Pavilhão da Hungria na Bienal de Veneza 2020 revisita 12 ícones modernos de Budapeste

Pavilhão da Hungria na Bienal de Veneza 2020 revisita 12 ícones modernos de Budapeste

O Pavilhão Húngaro na Biennale di Venezia de 2020 fará um apanhado sobre as principais obras modernistas construídas na cidade de Budapeste. Doze escritórios de arquitetura foram convidados para participar da exposição que pretende apresentar uma visão alternativa de algusn ícones da arquitetura moderna do país, apresentando uma reflexão sobre o valor e o legado do modernismo húngaro e o seu impacto no desenvolvimento da arquitetura contemporânea. Nesta 17ª edição da Exposição Internacional de Arquitetura da Biennale, o pavilhão húngaro terá curadoria de Dániel Kovács, um jovem historiador de arquitetura.

Cortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão HúngaroCortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão HúngaroCortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão HúngaroCortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão Húngaro+ 7

Cortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão Húngaro
Cortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão Húngaro

Othernity, como foi chamada a proposta da equipe magiar, será a primeira participação da Hungria na Exposição Internacional de Arquitetura da Biennale. A edição deste ano tem como principal objetivo estabelecer novos métodos colaborativos de defesa do patrimônio histórico mundial. Os espaços do pavilhão da Biennale será dividido em duas seções: a primeira abarcará o tempo passado e presente relativo a estes edifícios, enquanto que a segunda apresentará novas perspectivas relacionadas aos esforços colaborativos desenvolvidos até então. Como explicam os organizadores, todos os doze edifícios que fazem parte da exposição húngara foram construídos entre 1962 e 1986, sendo que a maioria deles permanece fiel as suas condições originais. Entretanto, quase todos eles estão seriamente ameaçados principalmente devido a sua obsolescência funcional e também ao avanço do capital e da especulação imobiliária em seus respectivos entornos. A proposta magiar para a exposição internacional da Biennale oferecerá uma visão alternativa que pretende revalorizar e ressignificar estas estruturas para que as mesmas possam continuar existindo no futuro.

Cortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão Húngaro
Cortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão Húngaro

Kovács está dividindo o trabalho de curadoria do pavilhão com seus colegas Attila Róbert Csóka, Szabolcs Molnár e Dávid Smiló. Juntos, eles definiram alguns elementos comuns que serviram de base para a escolha dos escritórios participantes. Por um lado, era importante que os arquitetos selecionados tivessem experiencia trabalhando com arquitetos locais e que fossem conscientes dos problemas relativos à conservação do patrimônio arquitetônico construído durante a ocupação soviética da região centro-leste européia. Por outro lado, a proposta procura estabelecer um certo distanciamento do contexto histórico específico para aproximar tais obras de um ponto de vista mais contemporâneo. Por último, os projetos escolhidos deveriam ser caracterizados por uma atitude experimental e inovadora para a época.

Escritórios de arquitetura participantes no projeto:

  • A-A Collective (Polônia / Dinamarca / Suíça)
  • Architecture Uncomfortable Workshop (Hungria)
  • b210 (Estônia)
  • BUDCUD (Polônia)
  • KONNTRA (Eslovênia / Macedônia  / Croácia)
  • MADA Architecture studio (Sérvia)
  • MNPL WORKSHOP (Ucrânia)
  • Paradigma Ariadné (Hungria)
  • PLURAL (Eslováquia)
  • Vojtěch Rada (República Tcheca)
  • RLOALUARNAD (Estônia / Reino Unido)
  • Studio Act (Romênia)

News via Venice Biennale, Hungarian Pavilion

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Pavilhão da Hungria na Bienal de Veneza 2020 revisita 12 ícones modernos de Budapeste" [Hungarian Pavilion to Reimagine 12 Modernist Icons in Budapest] 07 Mar 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/934997/pavilhao-da-hungria-na-bienal-de-veneza-2020-revisita-12-icones-modernos-de-budapeste> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.