Agregando jardins suspensos à arquitetura residencial

Agregando jardins suspensos à arquitetura residencial

Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc NguyenSter House / DELUTION. Image Courtesy of Delution ArchitectCH House / ODDO architects. Image © Hoang Le PhotographyIH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo+ 28

No mês passado, vimos os 20 projetos residenciais mais visitados apresentados no ArchDaily durante 2020. Abrangendo quatro continentes e 15 países, os estilos e desenhos variaram amplamente e cobriram uma gama de diferentes climas, contextos visuais e necessidades de clientes. No entanto, notamos uma semelhança entre alguns projetos selecionados localizados principalmente no Vietnã e na Indonésia: a prevalência de jardins suspensos e plantas trepadeiras. Abaixo, examinamos essa tendência com mais detalhes, discutindo como ela é usada nestes projetos específicos e de forma mais geral.

IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo

Se as fontes helênicas antigas estiverem certas, jardins suspensos existiram pelo menos desde a antiguidade, quando os famosos jardins da Babilônia foram descritos por escritores como Heródoto e Filão de Bizâncio. Hoje, os jardins verticais proliferaram junto com o interesse por plantas e jardins internos, especialmente em climas adequados. Essa tendência na arquitetura reflete um aumento simultâneo no interesse pela sustentabilidade e um estilo de vida mais conectado à natureza. Nos projetos listados abaixo, vários dos arquitetos mencionam o avanço de um passado industrial - com seus concomitantes efeitos ambientais - em direção a um futuro melhor, ou pelo menos um posto avançado isolado, fresco e natural em meio ao caos da vida urbana moderna. Jardins internos e o fascínio visual de plantas suspensas e trepadeiras fornecem o cenário para essa vida. Esses projetos verticais simultaneamente conservam espaço e incorporam as plantas na atmosfera da casa, garantindo que o espaço pareça tanto um jardim quanto uma casa confortável.

Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography

Para instalar jardins verticais corretamente, os arquitetos devem prestar atenção ao clima; tipos de plantas; condições de crescimento e de vida, como luz, umidade, solo e água; espaço; e, claro, o seu desenho. A dificuldade de extensos jardins internos não é apenas garantir que as plantas escolhidas sejam esteticamente agradáveis e adequadas ao ambiente, mas que as próprias condições da casa permitam que elas floresçam. Para pendurar plantas em particular, garantir que recebam água e nutrientes suficientes pode ser uma tarefa complicada. Um botânico deve ser sempre consultado.

Na Greenery Curtain House, de HGAA, as plantas suspensas envolvem a fachada exterior e o espaço interior do pátio. Projetada para um casal de idosos que buscava uma vida tranquila e simples, a casa gira em torno de um jardim, um lago com peixes e um espaço interior isolado. Embora o jardim seja extenso, sua presença não é desagradável; em vez disso, as trepadeiras penduradas no telhado fornecem um nível extra de privacidade, mergulham os residentes ainda mais no oásis do jardim e bloqueiam a poeira e o ruído urbano. Ao todo, eles encorajam um estilo de vida introvertido submerso na beleza da natureza, apesar da história da província de baixa qualidade ambiental devido às operações de mineração.

Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Greenery Curtain House / HGAA. Image © Duc Nguyen
Corte. Greenery Curtain House / HGAA
Corte. Greenery Curtain House / HGAA

Em Ster House, da DELUTION, uma parede comum compartilhada pelo segundo e terceiro andares do edifício é envolta em vinhas, criando uma continuidade visual dentro da casa enquanto espalha a vegetação pelos andares. Da mesma forma, um jardim suspenso que se estende do quarto principal agrada tanto a fachada do edifício quanto a atmosfera interna do quarto, com as janelas do chão ao teto que se abrem diretamente para o jardim. Complementando essas peças centrais suspensas, vasos de plantas pontilham o resto da casa e envolvem grande parte do espaço exterior também.

Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect
Ster House / DELUTION. Image Courtesy of Delution Architect

A Park Roof House da MDA Architecture proclama uma missão semelhante: criar um espaço sereno e privado cheio de vegetação e luz para os retiros de fim de semana dos proprietários. Assim, a casa também utiliza trepadeiras tanto no interior quanto na fachada da casa, separando a casa do resto da cidade, mas também os espaços internos uns dos outros. Além disso, as camadas verticais do jardim - abrangendo todos os andares da casa, incluindo o telhado - espalham uma atmosfera natural e tons esverdeados suaves por toda a casa, acalmando e relaxando toda a família. Finalmente, o parque do terraço no telhado também é um tanto funcional, já que pode se transformar em um jardim botânico onde vegetais e plantas são cultivadas para consumo - transformando o projeto em uma casa independente e totalmente orientada ao interior.

Park Roof House / MDA Architecture. Image © Quang Tran
Park Roof House / MDA Architecture. Image © Quang Tran
Park Roof House / MDA Architecture. Image © Quang Tran
Park Roof House / MDA Architecture. Image © Quang Tran
Park Roof House / MDA Architecture. Image © Quang Tran
Park Roof House / MDA Architecture. Image © Quang Tran
Corte. Park Roof House / MDA Architecture
Corte. Park Roof House / MDA Architecture

Na IH Residence, de andramatin, os jardins suspensos e as plantas no local da casa ocupam quase tanto espaço quanto os próprios espaços explicitamente residenciais. Uma enorme área de jardim se estende por quase todo o comprimento da casa, cercada de um lado por um muro de contenção e do outro pelo resto da própria casa. As trepadeiras se estendem pela parede, enquanto troncos e arbustos pontilham o chão do jardim, separados apenas por colunas de apoio, fundindo os interiores com a natureza. No entanto, este jardim interno apenas complementa a paisagem circundante, que inclui arbustos densos e árvores visíveis das muitas janelas grandes.

IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo
IH Residence / andramatin. Image © Mario Wibowo

Finalmente, embora a CH House by ODDO architects utilize principalmente plantas de interior e jardins embutidos no chão, o uso de trepadeiras e a atenção à verticalidade merecem uma menção especial. Com lindas plantas suspensas cobrindo a sala principal, complementadas por altas árvores internas que se estendem por vários andares e, finalmente, por longos ventiladores e luzes suspensas, a casa é um incrível exercício de design de interiores focado na natureza e na natureza. fluxo vertical. A façanha é especialmente incrível considerando que a casa foi construída na movimentada capital de Hanói, famosa por sua alta densidade, poluição do ar e falta de vegetação. Nesse contexto denso e caótico, os arquitetos criaram um oásis natural.

CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography
CH House / ODDO architects. Image © Hoang Le Photography

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Cao, Lilly. "Agregando jardins suspensos à arquitetura residencial" [Adding Fresh Hanging Gardens to Residential Architecture] 07 Jan 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/954425/agregando-jardins-suspensos-a-arquitetura-residencial> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.