Funcionais e simbólicas: claraboias circulares em residências e edifícios públicos

Funcionais e simbólicas: claraboias circulares em residências e edifícios públicos

Don Bosco Church / Dans arhitekti. Image © Miran KambičTienda Selo / MNMA studio. Image © André KlotzPrivate Gymnasium Pavilion & Guest Unit / Malan Vorster Architecture Interior Design. Image © Adam LetchLitibú Bungalow / PALMA. Image © Luis Young+ 25

Durante a primeira metade do século II dC, um dos edifícios mais emblemáticos da história da arquitetura foi erguido em Roma: o Panteão de Agripa. Sua principal característica é uma cúpula de concreto arrematado em uma abertura central perfeitamente redonda. Este óculo deu início a uma série de projetos posteriores que destacaram o valor das aberturas circulares, replicadas como claraboias envidraçadas e como elementos de composição em fachadas, evoluindo, por exemplo, em direção às rosáceas detalhadas e coloridas das antigas basílicas góticas. Em todas as suas configurações, o óculo (do latim Oculus, que significa olho) apresenta-se com um simbolismo que vai além da janela tradicional: sua projeção luminosa marca graciosamente a passagem do tempo, tornando-se um marco que permite um destaque solene espaço ou elemento arquitetônico.

Panteón de Agripa, sección. Via Wikimedia user Bkmd by Francesco Piraneni under PD
Panteón de Agripa, sección. Via Wikimedia user Bkmd by Francesco Piraneni under PD

Medindo quase 9 metros de diâmetro, o óculo espetacular do Panteão está completamente aberto; a chuva entra no edifício e desce até atingir os 22 ralos localizados em seu piso. No entanto, a maior parte das aberturas circulares que o sucederam - desde casas paladianas e edifícios barrocos a palácios no Oriente Médio - incorporaram vidros para deixar passar apenas a luz e evitar infiltrações indesejadas, solução que evoluiu até hoje.

Tienda Selo / MNMA studio. Image © André Klotz
Tienda Selo / MNMA studio. Image © André Klotz
Hu Huishan Memorial / Jiakun Architects. Image © Iwan Baan
Hu Huishan Memorial / Jiakun Architects. Image © Iwan Baan

Os óculos localizados nas coberturas requerem uma série de medidas especiais para evitar problemas durante o uso da edificação, como a impermeabilização e a hermética de seu perímetro, a transição suave entre suas peças para permitir uma drenagem desobstruída e a escolha do vidro com comportamento térmico, acústico e visual adequado, incluindo um alto nível de proteção contra os raios UV. Obviamente, a localização da claraboia não deve interferir ou enfraquecer a estrutura do telhado, e sua disposição em relação à trajetória solar deve ser cuidadosamente considerada. A resistência do elemento a impactos, choques e fogo são questões importantes a serem consideradas.

Rooflight Dome and Flat Roof Window, by LAMILUX. Image © LAMILUX
Rooflight Dome and Flat Roof Window, by LAMILUX. Image © LAMILUX

Atualmente, há clarabóias circulares pré-fabricadas de fácil instalação e manejo, podendo inclusive ser abertas (manual ou eletronicamente) e contribuir à ventilação do espaço. Embora a inclinação natural do telhado deva ajudar na autolimpeza do elemento - particularmente ao se utilizar vidro plano - muitas claraboias circulares são revestidas com cúpulas ou domos de acrílico (ou Plexiglas), que permitem que a luz se espalhe uniformemente pelo espaço e deixe a água escorrer ao cair sobre eles. Geralmente, esses elementos não estão localizados no mesmo nível do teto, pelo contrário, eles aparecem com uma certa espessura que depende da estrutura e da materialidade do telhado, e alguns modelos chegam a se elevar entre 30 e 70 cm acima do nível do telhado. Essa espessura pode amplificar os efeitos da claraboia circular; se for branca, o reflexo da luz será ainda mais forte.

Don Bosco Church / Dans arhitekti. Image © Miran Kambič
Don Bosco Church / Dans arhitekti. Image © Miran Kambič

Revisemos alguns exemplos recentes. Na renovação de um edifício de 1960 em Melbourne, a equipe formada por Nervegna Reed Architecture e ph Architects utilizou formas circulares para criar um ambiente especial para o culto da comunidade islâmica local: "o espaço se conecta com o céu através da claraboia que perfura o formato de 'tenda' da cobertura, uma das mais antigas arquiteturas de culto, formando um oásis de tranquilidade nos arredores da cidade ”. Na Selo Store, de MNMA studio, o óculo proporciona "vistas desobstruídas do céu, não só para iluminar, mas também permitindo um contato lúdico com a natureza, o clima e a passagem do tempo".

Melbourne Quakers Center / Nervegna Reed Architecture + ph Architects. Image © John Gollings
Melbourne Quakers Center / Nervegna Reed Architecture + ph Architects. Image © John Gollings

Projetada pela Fragmenture, a L&W House é configurada em torno de um módulo central de linhas retas e suaves. Aqui, as claraboias circulares cobertas por cúpulas transparentes fornecem luz abundante para a sala de jantar e a cozinha, funcionando como um contrapeso à ortogonalidade do mobiliário. No caso do pavilhão de Malan Vorster Architecture Interior Design, a "vigia" é usada para destacar uma distinta escadaria revestida de madeira.

House L & W / Fragmenture. Image © Dennis De Smet
House L & W / Fragmenture. Image © Dennis De Smet
Private Gymnasium Pavilion & Guest Unit / Malan Vorster Architecture Interior Design. Image © Adam Letch
Private Gymnasium Pavilion & Guest Unit / Malan Vorster Architecture Interior Design. Image © Adam Letch

Nos Estados Unidos, a House in Mill Valley de Turnbull Griffin Haesloop Architects é "pontilhada" por claraboias circulares, preenchendo o interior com a luz filtrada pelas árvores circundantes. No Líbano, a pousada projetada por Carl Gerges Architects inclui uma adega subterrânea cor de vinho "iluminada por uma claraboia circular que abriga uma atmosfera elementar e sinestésica. Um silêncio primitivo com iluminação solene combina intuitivamente bem com o ar fresco e úmido que cheira a torrada, aveia e almíscar."

Mill Valley Guesthouse / Turnbull Griffin Haesloop Architects. Image © David Wakely
Mill Valley Guesthouse / Turnbull Griffin Haesloop Architects. Image © David Wakely
Cana Guesthouse / Carl Gerges Architects. Image © Carl Gerges Architects
Cana Guesthouse / Carl Gerges Architects. Image © Carl Gerges Architects

Confira mais projetos selecionados aqui.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Franco, José Tomás. "Funcionais e simbólicas: claraboias circulares em residências e edifícios públicos" [Funcionales pero simbólicos: Tragaluces circulares en viviendas y edificios públicos] 06 Jan 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/954344/funcionais-e-simbolicas-claraboias-circulares-em-residencias-e-edificios-publicos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.