Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Arquicast #72: Cem anos de Bauhaus!

Arquicast #72: Cem anos de Bauhaus!

Arquicast #72: Cem anos de Bauhaus!
Arquicast #72: Cem anos de Bauhaus!, © Birgit Böllinger
© Birgit Böllinger

Aproveitando as comemorações pelos 100 anos de sua fundação, o Arquicast #72 fala sobre a Escola Bauhaus e a influência que teve na formação de uma geração de arquitetos, além da influência na própria estruturação do ensino de arquitetura e urbanismo nos diversos cursos espalhados por diferentes continentes. Convidamos o arquiteto Caio Dias, do Portal Projetar, e o arquiteto e editor do Archdaily, Romullo Barato, para este bate-papo que, de maneira informal e informativa, percorreu um pouco da história da escola, de seus fundadores e de todo o contexto que sempre influenciou os diferentes momentos vividos pela instituição.

Inicialmente sediada em Weimar e conhecida por priorizar a relação entre teoria e prática na formação profissional, a ideia da Escola nasce dos movimentos vanguardistas da virada do século XIX para o XX, especialmente o movimento Arts & Crafts na Inglaterra e o Deutscher Werkbund na Alemanha, ambos envolvidos em compreender e explorar a relação entre a nascente industrialização e os modos de produção social e urbana que impactaram o mercado de trabalho e a vida em sociedade. Será dentro do contexto sindicalizado dos trabalhadores artesãos e dos arquitetos que se destacará a figura de Walter Gropius, primeiro diretor e fundador da escola, para a qual empresta toda a sua ideologia sobre o que é arquitetura e sobre a importância utilitária do fazer artístico pertinente à disciplina de design nas suas diferentes manifestações.

Apesar de reconhecerem ao menos três diferentes etapas que marcam o percurso histórico da escola a partir de sua fundação, nossos convidados destacam a premissa de ruptura e inovação que permeou todas elas, na qual o pensamento social esteve presente na busca por uma ampliação do alcance do bom design para o cotidiano das pessoas, na valorização do saber-fazer tradicional dos mestres artesãos e na reflexão sobre o melhor emprego da tecnologia disponível, em diferentes escalas. Tal quebra de paradigma no ensino resultou num corpo docente bastante heterodoxo, com professores como Johhanes Itten e sua visão individualizada do processo de ensino e aprendizagem; e também se encontra refletido na estrutura curricular e no próprio espaço físico da escola, como foi possível perceber com a construção da segunda sede, em Dessau.

O projeto do edifício de Dessau, de autoria de Walter Gropius, reflete a ideologia da escola e seu compromisso com o geniu loci de seu tempo, explicitado nos materiais e processos construtivos que caracterizam a obra. Toda a lógica de implantação, a escolha do terreno e o programa, que incluía a residência de professores e alunos, reforçam a visão de seus fundadores que muitas vezes foi de encontro aos costumes da população e até mesmo às políticas dominantes, trazendo conflitos ideológicos para o interior da escola e interferindo em sua proferida autonomia, como comentam os convidados. O período entre guerras e a ascensão do partido nazista na Alemanha são exemplos de como o contexto influiu na estrutura original da escola, física e administrativamente.

Ouça aqui para saber mais sobre as diversas nuances de uma mesma história, além de curiosidades que certamente irão enriquecer o legado de uma das mais importantes matrizes de ensino de arquitetura e urbanismo, sendo referência ainda nos dias atuais, a ver pelas centenas de celebrações mundo afora dedicadas ao tema.

Texto de Aline Cruz

Sobre este autor
Cita: Arquicast. "Arquicast #72: Cem anos de Bauhaus!" 28 Mai 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/917903/arquicast-number-72-cem-anos-de-bauhaus> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.