e sombras em seu interior, e se relacionam harmoniosamente com seu entorno.

Mais informações a seguir.

© Ricardo Vidal©  Paris Architecture Website© Ateliers Jean Nouvel. Photograph by Philippe Ruault© Jean Nouvel Ateliers+ 8