Bienal de Veneza 2021 abrirá ao público de 22 de maio a 21 de novembro

Bienal de Veneza 2021 abrirá ao público de 22 de maio a 21 de novembro

A La Biennale di Venezia acaba de anunciar em entrevista coletiva, transmitida ao vivo no dia 12 de abril, que a 17ª Mostra Internacional de Arquitetura sob o tema “Como viveremos juntos?” com curadoria de Hashim Sarkis, estará aberta ao público de sábado, 22 de maio, a domingo, 21 de novembro de 2021 no Giardini, no Arsenale e no Forte Marghera. Além disso, a inauguração será realizada nos dias 20 e 21 de maio.

TUMO Center for Creative Technologies, TUMO Paris, 2018. © Forum des Images. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021Dogma, “You always seemed so sure that one day we’d be fighting,” The Opposite Shore, 2016-19. Courtesy Dogma. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021Lina Ghotmeh — Architecture, “Stone Garden North Façade,” Stone Garden under construction a year ago, 2020. © Takuji Shimmura. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021SOM, “Moon Village Earth Rise,” Life Beyond Earth, 2020. Courtesy SOM | Slashcube GmbH. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021+ 28

Com 112 participantes de 46 países na competição, com 63 participações nacionais no Giardini, no Arsenale e no centro histórico da cidade de Veneza, a mostra internacional dá as boas-vindas a 4 países que participam pela primeira vez na Bienal, Granada, Iraque, Uzbequistão e República do Azerbaijão. Com uma delegação crescente da África, América Latina e Ásia e com uma representação comparável de homens e mulheres, esta 17ª Mostra Internacional de Arquitetura está organizada em 5 escalas, três das quais exibidas no Arsenale e duas no Pavilhão Central. Além disso, estará em exposição no Forte Marghera uma contribuição de 5 arquitetos internacionais que desenvolveram um projeto dedicado à brincadeira infantil.

gad · line+ studio, Dongziguan Affordable Housing, 2016 . ©Yao Li. ImImagem Cortesia de Biennale Architettura 2021
gad · line+ studio, Dongziguan Affordable Housing, 2016 . ©Yao Li. ImImagem Cortesia de Biennale Architettura 2021

Cinco Escalas

  1. Entre diversos seres (Among Diverse Beings)
  2. Novos lares (As New Households)
  3. Comunidades emergentes (As Emerging Communities)
  4. Além das fronteiras (Across Borders)
  5. Um único planeta (As One Planet)

Han Tümertekin, vista do mercado de balsas em Istambul, 2019. Foto: Sena Özfiliz, edição em 3D: Ali Gürer e Zeynep Tümertekin. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021
Han Tümertekin, vista do mercado de balsas em Istambul, 2019. Foto: Sena Özfiliz, edição em 3D: Ali Gürer e Zeynep Tümertekin. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021

"A atual pandemia global, sem dúvida, tornou a pergunta que esta Bienal de Arquitetura está fazendo ainda mais relevante e oportuna, mesmo que de alguma forma irônica, dado o isolamento imposto. De fato, pode ser uma coincidência que o tema tenha sido proposto alguns meses antes da pandemia. No entanto, muitas das razões que inicialmente nos levaram a fazer esta pergunta - a crise climática que se intensifica, deslocamentos massivos de população, instabilidades políticas em todo o mundo e crescentes desigualdades raciais, sociais e econômicas, entre outros - nos levaram a esta pandemia e tornaram-se ainda mais relevantes". - Hashim Sarkis

Cave_bureau, “Mbai Cave Steam + Struggle,” The Anthropocene Museum: Exhibit 3.0 “Obsidian Rain,” 2017. Cortesia Cave_bureau. Imagem cortesia de Biennale Architettura 2021
Cave_bureau, “Mbai Cave Steam + Struggle,” The Anthropocene Museum: Exhibit 3.0 “Obsidian Rain,” 2017. Cortesia Cave_bureau. Imagem cortesia de Biennale Architettura 2021

Esta edição inclui também uma série de participações fora da competição, como Stations + Co-Habitats, pesquisando as cinco escalas com estudos de casos relativos desenvolvidos por investigadores de universidades de todo o mundo, a participação da artista Michal Rovner no Pavilhão Central, o projeto do Studio Other Spaces que apresenta a "Assembleia da ONU para o Futuro, Como vamos praticar esportes juntos?" (UN Assembly for the Future, How will we play sport together?) uma instalação ao ar livre no Giardini e uma instalação de Giuseppe Penone no Arsenale.

Pelo quinto ano consecutivo, a La Biennale di Venezia e o Victoria and Albert Museum de Londres apresentam o Projeto Especial no Pavilhão de Artes Aplicadas (Arsenale, Sale d'Armi A) intitulado "Três mesquitas britânicas" (Three British Mosques). Em colaboração com o arquiteto Shahed Saleem, a exposição analisa o mundo das mesquitas, frequentemente não documentado, adaptado para este uso.

Olalekan Jeyifous and Mpho Matsipa, Liquid Geographies, Liquid Borders, 2020. Cortesia Olalekan Jeyifous. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021
Olalekan Jeyifous and Mpho Matsipa, Liquid Geographies, Liquid Borders, 2020. Cortesia Olalekan Jeyifous. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021

"Não podemos mais esperar que os políticos proponham um caminho para um futuro melhor. À medida que a política continua dividindo e isolando, podemos oferecer maneiras alternativas de viver juntos por meio da arquitetura. A Biennale Architettura 2021 é motivada por novos problemas que o mundo está colocando à frente da arquitetura, mas também é inspirada pelo ativismo emergente de jovens arquitetos e as revisões radicais que estão sendo propostas pela profissão para enfrentar esses desafios". - Hashim Sarkis

Atelier RITA, Abrigo de emergência para refugiados e comunidade cigana, 2017. Cortesia David Boureau @urbamutability // Todos os direitos reservados 2020. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021
Atelier RITA, Abrigo de emergência para refugiados e comunidade cigana, 2017. Cortesia David Boureau @urbamutability // Todos os direitos reservados 2020. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021

Continue lendo a seguir para saber mais detalhes sobre a 17ª Bienal de Arquitetura de Veneza.

Colaboração com a Biennale Danza

Este ano a 17ª Mostra Internacional de Arquitetura vai se cruzar com o Arquitetura vai se cruzar com o 15º Festival Internacional de Dança Contemporânea de 23 de julho a 1º de agosto, hospedando-se no Arsenale, na seção da Mostra intitulada Entre Seres Diversos, as instalações e dançarinos-coreógrafos do Biennale College . Sob a orientação do diretor artístico da Bienal Danza Wayne McGregor, eles vão criar pequenos fragmentos coreográficos, “instantâneos” ou “esboços” inspirados nas placas, materiais e temas da Mostra de Arquitetura." target="_blank">15º Festival Internacional de Dança Contemporânea de 23 de julho a 1º de agosto, hospedando no Arsenale, na seção da Mostra intitulada Entre Seres Diversos (Among Diverse Beings), as instalações e dançarinos-coreógrafos do Biennale College. Sob a orientação do diretor artístico da Bienal de Dança, Wayne McGregor, serão criados pequenos fragmentos coreográficos, “instantâneos” ou “esboços” inspirados nos letreiros, materiais e temas da Mostra de Arquitetura.

Eventos Colaterais

Já foram aprovados pela Curadoria 17 Eventos Colaterais, promovidos por entidades e instituições nacionais e internacionais sem fins lucrativos. Organizados em vários espaços da cidade de Veneza, eles apresentam um amplo espectro de contribuições e participações que enriquecem o pluralismo de vozes que caracteriza a Mostra.

Studio Ossidiana, Variation on a Bird Cage, 2019-20. Cortesia Studio Ossidiana.Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021
Studio Ossidiana, Variation on a Bird Cage, 2019-20. Cortesia Studio Ossidiana.Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021

Encontros de Arquitetura 

A programação da 17ª Mostra é complementada por Encontros de Arquitetura, uma série de reuniões com arquitetos, acadêmicos e profissionais de todo o mundo. Os protagonistas tentarão responder à pergunta "Como viveremos juntos?" em uma série de diálogos sobre os novos desafios que as mudanças climáticas trazem para a arquitetura, sobre o papel do espaço público nas recentes mudanças urbanas, sobre as novas técnicas de reconstrução e as formas mutáveis da construção coletiva, sobre a arquitetura da educação e da formação do arquiteto, sobre a relação entre curadoria e arquitetura. O calendário de eventos será divulgado em breve no site oficial.

Biennale Sessions o Projeto para as Universidades

La Biennale mais uma vez  dedica o projeto Biennale Sessions a Universidades, Academias e Institutos de Educação Superior. O objetivo é facilitar a realização de visitas auto organizadas de três dias para turmas de no mínimo 50 alunos e professores, que serão auxiliados na sua jornada e estadia e terão a possibilidade de organizar seminários a serem realizados gratuitamente no locais da exposição.

Bethany Rigby, “Apollo 14 Lunar Samples,” Mining the Skies, 2020. Cortesia Bethany Rigby, NASA/ ID: S71-19489. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021
Bethany Rigby, “Apollo 14 Lunar Samples,” Mining the Skies, 2020. Cortesia Bethany Rigby, NASA/ ID: S71-19489. Imagem Cortesia de Biennale Architettura 2021

Fins Educativos

Ao longo da última década, La Biennale tem dado importância crescente aos seus objetivos educacionais, amadurecendo um forte compromisso com suas atividades educativas para o público das Exposições, as universidades, os jovens e as crianças em escolas de todos os níveis. A Biennale Architettura 2018 e a Biennale Arte 2019 envolveram um total de 114.672 pessoas, incluindo 68.205 jovens participantes nas atividades educativas. Para o ano de 2021, haverá um programa generoso oferecido a indivíduos e grupos de estudantes, crianças, adultos, famílias, profissionais, empresas e universidades. Todas as iniciativas buscam o envolvimento ativo dos participantes e são conduzidas por pessoas selecionadas e treinadas pela La Biennale. Elas serão divididas entre visitas guiadas e atividades de workshop.

Publicações 

O catálogo oficial, intitulado "Como viveremos juntos?" consiste em dois volumes. O Volume I, editado por Hashim Sarkis, é dedicado à Exposição Internacional. O Volume II é dedicado às Participações Nacionais e aos Eventos Colaterais. O Guia de Exposições foi concebido para acompanhar o visitante ao longo do percurso expositivo. As publicações também incluem dois livros em inglês, intitulados Co-Habitats and Expansions, que refletem sobre os temas desenvolvidos na Mostra.

Rural Urban Framework, “Vídeo colagem por dia - casa escavada no fundo, paisagem chinesa no topo”, Split Lives: Stories from the Underground House, 2020. Cortesia Rural Urban Framework. Imagem cortesia de Biennale Architettura 2021
Rural Urban Framework, “Vídeo colagem por dia - casa escavada no fundo, paisagem chinesa no topo”, Split Lives: Stories from the Underground House, 2020. Cortesia Rural Urban Framework. Imagem cortesia de Biennale Architettura 2021

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Bienal de Veneza 2021 abrirá ao público de 22 de maio a 21 de novembro" [Venice Biennale 2021 to Open to the Public from May 22nd to November 21st] 15 Abr 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/960185/bienal-de-veneza-2021-abrira-ao-publico-de-22-de-maio-a-21-de-novembro> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.