1. ArchDaily
  2. Bamboo U

Bamboo U: O mais recente de arquitetura e notícia

Arquitetura flexível: uma tenda retrátil em bambu que pode ser facilmente transportada

Tradição e inovação. Esses são as duas palavras que movem as oficinas Bamboo U. Após o estudo de antigas tendas (yurts) da Mongólia, os participantes do Bamboo U, um curso de design e construção em Bali, repetiram a ideia em uma estrutura de bambu que pudesse ser dobrada como um guarda-chuva e pudesse ser instalada em um instante. Sob a orientação do mestre construtor alemão Jörg Stamm, os alunos construíram o primeiro protótipo de tenda retrátil em Bali durante a última edição do Bamboo U em abril.

Conheça o incrível bambu preto

Como material de construção, o bambu é resistente, versátil, cresce rapidamente e é imensamente amigável com seu próprio ecossistema e seu entorno agro-florestal. Além disso, apresenta um grande número de espécies que fornecem diferentes diâmetros e alturas. Mas existem também variações marcadas em sua tonalidade?

Costumamos nos impressionar com o trabalho de arquitetos, construtores e artesãos que usam o "bambu loiro", que transita entre tons amarelos e castanhos. Essas espécies são abundantes e mais fáceis de encontrar e, portanto, mais comuns e acessíveis. No entanto, há uma série de espécies que têm uma coloração mais escura e podem revolucionar a arquitetura de bambu no futuro. Conheça o bambu preto.

© José Tomás Franco© José Tomás Franco© José Tomás Franco© José Tomás Franco+ 17

Se projetássemos um material de construção ideal, ele se pareceria com o bambu

Essa frase chamou a atenção durante a palestra de Neil Thomas no curso Bamboo U, que ocorreu no mês de novembro de 2017 em Bali. Neil é diretor do atelier one, escritório de engenharia estrutural de Londres, que entre seus projetos de destaque estão palcos e cenografias para Rolling Stones, Pink Floyd e U2; instalações de arte de Anish Kapoor e Marc Quinn; o Gardens by the Bay, em Singapura, entre tantos outros. De alguns anos para cá, o engenheiro tem se aprofundado no estudo sobre o bambu, suas propriedades estruturais e suas mais diversas potencialidades.

Como (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquitetura

Ao conhecer e analisar as múltiplas possibilidades construtivas e arquitetônicas do bambu, é natural que surjam as seguintes perguntas: Como aproveitar suas qualidades e potencializar seu uso em climas mais frios, que requerem necessariamente uma espessura que possibilite o isolamento de paredes, pisos e coberturas? O que ocorre se mesclarmos com materiais que complementares?

Conversamos com Penny Livingston-Stark, arquiteta e professora de permacultura que tem trabalhado durante 25 anos no campo dos projetos regenerativos com base em materiais naturais não-tóxicos, para aprofundar as oportunidades na junção entre terra e bambu.

Terra e bambu são extremamente compatíveis. Oferecem diferentes capacidades. Complementam-se maravilhosamente. Ambas requerem condições similares, como a transpiração. 

© José Tomás Franco© José Tomás Franco© José Tomás Franco© José Tomás Franco+ 26

Maquetes tornam os projetos de bambu realidade

Cada material carrega suas particularidades e o processo de projeto e construção devem ser adequados a essas características. Um edifício em estrutura metálica, por exemplo, deve ter uma precisão acurada para que os componentes e as partes, geralmente fabricados fora do canteiro de obra e transportados até lá, encaixem-se durante a montagem. Um edifício de madeira pode ter suas seções transversais drasticamente modificadas de acordo com a espécie e resistência da mesma, ou mesmo segundo a direção das cargas em relação às suas fibras. O bambu, por sua vez, exige uma aproximação distinta, por conta de sua composição e características próprias.

Mas de que forma é possível trabalhar com um material com tantas minúcias e desafios?

Aprendendo conexões básicas em bambu com artesãos indonésios

O objetivo principal do BambooU build and design course é promover o bambu como material de construção sustentável e fornecer conhecimento para arquitetos, designers, construtores, engenheiros e carpinteiros de todo o mundo com o intuito de valorizar este material e aumentar seu uso.

A versão de 2017 do curso convidou seus participantes a fazer parte de uma oficina de carpintaria básica, na qual os artesãos indonésios - liderados por I Ketut Mokoh Sumerta - ensinaram a construir a base de uma estrutura simples em Bambu, sem usar outros materiais e experimentando com o corte e junção de peças diferentes.

Veja o processo desta construção abaixo.