Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Buckminster Fuller

Buckminster Fuller: O mais recente de arquitetura e notícia

9 Arquitetos famosos que não possuíam um diploma de arquitetura

Teve a pior banca possível? Falhou nas provas finais? Não se preocupe! Antes de cair em sua cama e chorar até dormir, veja essa lista de nove célebres arquitetos que compartilhem uma característica em comum. Você pode pensar que um diploma de arquitetura brilhante é um requisito para ser um arquiteto de sucesso; por que mais você estaria há tantos anos na escola de arquitetura? Bem, embora o título de "arquiteto" possa ser protegido em muitos países, isso não significa que você não pode projetar arquitetura incrível - como demonstrado por esses nove arquitetos, que jogaram as convenções fora e tomaram a estrada menos percorrida para a fama.

Como funcionam as estruturas geodésicas

Biosfera de Montreal / Buckminster Fuller. Image via Flickr Dan Sorensen
Biosfera de Montreal / Buckminster Fuller. Image via Flickr Dan Sorensen

Dificilmente você passou por seu curso de Arquitetura sem ver ou mesmo ajudar a construir uma geodésica. Tratam-se de estruturas definidas a partir de uma malha composta por uma rede de polígonos – geralmente triângulos em aço, madeira ou bambu – que, tridimensionalizados, conformam espaços. Pela amarração das arestas (barras) e tridmensionalização da peça, este modelo apresenta resistência e leveza estrutural pela distribuição uniforme do peso próprio ao solo. Do ponto de vista técnico-estrutural, esta cúpula é uma estrutura composta por uma série de barras similares, que a partir de triângulos, criam uma superfície semi-esférica. Na complexa composição, a resistência e a leveza são atingidas a partir da distribuição uniforme dos esforços.

Exposição celebra o legado de Buckminster Fuller com cartazes inéditos desenhados pelo arquiteto

via Edward Cella Art and Architecture
via Edward Cella Art and Architecture

R. Buckminster Fuller continua sendo, mesmo 35 anos após sua morte, uma das mentes mais proeminentes da arquitetura. Suas propostas para estruturas, habitação, mapeamento e até mesmo transporte seguem tendo influência nos campos da arquitetura e engenharia hoje, apesar de muitas delas terem sido projetadas há quase um século.

Um laboratório de arquitetura: a história das exposições mundiais

Exposição Universal de 1889. Image © wikimedia commons
Exposição Universal de 1889. Image © wikimedia commons

Exposições Mundiais têm sido importantes no avanço da inovação e do discurso arquitetônico. Muitos dos nossos monumentos mais amados foram projetados e construídos especificamente para as feiras mundiais, apenas para permanecerem como objetos icônicos nas cidades que os hospedam. Mas como as Expos já criaram marcos arquitetônicos tão duradouros, e esse ainda é o caso hoje? Ao longo da história, cada nova Expo ofereceu aos arquitetos uma oportunidade de apresentar ideias radicais e usar esses eventos como um laboratório criativo para testar inovações ousadas em tecnologia de projeto e construção. As feiras mundiais inevitavelmente encorajam a concorrência, com todos os países se esforçando para dar o melhor de si a qualquer custo. Essa carta branca permite que os arquitetos evitem muitas das restrições programáticas das comissões diárias e se concentrem em expressar ideias em sua forma mais pura. Muitas obras-primas como o Pavilhão Alemão de Mies van der Rohe (mais conhecido como o Pavilhão de Barcelona), para a Exposição Internacional de Barcelona de 1929 são tão dedicadas à sua abordagem conceitual que só poderiam ser possíveis no contexto de um pavilhão de exposições.

Reunimos algumas das mais importantes Exposições Mundiais da história para observar mais de perto o impacto delas no desenvolvimento arquitetônico.

1964 New York World’s Fair . Image via People for the Pavillion website Domo de Buckminster Fuller. Image © Flickr user abdallahh Pavilhão Barcelona. Image © Gili Merin Kiyonari Kikutake's Landmark Tower + 19

Estruturas Tensegrity: o que são e o que esperar delas

Buckminster Fuller, por meio de sua extensa pesquisa, invenções e experimentações estruturais, cunhou o termo Tensegrity. Ele diz respeito às “estruturas autotensionadas compostas por estruturas rígidas e cabos, com forças de tração e compressão, que formam um todo integrado” [1]. Em outras palavras, a tensegridade é a propriedade presente por um sistema que se apropria de cabos (tração) e da rigidez de outros elementos (normalmente em aço, madeira ou bambu) capazes de agirem sob os esforços intrínsecos (tração e compressão) conjuntamente e simultaneamente, propiciando maior resistência e estabilidade formal. Trabalham como estruturas biológicas, a exemplo de músculos e ossos, interligados, onde um fortalece o outro.

A história por trás da arquitetura de 7 famosas capas de discos

Imagem <a href='https://www.amazon.com/Physical-Graffiti-Led-Zeppelin/dp/B000002JSN/ref=as_li_qf_sp_asin_il_tl?ie=UTF8&camp=1789&creative=9325&creativeASIN=8831718525&linkCode=as2&tag=arch05-20&linkId=QFBKEXFXIXX7CVQT'>via amazon.com</a>
Imagem via amazon.com

A produção do trabalho criativo geralmente requer um tipo muito particular de espaço - um templo, se você quiser, para realizar com mais precisão o que precisa ser feito. Arquitetos e artistas são cientes de como a vida social e profissional afetam sua prática, e os músicos, é claro, não são diferentes. Talvez seja por isso que lugares e espaços são freqüentemente apresentados em capas de álbuns. A arte de uma capa de álbum é parcialmente publicidade, mas também é muitas vezes um símbolo visual de um período da vida de um músico. A capa de um álbum pode representar a visão de quem entra no estúdio todos os dias, o edifício no qual o álbum foi gravado, a cidade em que o músico cresceu ou uma infinidade de outras conexões mais abstratas. Vamos deixar para que você faça a conexão entre os 7 marcos arquitetônicos apresentados nos discos a seguir e as músicas neles contidas.

Os estranhos hábitos de arquitetos renomados

Os arquitetos famosos são fáceis de admirar ou repudiar quando vistos de longe, mas de perto, hábitos estranhamente humanos muitas vezes vêm à tona. Embora todos nós tenhamos nossas peculiaridades, estes hábitos, vindos de profissionais mundialmente reconhecidos, desvelam seu lado humano que, muitas vezes, não dão nenhum indício de como eles se tornaram figuras tão notáveis no campo da arquitetura. Os seguintes hábitos de vários arquitetos renomados revelam partes do seu processo criativo, momentos de relaxamento ou, simplesmente, partes de sua identidade. Alguns são inspiradores outros surpreendentes, mas todos dão uma pequena visão sobre as qualidades mentais necessárias para se atingir o topo da profissão de arquiteto -  desde um trabalho excepcional até uma pitada de excentricidade (e algumas qualidades ainda mais interessantes) .

Allegra Fuller compartilha as melhores lições que aprendeu com seu pai, Buckminster Fuller

É a relação entre a mente, que Bucky tanto falava, e a experiência que descobri ser a chave que abre sua obra e que também inspirou a minha. 

Como Buckminster Fuller explicou em uma entrevista com Studs Terkel em 1965, a relação com sua filha era muito próxima. Agora, em um ensaio escrito em 1995 e não publicado, a filha de "Bucky", Allegra Fuller Snyder compartilha as melhores lições de seu pai com a Metropolis Magazine e explica como adotou a abordagem de seu pai para aprender e compreender o mundo.

"Car Talk" publica crítica ao carro projetado por Buckminster Fuller

A página Car Talk publicou uma crítica mordaz ao carro de três rodas projetado por Buckminster Fuller, 81 anos após o veículo ter sido lançado. O famoso arquiteto e inventor, mais conhecido por seus domos geodésicos, esperava revolucionar a indústria automobilística com um carro de três rodas e geometria aerodinâmica.

Rara entrevista com Buckminster Fuller sobre a vida geodésica

"Devo reorganizar o ambiente das pessoas para que então um número maior de pessoas possa prosperar", disse Buckminster Fuller nessa rara entrevista sobre a Vida Geodésica com Studs Terkel (gravada em 1965 e 1970). Coma animação de Jennifer Yoo e produzida por Blank and Blank, essa entrevista foi lançada como o primeiro episódio da série "The Experimenters", que apresentará raras entrevistas com Fuller, Jane Goodall e Richard Feynman sobre ciência, tecnologia e inovação.

Projeto Helicoide: o resgate da grande utopia inacabada do movimento moderno venezuelano

Apesar de não ter sido concluído, "El Helicoide" de Caracas é uma das relíquias mais expressivas do movimento moderno venezuelano. Com 73.000m², o projeto - de Jorge Romero Gutiérrez, Pedro Neuberger e Dirk Bornhorst - remodela a colina conhecida como "Roca Tarpeya" através de um edifício em dupla espiral - concebido para abrigar 320 estabelecimentos comerciais, um hotel 5 estrelas, escritórios, um parque infantil, um estúdio de televisão e um espaço para apresentações musicais e convenções - coroado por uma grande cúpula geodésica projetada por Buckminster Fuller.

Hoje, o Projeto Helicoide busca resgatar seu valor arquitetônico, sua história e sua memória urbana através de uma série de exposições, publicações e atividades pedagógicas. Mais detalhes sobra essa iniciativa, a seguir.

Comer, pensar e projetar: a rotina dos mais renomados arquitetos

Seja quem for, faça o que faça, viva onde viva e ganhe o quanto ganhe, todos dividimos algo: nossos dias duram 24 horas. Ainda que nos pareça que alguns são capazes de fazer praticamente todo o imaginável na mesma porção de horas que nós, cada personagem inspirador da Humanidade modelou sua própria rotina diária. Alguns mais saudáveis que outros, mas esse já seria outro tema. Então, como gastam suas 24 horas diárias? Existe algo que devemos aprender deles? O quanto suas rotinas se diferem das nossas?

O livro Daily Rituals do escritor estadunidense Mason Currey, e dono do blog Daily Routines, expõe as rotinas das grandes mentes da nossa sociedade: desde as leituras madrugadoras de Peter Eisenman à erradicação do descanso noturno de Buckminster Fuller, passando pelas manhãs de pintura de Le Corbusier e pelos esporádicos cochilos de Frank Lloyd Wright.

Revise a rotina dos principais arquitetos ao redor do mundo, a seguir.

Cinema e Arquitetura: "O Choque do Novo: Problemas na Utopia"

Nesta sexta, Cinema e Arquitetura retorna a 1991, ano no qual o escritor e crítico de arte australiano Robert Hughes lançou seu livro "O Choque do Novo". Entre os oito ensaios que compõem o livro, nos deparamos com "Problemas na Utopia", texto que inspirou o interessante documentário que hoje apresentamos.

Pensamento Panorâmico / Buckminster Fuller

Disciplina Pensante

Eu irei revisar dois ou três modos em que me disciplinei em tentar pensar de uma maneira mais adequada sobre o que nós sabemos do nosso Universo e o que pode estar acontecendo, e em tentar ter as coisas um pouco mais proporcionadas. Nessa instância, eu gostaria de mostrar uma imagem da nossa galáxia Via Láctea.

Restauro do Domo "Fly's Eye" de Buckminster Fuller

O conhecido historiador e preservacionista de arquitetura Robert Rubin adquiriu o maior dos domos "Fly's Eye" de Buckminster Fuller e planeja reabri-lo ao público neste verão pela primeira vez nos últimos 30 anos.

Organização que promove o padrão sustentável mínimo para edifícios ganha o Premio Buckminster Fuller 2012