Projeto de Herzog & de Meuron para o SongEun Art Space em Seul é concluído

Projeto de Herzog & de Meuron para o SongEun Art Space em Seul é concluído

O primeiro projeto construído pela Herzog & de Meuron na Coreia do Sul está finalmente pronto e deverá ser inaugurado já em setembro deste ano. Implantado em pleno coração de Cheongdam Dong, uma das principais áreas comerciais da cidade de Seul, o edifício projetado pela dupla vencedora do Prêmio Pritzker de 2001 foi concebido para abrigar a Sede do ST International e o SongEun Art Space, oferecendo uma ampla variedade de novos espaços expositivos em pleno centro da capital sul-coreana, ativando seu entorno imediato além de criar um espaço convidativo e que pretende atrair muitos visitantes e turistas já nos próximos meses. Para celebrar a abertura oficial do edifício, o SongEun Art Space inaugurará uma mega exposição co-curada pelo escritório de arquitetura suíço em parceria com a Fundação Cultural SongEun Art.

© Jihyun Jung© Jihyun Jung© Jihyun Jung© Jihyun Jung+ 5

Apesar de sua sobriedade formal, o edifício monolítico e geométrico projetado pela dupla de arquitetos suíços preserva uma forte conexão com o seu contexto imediato, fazendo uma releitura da paisagem cultural e construída do centro da capital. Contando ao todo com 11 pavimentos e mais 5 níveis subterrâneos, a nova sede da  ST International e do SongEun Art Space se estende por mais de 8.000 metros quadrados. Formalmente, a torre é definida por um volume monumental triangular, executado em superfícies de concreto aparente moldadas por fôrmas de madeira.

© Jihyun Jung
© Jihyun Jung

A fachada principal frente à rua de acesso, é aquela mais elevada e que busca interagir com os demais edifícios do entorno. Por outro lado, a fachada posterior é como uma rampa inclinada que reduz a sua altura à medida que se aproxima do pátio interior e dos demais edifícios de meia altura que fazem limite com os fundos do terreno. Sua forma característica nasce de uma leitura atenta do contexto específico, usufruindo ao máximo o potencial construtivo da área sem no entanto, impactar negativamente na morfologia do bairro.

Recortes na fachada frontal do edifício formam operadas pelos arquitetos de forma a criar um espaço convidativo para quem passa pela rua, o qual desemboca no saguão principal e flui naturalmente até o jardim posterior. Uma outra abertura regular mais alta na fachada principal permite iluminar naturalmente os espaços dos escritórios além de proporcionar impressionantes vistas para o centro da capital. Uma vez no interior do saguão, os visitantes são convidados a atravessar uma grande passarela em forma de rampa que os conduz aos níveis inferiores. Esta rampa em curva acaba por criar uma abertura no volume do espaço expositivo inferior, permitindo que a atmosfera da rua penetre profundamente animando ainda mais este espaço de características únicas. Na parte de cima, o volume da rampa se transforma em uma escada em espiral que guia os visitantes até as galerias expositivas do segundo pavimento.

© Jihyun Jung
© Jihyun Jung

Nossa vasta experiência com projetos museus de arte contemporânea ao redor do mundo têm nos guiado em uma profunda busca por novas formas de aproximar a arte das pessoas. Como podemos projetar um espaço expositivo que seja adequado tanto para a arte quanto para o artista, e que por outro lado, seja também agradável e convidativo para os visitantes e trabalhadores do museu? Muitas necessidades diferentes devem ser consideradas para que tudo funcione como uma máquina bem engraxada. Só assim esses espaços podem ser suficientemente atrativos além de contribuir positivamente com a vivacidade do espaço urbano junto ao qual encontram-se instalados. Dito isso, acreditamos que a nova sede da ST assim como o SongEun Art Space têm muito a contribuir com a cidade de Seul. Mas, o que é ainda mais importante, esperamos que este novo espaço seja uma adição inspiradora à topografia e paisagem cultural da capital. – Herzog e de Meuron

© Jihyun Jung
© Jihyun Jung

Além da aqui citada conclusão das obras da sede da ST International em Seul, a Herzog & de Meuron deu início recentemente às obras do projeto de reforma da Usina Hidrelétrica Portrero na cidade de San Francisco. Como um projeto de reutilização adaptativa, o projeto da Usina de Portrero prevê a renovação de um terreno industrial de mais de 11 hectares no bairro de Dogpatch. A proposta apresentada pelo escritório suíço procura resgatar várias das características originais do antigo edifício industrial além de adicionar uma nova estrutura leve de aço na cobertura do conjunto, ressignificando um dos principais marcos urbanos da cidade de San Francisco.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Stouhi, Dima. "Projeto de Herzog & de Meuron para o SongEun Art Space em Seul é concluído" [Herzog & de Meuron Completes its Concrete ST / Songeun Building in Korea ] 26 Jul 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/965063/projeto-de-herzog-and-de-meuron-para-o-songeun-art-space-em-seul-e-concluido> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.