Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais
  1. ArchDaily
  2. Barclay & Crousse

Barclay & Crousse: O mais recente de arquitetura e notícia

“A realidade é que temos que seguir remando”: conversa com Sandra Barclay e Jean Pierre Crousse

O curso de pós-graduação da Escola da Cidade - Geografia, Cidade e Arquitetura recebeu o arquiteto Jean Pierre Crousse e a arquiteta Sandra Barclay para uma série de aulas. Na ocasião, foi realizada uma entrevista com os sócios do escritório Barclay & Crousse Architecture, vencedores de prêmios como o Obra do Ano do ArchDaily em Espanhol (2019), a XVIII Bienal de Arqutiectura del Perú (2018), Prêmio Oscar Niemeyer (2016), entre outros.

Cultura em construção: arquitetura reformulando a tradição no Peru

O Peru conta com um grande número de projetos de espaços culturais. Fortemente vinculados à geografia distinta do país, os novos projetos reinterpretam as técnicas de construção do passado. Inspirando-se nas paisagens vernaculares e variadas, esses edifícios contemporâneos surgem de longas tradições enraizadas em culturas e civilizações antigas.

© Aitor Ortiz© Iwan Baan Cortesia de ETH Zurich + PUCP© Cristobal Palma, Estudio Palma+ 20

Edificio E, de Barclay & Crousse, vence o Prêmio Mies Crown Hall das Américas 2018

O Edificio E da Barclay & Crousse Architecture, na Universidade de Piura, Peru, foi anunciado como o vencedor do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize (MCHAP), reconhecendo as mais notáveis obras arquitetônicas construídas nos continentes norte e sul-americano.

O projeto foi selecionado de uma lista de seis finalistas, juntando-se à Grace Farms do SANAA, à Fundação Iberê Camargo de Alvaro Siza e ao 1111 Lincoln Road da Herzog & de Meuron como vencedores do prêmio altamente considerado que foi estabelecido em 2003.

© Cristobal Palma© Cristobal Palma© Cristobal Palma© Cristobal Palma+ 12

IMS Paulista e Sesc 24 de Maio são finalistas do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize

O diretor Dirk Denison e o presidente do júri do MCHAP de 2018, Ricky Burdett, anunciaram os seis finalistas da edição de 2018 do Mies Crown Hall America Prize. Selecionados de uma lista de 31 projetos, esses projetos concorrerão ao prêmio principal que será anunciado em outubro. Os autores do prêmio vencedor receberão US$ 50.000 para financiar pesquisas e uma publicação, além de serem reconhecidos como Presidentes Honorários da MCHAP na Faculdade de Arquitetura do IIT.

A seguir, conheça os seis edifícios finalistas - entre eles estão dois projetos brasileiros, o IMS Paulista, realizado por Andrade Morettin Arquitetos Associados, e o Sesc 24 de Maio, realizado por Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos. Todos foram concluídos entre janeiro de 2016 e dezembro de 2017. Os textos descritivos, fornecidos pelo júri do MCHAP, celebram os méritos de cada projeto.

Arquitetas sul-americanas Sandra Barclay e Gloria Cabral recebem o Prêmio Women in Architecture 2018

Duas arquitetas sul-americanas foram selecionadas como vencedoras dos prêmios The Architectural Review e The Architects 'Journal's 2018 Women in Architecture. O primeiro prêmio deste ano, Arquiteta do Ano, foi entregue à peruana Sandra Barclay, enquanto a arquiteta paraguaia Gloria Cabral foi selecionada como vencedora do Prêmio Moira Gemmill para Arquitetura Emergente, sendo ambas reconhecidas pelo júri pelo seu domínio de materiais.

23 Exemplos de museus impressionantes no mundo

Projetar um museu é sempre um desafio arquitetônico emocionante. Os museus muitas vezes vêm com suas próprias necessidades e limitações - desde museus de arte que precisam de espaços especializados para preservar as obras, até enormes coleções que requerem um extenso espaço de arquivos. Em homenagem ao Dia Internacional dos Museus, selecionamos 23 museus emblemáticos que fazem parte de nossa base de dados, com cada editor do ArchDaily explicando o que torna esses edifícios tão impressionantes.

Jean Pierre Crousse comenta detalhes do Pavilhão do Peru na Bienal de Veneza 2016

Em dezembro de 2015, Jean Pierre Crousse foi selecionado -- juntamente com Sandra Barclay -- curador do Pavilhão do Peru na próxima Bienal de Arquitetura de Veneza, assumindo o desafio de compartilhar com o resto do mundo as experiências arquitetônicas que estão se ocupando das problemáticas urbanas e sociais mais urgentes em seu país.

Na exposição internacional, que acontecerá entre os dias 28 de maio e 27 de novembro deste ano, a dupla de curadores apresentará em detalhe o Plan Selva, um projeto de escolas modulares que se torna relevante por ser a primeira vez em 50 anos que o espaço confia à arquitetura um papel importante na mudança das condições sociais do país. 

No Peru, a amazônia sempre foi nossa fronteira geográfica, física e mental. O habitante peruano médio, que é ocidental, viu a amazônia a partir de um ponto de vista domesticador, como um território a ser conquistado. O que estamos tentando mostrar é que esta fronteira está mudando. (...) Estas escolas estão criando os primeiros espaços onde este encontro de dois mundo poderá ocorrer.

Nesta entrevista, Jean Pierre Crousse nos conta como os arquitetos peruanos estão paulatinamente ampliando seu âmbito de ação para assumir estes desafios, além de mostrar detalhes exclusivos do pavilhão que representará o Peru na próxima Bienal de Veneza.

Para saber como será a exposição peruana, veja a galeria de imagens a seguir.

Jean Pierre Crousse e Sandra Barclay serão os curadores do Pavilhão do Peru na Bienal de Veneza

Após a apresentação das 10 propostas finalistas no dia 16 de dezembro, a diretoria do concurso curatorial para o Pavilhão do Paru na Bienal de Arquitetura de Veneza 2016 anunciou como vencedor a proposta "A Thousand Schools Sent to the Amazon Frontline", dos arquitetos Jean Pierre Crousse e Sandra Barclay.