O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Prêmio Pritzker rejeita o pedido de Denise Scott Brown de conceder o prêmio de forma retroativa

Prêmio Pritzker rejeita o pedido de Denise Scott Brown de conceder o prêmio de forma retroativa

Prêmio Pritzker rejeita o pedido de Denise Scott Brown de conceder o prêmio de forma retroativa
Prêmio Pritzker rejeita o pedido de Denise Scott Brown de conceder o prêmio de forma retroativa, © Frank Hanswijk
© Frank Hanswijk

O Prêmio Pritzker finalmente divulgou um comunicado oficial em resposta ao pedido dos estudantes de Harvard Arielle Assouline-Lichten e Caroline James,propondo que Denise Scott Brown receba de forma retroativa o Prêmio Pritzker de Arquitetura de 1991, que foi concedido somente ao seu marido Robert Venturi.

Lord Palumbo, que está à frente deste prêmio, respondeu que essa ação seria impossível dada a forma em que o júri do Pritzker delibera: "O júri do Pritzker, ao longo dos anos, é composto de pessoas diferentes, cada qual faz o seu melhor para encontrar os candidatos mais qualificados. Um júri atual não pode reabrir o processo, ou questionar o trabalho de um júri anterior."

A carta sugere que Scott Brown é, no entanto, uma candidata que ainda poderia receber um próximo Prêmio Pritzker, além disso, agradece a Assouline-Lichten e James por " chamar a nossa atenção diretamente sobre um problema mais geral, ou seja, o de garantir um lugar justo e igual para as mulheres na profissão. Entregar esta garantia é, naturalmente, uma obrigação adotado por todas as partes da profissão, das escolas que podem incentivar os alunos a ingressar na profissão, assim como os escritórios que devem fomentar a capacidade das mulheres para desenvolverem seu potencial como arquitetos.Acreditamos que o papel especial que o júri do Prêmio Pritzker deve cumprir neste aspecto é  ter em mente o fato de que certas recomendações e discussões em relação ao projeto arquitetônico geralmente são um reflexo de tempos e lugares determinados, os quais podem refletir preconceitos culturais que minimizam o papel das mulheres no processo criativo. Quando isso acontece, nós devemos e faremos com que o assunto seja tratado com toda a consideração que merece."

Leia a carta na íntegra, após o intervalo ...

Carta do Diretor do Júri de 2013 do Prêmio Pritzker de Arquitetura em nome do júri.

14 de Junho de 2013.

Ms. Arielle Assouline-Lichten

Ms. Caroline James

Women in Design

Harvard Graduate School of Design

Cambridge, MA 02138

Estimada Arielle Assouline-Lichten y Caroline James,

Obrigado por nos enviar seus pedidos e cartas, e as dos outros sobre Denise Scott Brown e Prêmio Pritzker. Quanto ao que têm em mente em relação a um prêmio retroativo para a Sra. Scott Brown, o júri atual não pode aceitar o pedido. O júri do Pritzker, ao longo dos anos, é composto de pessoas diferentes, cada qual faz o seu melhor para encontrar os candidatos mais qualificados. Um júri atual não pode reabrir o processo, ou questionar o trabalho de um júri anterior, e nenhum fez isso.

Asseguramos-lhe, no entanto, que a Sra. Scott Brown continua a ser elegível para o Prêmio Pritzker. O prêmio é baseado no conjunto completo do trabalho construído de um arquiteto. Ms. Scott Brown teve uma longa e distinta carreira de realizações arquitetônicas. Depende do júri atual e futuro  determinar quem dentro dos vários arquitetos de todo o mundo receberá o prêmio no futuro. Mas o júri continuará a fazer o seu melhor para escolher apenas baseados na qualidade do trabalho do arquiteto.

Dito isso, queremos agradecer-lhes por chamar a nossa atenção diretamente sobre um problema mais geral, ou seja, o de garantir um lugar justo e igual para as mulheres na profissão. Entregar esta garantia é, naturalmente, uma obrigação adotado por todas as partes da profissão, das escolas que podem incentivar os alunos a ingressar na profissão, assim como os escritórios que devem fomentar a capacidade das mulheres para desenvolverem seu potencial como arquitetos. Acreditamos que o papel especial que o júri do Prêmio Pritzker deve cumprir neste aspecto é  ter em mente o fato de que certas recomendações e discussões em relação ao projeto arquitetônico geralmente são um reflexo de tempos e lugares determinados, os quais podem refletir preconceitos culturais que minimizam o papel das mulheres no processo criativo. Quando isso acontece, nós devemos e faremos com que o assunto seja tratado com toda a consideração que merece.

Seu comunicado recordou-nos  desta obrigação, e nós agradecemos o envio da mesma. Entretanto, a solicitude de reabrir o processo de decisão de um júri anterior,nós não podemos realizar.

Atentamente, 

Lord Peter Palumbo, Presidente, em nome do júri do Prêmio Pritzker de Arquitetura 2013.

O  júri do Prêmio Pritzker de Arquitetura 2013 composto por Lord Peter Palumbo (presidente), Alejandro Aravena, Stephen Breyer, Yung Ho Chang, Kristin Feireiss, Glenn Murcutt, e Juhani Pallasmaa, Ratan N. Tata. Martha Thorne é a Diretora Executiva.

Os membros do jurado são mantidos por vários anos na comissão com a finalidade de assegurar o equilíbrio entre os membros atuais e os novos e são responsáveis ​​pela escolha do premiado a cada ano. A família está presente durante o processo de deliberação do júri e também durante a votação. O júri internacional do prêmio é formada por profissionais de renome em suas respectivas áreas como arquitetura, economia, educação, comunicação e cultura.

Sobre este autor
Vanessa Quirk
Autor
Cita: Quirk, Vanessa. "Prêmio Pritzker rejeita o pedido de Denise Scott Brown de conceder o prêmio de forma retroativa" [Pritzker Rejects Petition for Denise Scott Brown's Retroactive Award] 14 Jun 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Helm, Joanna) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/120275/premio-pritzker-rejeita-o-pedido-de-denise-scott-brown-de-conceder-o-premio-de-forma-retroativa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.