UNStudio conclui as primeiras 37 estações da rede de metrô de Doha, no Catar

UNStudio conclui as primeiras 37 estações da rede de metrô de Doha, no Catar

O UNStudio revelou imagens das primeiras estações concluídas na nova rede de metrô de Doha, um dos sistemas autônomos mais avançados e rápidos do mundo. A primeira fase do Projeto Ferroviário Integrado do Catar (QIRP) envolveu a construção de três linhas de metrô (Vermelha, Verde e Dourada), com 37 estações concluídas.

Estação  Msheireb. Imagem © Hufton+CrowEstação  Msheireb. Imagem © Hufton+CrowEstação DECC. Imagem © Hufton+CrowEstação Qatar National Library. Imagem © Hufton+Crow+ 19

Focando na mobilidade como placemaking, UNStudio criou uma proposta para os projetos de estações da, totalmente nova, rede de Metrô de Doha e colaborou com o Departamento de Arquitetura Ferroviária do Catar no desenvolvimento de um Manual de Marca Arquitetônica. Atualmente, em desenvolvimento pela Qatar Railways Company (RAIL), o projeto compreende um sistema ferroviário completo, composto por quatro linhas de metrô com aproximadamente 30 estações na fase 1 e outras 40 estações na fase 2.

Estação  Msheireb. Imagem © Hufton+Crow
Estação Msheireb. Imagem © Hufton+Crow

Vamos nos mover de maneira diferente no futuro. A mobilidade está mudando rapidamente, desde a introdução de veículos autônomos até os bondes urbanos e o Hyperloop. Os centros de mobilidade do futuro precisam responder e atender a essas mudanças. A fim de encorajar o uso de formas de transporte mais sustentáveis, essas estações não devem apenas garantir um fluxo regular de passageiros, mas devem realmente atrair o público; serem lugares nos quais eles desejam visitar e voltar. - Ben van Berkel.

Estação  Msheireb. Imagem © Hufton+Crow
Estação Msheireb. Imagem © Hufton+Crow

Criando estações com apelo público e forte identidade, UNStudiofez uso de princípios de design urbano para criar espaços públicos que melhoram a experiência urbana na escala de pedestres e constroem novos hábitos para a comunidade de Doha”. Voltadas principalmente para a geração de um serviço eficiente e confiável que incentive o uso do transporte público em um país onde a maioria das pessoas depende do automóvel, as diferentes intervenções são instantaneamente reconhecidas na cidade, como uma lembrança permanente do sistema alternativo, através da introdução de diversas escalas de identidade para o usuário: identidade da rede, identidade da linha e identidade da estação.

Estação Al Riffa. Imagem © Hufton+Crow
Estação Al Riffa. Imagem © Hufton+Crow

A celebração da chegada e da partida sempre foi encontrada no design das estações. Para a Rede de Metrô de Doha, planejamos um sistema paramétrico adaptável que cria interiores abertos, leves e acolhedores para cada uma das estações. As características arquitetônicas tradicionais do Catar são reinterpretadas para incorporar novas qualidades transformadoras que capturam a luz do dia e a direcionam para os interiores, criando atmosferas inspiradoras e iluminadas. - Ben van Berkel.

Estação DECC. Imagem © Hufton+Crow
Estação DECC. Imagem © Hufton+Crow

Inspirando-se no contexto, ao introduzir modernização e preservação, o conceito traz a noção de Caravanserais, “pousadas com pátios fechados que serviam de ponto de encontro e descanso em antigas rotas de comércio”. Utilizando elementos existentes na arquitetura da região, o projeto reinterpreta os espaços abobadados através de uma abordagem contemporânea. Além disso, enquanto “os exteriores fazem referência à força monolítica da arquitetura antiga do Catar, os espaços interiores criam um efeito radiante de movimento e fluidez”. Na verdade, por meio do uso de ornamentação e paleta de materiais exclusivos do Catar, grandes espaços internos são divididos e os pedestres são facilmente guiados.

Estação West Bay. Imagem © Hufton+Crow
Estação West Bay. Imagem © Hufton+Crow

Através da produção de um manual de design e com o uso de design paramétrico adaptativo, foi possível criar um projeto com muitas variantes, mas que mantém uma identidade coerente em todas as estações. Desta forma, podemos combinar diferenças contextuais locais dentro de uma identidade geral e adaptar parametricamente fatores físicos como sinalização, entrada da luz do dia, fluxos de passageiros, elementos construtivos, etc. em um sistema complexo, mas extremamente disciplinado. - Ben van Berkel.

Estação  Msheireb. Imagem © Hufton+Crow
Estação Msheireb. Imagem © Hufton+Crow

Qatar Integrated Railway, Doha, Catar, 2012-2019 (Fase 1)

  • Cliente: Qatar Railways Company
  • Localização: Doha, Catar
  • Arquiteto: UNStudio
  • Status: primeira fase completa
  • Estrutura, Engenharia Elétrica, Mecânica e Hidrossanitária: RHDHV
  • Iluminação: AG Licht
  • Sinalização: Mijksenaar
  • Análise de Fluxos: MIC – Mobility in Chain
  • Engenharia Fachada: Inhabit
  • Acústica: Arup
  • Sistema Anti-Incêndio: AECOM
  • Conselhos Técnicos de Paisagismo: AECOM

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "UNStudio conclui as primeiras 37 estações da rede de metrô de Doha, no Catar" [UNStudio Completes First 37 Stations on the Doha Metro Network, in Qatar] 15 Set 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/947457/unstudio-conclui-as-primeiras-37-estacoes-da-rede-de-metro-de-doha-no-catar> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.