Helene Binet

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Expo 2020 Dubai divulga novas datas para o evento

A Expo 2020 Dubai foi adiada e acontecerá entre 1º de outubro de 2021 e 31 de março de 2022.

Pesquisa investiga o potencial da pedra como elemento estrutural na arquitetura contemporânea

O escritório britânico de arquitetura, Groupwork, está desenvolvendo um projeto de pesquisa que pretende resgatar um dos mais tradicionais sistemas construtivos conhecidos pelo homem: a construção em pedra. Trabalhando em colaboração com a Jackson Coles, Eight Associates, Webb Yates, The Stonemasonry Company e a Polycor, os arquitetos da Groupwork estão investigando novas possibilidades para a construção de edifícios em altura em estrutura de pedra.

Eric Parry Architects FinsburySq. Imagem © Helene Binet Perraudin Collective Housing, Switzerland. Imagem © Perraudin CarlSvestedt DelasWinery. Imagem © Dan Glasser AAU FlatVault Jerusalem. Imagem © Mikaela Burstow + 22

Mulheres na fotografia de arquitetura

Maioria em graduações de arquitetura em diversas partes do mundo, incluindo o Brasil, as mulheres superam os homens em número de profissionais em atividade, entretanto, sua representatividade vem, há décadas, sendo sistematicamente diminuída frente à atuação masculina. 

O debate sobre o papel das mulheres na arquitetura não é recente, contudo, ganhou força a partir de 2013 com a petição para que Denise Scott Brown fosse retroativamente reconhecida como vencedora do Prêmio Pritzker de 1991 - junto à Robert Venturi - e a consequente rejeição do pedido por parte do Prêmio. Desde então, o reconhecimento do papel das mulheres na arquitetura vem sendo tópico de diversos - e necessários - debates, palestras, simpósios e exposições em todo o mundo.

Concreto reforçado com fibras: resistência e leveza

A história do concreto remonta à Roma Antiga, há aproximadamente 2000 anos atrás. A mistura de pedra calcária, cinza vulcânica e água do mar, conhecida como “Concreto Romano”, possibilitou a construção de aquedutos, estradas e templos, muitos deles ainda de pé. Algum tempo atrás descobriu-se que essa mistura original forma um mineral chamado tobermorita aluminosa, que se torna mais forte com o passar do tempo.

Centro Heydar Aliyev / Zaha Hadid Architects. Image © Hélène Binet © Samuel McGuire © Samuel McGuire Fibras. Image Cortesia de Swisspearl + 10

Asif Khan projeta portal de fibra de carbono para a entrada da Expo 2020 Dubai

O estúdio Asif Khan apresentou imagens de sua primeira intervenção para a esfera pública da Expo 2020 Dubai. De 20 de outubro de 2020 a 10 de abril de 2021, a Expo Mundial terá três portais de entrada majestosos para receber visitantes de todo o mundo.

© Helene Binet © Helene Binet © Helene Binet © Helene Binet + 12

Usos inovadores da água na arquitetura

De piscinas cobertas, fontes externas tranquilas a cachoeiras e lagos de enormes proporções, a arquitetura historicamente envolveu a água de maneiras infinitamente inovadoras. Muitas vezes servindo a funções estéticas, mas também atuando como centros de atividade ou promovendo a sustentabilidade, os elementos aquáticos podem assumir inúmeras formas e servir a múltiplos propósitos. Abaixo, sintetizamos uma série de elementos de água adotados por projetos arquitetônicos contemporâneos inovadores, variando de residências unifamiliares a vastos complexos comerciais.

The Winery at VIK / Smiljan Radic. Image © Cristobal Palma Jellyfish House / Wiel Arets Architects. Image © Jan Bitter Jewel Changi Airport / Safdie Architects. Image Courtesy of Peter Walkner Partners Landscape Architects Moses Bridge / RO&AD Architecten. Image © RO&AD Architecten + 34

Architectural Review anuncia os vencedores do prêmio "AR New into Old 2019"

A revista Architectural Review anunciou a Sala Beckett de Flores & Prats como projeto vencedor do prêmio AR New into Old 2019. O projeto foi selecionado pelo júri da AR que destacou seu processo único de restauração e renovação. Também foram atribuídas duas menções honrosas e três menções, destacando projetos com alternativas sustentáveis. Os prêmios AR New into Old reconhecem as maneiras criativas pelas quais os edifícios antigos são reformados, adaptando-se aos novos usos contemporâneos.

© Nic Lehoux © Mika Huisman © Fuji Koji © Nataly Lee + 14

Paisagismo de interiores: o que é "plantscaping"?

© Nelson Kon © Quang Dam © Edward Hendricks © Helene Binet + 49

Os jardins e plantas de interiores trazem diversos benefícios para a vida cotidiana. O projeto paisagístico de interior, também chamado de plantscaping, é muito mais que simplesmente alocar plantas nos espaços internos; envolve a localização estratégica de espécies vegetais dentro de uma obra, buscando potencializar e destacar certos aspectos do projeto arquitetônico.

Em foco: Zaha Hadid

Zaha Hadid completaria hoje 69 anos e desde que ganhou o Prêmio Pritzker - primeira mulher a ser laureada com a honraria - sua carreira seguiu uma trajetória meteórica, com muitas importantes obras construídas e em fase de projeto em todo o mundo. O trabalho de seu escritório sempre buscou expandir os limites da arquitetura através de formas contínuas e singulares que criam contrastes espaciais.

Heydar Aliyev Center. Image © Hufton+Crow Vitra Fire Station. Image © Wojtek Gurak Bergisel Ski Jump. Image © Hélène Binet Antwerp Port House. Image © Hélène Binet + 36

VEX / Chance de Silva

© Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet + 19

Greater London, Reino Unido
  • Arquitetos: Chance de Silva
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  115
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017

A cortiça pode ser uma resposta às nossas necessidades ambientais e de construção?

Desconhecida para muitos, a cortiça configura-se como um modelo da indústria sustentável e um material de construção eficiente. Por sua própria natureza, a cortiça é reciclável e renovável, pois é a única árvore que regenera sua casca, enquanto a colheita da casca faz com que a árvore não seja prejudicada.

A cortiça pode ser encontrada, por exemplo, no revestimento de xadrez do piso da Biblioteca do Congresso. Mesmo a NASA tem aproveitado a leveza e a capacidade de isolamento da cortiça, usando-a como um isolante para seus ônibus espaciais.

Friendship Centre em Bangladesh pelas lentes de Hélène Binet

Simplicidade é a busca, monástica, a sensação.

-Kashef Chowdhury

O projeto Friendship Centre [ou, Centro da Amizade], de Kashef Mahboob Chowdhury / URBANA, localizado em Gaibandha, Bangladesh, parece que não foi construído sobre a paisagem, mas entalhado nela. Um labirinto de arcos, pátios, pavilhões e piscinas, tudo construído em tijolo artesanal, define o espaço da organização Friendship NGO, que trabalha com comunidades remotas.

© Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet + 26

Torre Radar / Barthélémy Griño Architectes

© Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet + 11

Palaiseau, França

Diana, Fonte Comemorativa para a Princesa de Gales / Gustafson Porter + Bowman

© Peter Guenzel © Hélène Binet © Hélène Binet © Hélène Binet + 13

Londres, Reino Unido

Capela Bielorrussa / Spheron Architects

© Joakim Borén © Joakim Borén © Joakim Borén © Joakim Borén + 38

Greater London, Reino Unido
  • Arquitetos: Spheron Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  75
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016

O impressionante portfólio de Zaha Hadid

Há um ano Zaha Hadid nos deixou, mas o seu impressionante legado arquitetônico segue inspirando todos os arquitetos a ultrapassar seus limites criativos. A arquiteta criou uma linguagem autoral que por sua expressividade se tornou extremamente reconhecível. Para homenageá-la, buscamos em nosso Arquivo todas as obras concluídas de Hadid que foram publicadas no ArchDaily Brasil e as reunimos aqui.

Conheça o impressionante portfólio de Zaha Hadid, a seguir.

Luminosidade fluida: A iluminação arquitetônica na obra de Zaha Hadid

Leeza SOHO, em construção 2017, Pequim / China. Imagem © MIR
Leeza SOHO, em construção 2017, Pequim / China. Imagem © MIR

Os projetos de Zaha Hadid são notáveis não só por suas formas inovadoras de manusear materiais tangíveis, mas também pela sua imaginação em relação à luz. Suas teorias de fragmentação e fluidez são técnicas projetuais bem conhecidas que possibilitaram sua descoberta de formas. No entanto, seus avanços no uso da luz para transmitir sua arquitetura foram, muitas vezes, negligenciados -mesmo que tenham se tornado um elemento essencial para revelar e interpretar sua arquitetura. A transição de três décadas de linhas mínimas de luz no seu projeto do Corpo de Bombeiros de Vitra até o átrio mais alto do mundo no arranha-céu Leeza SOHO, que recolhe uma abundância de luz natural, mostra o notável desenvolvimento do legado luminoso de Zaha Hadid.

Centro Heydar Aliyev, 2013, Baku / Azerbaijão. Imagem © Hélène Binet Estação de Trem Nordpark, 2007, Innsbruck / Áustria. Imagem © <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Hungerburgbahn-Bergstation.JPG'>Wikimedia user Hafelekar</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a> Museu MAXXI, 2009, Roma / Itália. Imagem © Iwan Baan Centro de Ciências Phaeno, 2005, Wolfsburg / Alemanha. Imagem © Werner Huthmacher + 13

10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura

Em nossos tempos modernos, a cultura obcecada pela imagem nos faz consumir uma grande quantidade de arquitetura através de fotografias, ao invés de experiências físicas e espaciais. As vantagens da fotografia de arquitetura são muitas: permitem que as pessoas obtenham uma compreensão visual de edifícios que talvez nunca tenham a oportunidade de visitar, criando um recurso valioso que permite expandir nosso vocabulário arquitetônico. No entanto, devemos permanecer críticos em relação às desvantagens da fotografia quando se trata de arquitetura. Jeremy Till, autor de "Architecture Depends,” (Arquitetura Depende, ainda sem versão em português) resume isto no capítulo "Out of Time" (Fora do tempo): "A fotografia permite que esqueçamos o que veio antes (o sofrimento do trabalho prolongado para cumprir com a entrega de um edifício completamente formado) e o que está por vir depois (as intempéries do tempo, sujeira, usuários, reformas). Ela congela o tempo. A fotografia de arquitetura 'eleva o edifício para fora do tempo' e proporciona um consolo para os arquitetos que podem sonhar por um momento que a arquitetura é um poder estável existente por sobre as marés do tempo".

As dicas a seguir tem o objetivo de não apenas melhorar a força visual de suas fotografias de arquitetura, mas também as histórias que elas contam - indo além das imagens individuais para comunicar as relações dos edifícios com seus contextos, espaço e tempo.

© Iwan Baan © Iwan Baan © Balint Alovits © Iwan Baan + 11