Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. 10 Maneiras diferentes de medir a altura de um arranha-céu

10 Maneiras diferentes de medir a altura de um arranha-céu

  • 13:00 - 2 Fevereiro, 2019
  • por
  • Traduzido por Vinicius Libardoni
10 Maneiras diferentes de medir a altura de um arranha-céu
10 Maneiras diferentes de medir a altura de um arranha-céu, Da esquerda para a direita: One World Trade Center, image © James Ewing; Burj Khalifa, image © <a href='https://en.wikipedia.org/wiki/File:Burj_Khalifa.jpg'>Wikimedia user Donaldytong</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>CC BY-SA 3.0</a>; Taipei 101, image © <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Taipei_101_from_afar.jpg'>Wikimedia user peellden</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>CC BY-SA 3.0</a>; Shanghai Tower, image © Gensler/Shen Zhonghai.
Da esquerda para a direita: One World Trade Center, image © James Ewing; Burj Khalifa, image © Wikimedia user Donaldytong licensed under CC BY-SA 3.0; Taipei 101, image © Wikimedia user peellden licensed under CC BY-SA 3.0; Shanghai Tower, image © Gensler/Shen Zhonghai.

Como se mede a altura de um edifício? Onde é que devemos amarrar a nossa cota de nível? A história deste trabalho de medição remonta a 1885, bem antes de conhecermos as mais modernas tecnologias de desenho como o AutoCAD ou o Revit. O Home Insurance Building de Chicago, foi o primeiro a se gabar do título de edifício mais alto do mundo. No entanto, foi apenas em 1969 que o Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH) - ou Joint Committee on Tall Buildings, como foi originalmente conhecido - foi fundado com o principal propósito, entre tantos outros, de regulamentar a maneira como se medem as alturas destes edifícios. Reconhecido como a principal autoridade em relação aos arranha-céus, o CTBUH é frequentemente citado quando se fala do edifício mais alto do mundo (ou de um país). No entanto, o CTBUH não é a única organização voltada ao dimensionamento de edifícios em altura; a Global Building Information Database, comumente conhecida por Emporis, também é um importante referente no que se trata de edifícios em altura. De acordo com estas duas instituições, existem dez diferentes maneiras para se medir a altura de um edifício.

Métodos CTBUH

Segundo o CTBUH, há apenas três maneiras regulamentadas para se definir a altura total de um arranha-céu, todas as quais partem do nível do piso acabado mais baixo do lado de fora da entrada do edifício

Cortesia de CTBUH
Cortesia de CTBUH

1. Topo arquitetônico

Esta é a maneira mais comum de medir a altura de um edifício. O topo de um edifício inclui qualquer tipo de estrutura ou ornamentos, como pináculos ou parapeitos, mas não considera aquilo que o CTBUH chama de “equipamentos técnico-funcionais". Equipamentos técnico-funcionais são qualquer coisa que possa estar sujeita a alterações, como um mastro de bandeira por exemplo, ou antenas e objetos de sinalização. Este método é aplicado para determinar os edifícios mais altos do mundo segundo o CTBUH, embora a subjetividade do que é "arquitetônico" e o que não é, seja bastante discutível.

Cortesia de CTBUH
Cortesia de CTBUH

2. Pavimento ocupado

Para ser considerado um pavimento ocupado, o mesmo deve ter sido projetado como um espaço condicionado, adequado à receber pessoas regularmente. Espaços técnicos de qualquer ordem não são considerados espaços habitáveis.

Cortesia de CTBUH
Cortesia de CTBUH

3. O cume

O cume de um edifício é o seu ponto extremo, seja qual for o tipo de sua estrutura. Por exemplo, o "architectural top" da Willis Tower é a cota do piso de cobertura, ou seja, 442 metros de atura, enquanto que seu cume atinge à marca de 527 metros acima do nível do acesso mais baixo.

Cortesia de CTBUH
Cortesia de CTBUH

Métodos Emporis

Além dos três métodos anteriormente citados, a Emporis regulamentou outras tantas maneiras para determinar a altura global de um edifício. Para que estes dados sejam mais facilmente compreendidos, a Emporis definiu diferentes padrões ou categorias para se fazer esta medição. Algumas utilizam dados bastante precisos e exatos, enquanto que outras, apenas fornecem dados estimados. Outros sistemas foram projetados para medir os espaços internos de um edifício. Há também variações na linha de base utilizada para medir a altura global de um edifício: enquanto a CTBUH utiliza o nível acabado do acesso mais baixo, a Emporis define o ponto de partida segundo o nível mais baixo onde o edifício encontra o solo, independentemente dos níveis de seus pisos acabados.

4. Estimação

Para calcular a altura estimada de um edifício, a Emporis recorre a uma lista de dados conhecidos. Por exemplo, a altura aproximada, considerando apenas os níveis dos pavimentos.

5. Piso a teto

Aqui não há nenhum mistério, ou seja, a Emporis utiliza a distância total "de piso ao teto" de um edifício para calcular a sua altura. Assim, é possível estimar a sua altura (ainda que muito aproximadamente), calculando a soma dos pés-direitos de todos os pavimentos de um edifício.

6. Piso a piso

Outro método utilizado pela Emporis que fornece apenas dados aproximados, calculando a soma das alturas entre os pavimentos de um edifício. Para estimar a altura total de um arranha-céu, o método de piso à piso é mais confiável que o piso à teto, pois considera também a estrutura do edifício como um todo.

7. Cobertura

Edifícios com níveis de cobertura bem definidos podem utilizar facilmente esse método para medir a sua altura total. Esta medida não inclui outras estruturas como pináculos ou torres.

8. Deque de observação

Do nível zero à torre de observação. Uma plataforma de observação é definida como um espaço exterior utilizado como área de observação, como aquele projetado recentemente pela Meganom para o seu mais novo arranha-céu de luxo em Manhattan.

9. Nível de observação

Diferentemente do deck de observação, a altura do nível de observação é definido por um espaço de observação fechado. Para se ter uma idéia do que isso significa, é só lembrar da torre de observação panorâmica projetada para a Antalya Expo 2016.

10. Telhado

A altura de cobertura é o ponto externo mais alto do invólucro de fechamento de um edifício. Isso significa que pináculos ou parapeitos não são considerados, mas por outro lado, ele inclui as coberturas de outras estruturas secundárias que o método de "cobertura" não considera para a medição oficial.

Como pudemos ver, existem diversas maneiras para se definir a altura de um edifício. Mas, em última análise, o método utilizado depende das informações que você está procurando. O objetivo é utilizar sempre o mesmo método para comparar a altura de diferentes edifícios.

Sobre este autor
Cita: Lindsey Leardi. "10 Maneiras diferentes de medir a altura de um arranha-céu" [The 10 Different Ways to Measure a Skyscraper's Height] 02 Fev 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/910442/10-maneiras-diferentes-de-medir-a-altura-de-um-arranha-ceu> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.