O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Habitação e o futuro da infraestrutura urbana: entrevista com Sara Göransson

Habitação e o futuro da infraestrutura urbana: entrevista com Sara Göransson

Habitação e o futuro da infraestrutura urbana: entrevista com Sara Göransson
Habitação e o futuro da infraestrutura urbana: entrevista com Sara Göransson, Parque público no topo da Gamla Lidingöbron. Imagem Cortesia de Urban Nouveau
Parque público no topo da Gamla Lidingöbron. Imagem Cortesia de Urban Nouveau

O estúdio sueco Urban Nouveau criou um plano para salvar a ponte Gamla Lidingöbron, em Estocolmo, transformando-a em um parque linear e habitações. Depois de lançar uma petição para salvar a ponte e reutilizá-la, o ArchDaily buscou Sara Göransson, sócia fundadora da Urban Nouveau, para perguntar sobre sua formação e como o estúdio aborda a integração social, a moradia e o futuro da infraestrutura urbana.

Connecting-Stockholm, uma estratégia para o crescimento urbano regional. Imagem Cortesia de Urban Nouveau Gamla Lidingöbron. Image Courtesy of Urban Nouveau Sketch showing life inside the apartments of the Gamla Lidingöbron. Imagem Cortesia de Urban Nouveau Foto aérea da favela de Yerawada, em Pune, India. Imagem Cortesia de Urban Nouveau + 7

Inspiração rural para o rio Ångermanälven em Sollefteå, Suécia. Imagem Cortesia de Urban Nouveau
Inspiração rural para o rio Ångermanälven em Sollefteå, Suécia. Imagem Cortesia de Urban Nouveau

O que te inspirou a estudar arquitetura?

Sara: Eu sou de uma bela região rural no norte da Suécia. Mas, devido à urbanização, o que antes era uma comunidade próspera, baseada em silvicultura e agricultura, tornou-se uma região despovoada, com muitas casas e fazendas abandonadas. Atravessar essa paisagem e ver essas preciosas casas deixadas em decadência é o que me inspirou a estudar engenharia civil. Eu vi isso como um meio de cuidar e restaurar esses edifícios. Esta inspiração inicial de respeitar o contexto existente permaneceu um valor fundamental para mim como arquiteta e desenvolvedora urbana.

Seu trabalho analisa a integração social, incluindo o uso de Estocolmo como estudo de caso. Como você vê a cidade se desenvolvendo no futuro e apoiando a integração social?

Sara: Estocolmo é uma das cidades que mais cresce na Europa e há uma enorme oportunidade para mudar a reputação da cidade como uma das cidades mais segregadas do mundo. O desenvolvimento urbano em Estocolmo foi e ainda é planejado e entregue como ilhas urbanas, muitas vezes desconectadas umas das outras. O Urban Nouveau desenvolveu uma estratégia regional, a Connecting-Stockholm, projetada para curar a cidade, enquadrando o crescimento futuro em "bridge villages" (vilas pontes). Essas vilas são novos bairros onde a habitação, serviços, comércio e assim por diante são projetados especificamente para construir conexões entre os subúrbios existentes e atualmente segregados. Mapeamos 1000 possíveis "vilas pontes" na região e quando o nosso projeto for implementado, Estocolmo poderá se tornar conhecida por ser uma das cidades mais integradas do mundo.

Connecting-Stockholm, uma estratégia para o crescimento urbano regional. Imagem Cortesia de Urban Nouveau
Connecting-Stockholm, uma estratégia para o crescimento urbano regional. Imagem Cortesia de Urban Nouveau

Por que começou o Urban Nouveau?

Sara: Quando começamos a trabalhar na estratégia de incrementação habitacional na Índia em 2008, Filipe e eu começamos a pensar se seria possível criar uma empresa de desenvolvimento urbano que funcionasse em contextos formais e informais, conectando a cidade e o campo, servindo ambos, ricos e pobres. Inspirado pelo movimento Art Nouveau que há 100 anos defendia uma nova consciência da natureza como conceito central, sentimos que era a referência perfeita para uma empresa que queria criar uma nova urbanidade.

Documentação da arquitetura da aldeia na Cova do Vapor, Portugal. Imagem Cortesia de Urban Nouveau
Documentação da arquitetura da aldeia na Cova do Vapor, Portugal. Imagem Cortesia de Urban Nouveau

Seu trabalho cria uma visão holística dos ambientes urbanos e da sociedade em muitas cidades diferentes. Como você acha que as lições das cidades globais podem auxiliar seu trabalho em Estocolmo?

Sara: Estamos trazendo as lições que aprendemos das vilas urbanas da Índia, Brasil, Japão e Portugal para os projetos que estamos desenvolvendo em Estocolmo. Essas lições de densidade, diversidade, comunidade, espontaneidade e criatividade têm seu próprio código de implementação na urbanidade. Usamos essas lições para aliviar os problemas que enfrentamos no contexto sueco, como a solidão, a segregação, a repetição e a preferência pelo genérico.

Gamla Lidingöbron. Image Courtesy of Urban Nouveau
Gamla Lidingöbron. Image Courtesy of Urban Nouveau

Você afirmou que Estocolmo é uma cidade dispersa. Como projetos como o Lidingö Bridge Village ajudam a criar conexões e novas oportunidades para uma cidade?

Sara: O projeto Lidingö Bridge Village salva uma bela e histórica ponte chamada Gamla Lidingöbron da demolição. Nós projetamos um conceito que possui 50 apartamentos dentro da estrutura da ponte. Com as vendas desses apartamentos, o Urban Nouveau financiará a completa renovação e fortalecimento da ponte, conservando um ícone local. Nós também projetamos um parque público no topo da ponte que se tornará uma conexão social e verde entre Estocolmo e a ilha de Lidingö, aberta a todos. Acreditamos que um projeto inovador como esta "bridge village" e parque também pode atrair mais turistas para Estocolmo, adicionando renda à economia local.

Você acredita que as cidades podem adaptar seu modelo para a
Lidingö Bridge em projetos semelhantes em todo o mundo?

Sara: Definitivamente. Depois que o projeto foi publicado internacionalmente recebemos pedidos de cidadãos de Praga para ajudar a salvar a ponte Vyton de sua demolição, bem como de Hamburgo, querendo nosso apoio para preservar a histórica Freihafen-Elbbrücke Cada ponte é única e precisa ser tratada como tal quando se trata de desenvolver uma solução adequada para o futuro. Mas as pontes de aço podem durar para sempre se forem mantidas adequadamente e é sempre uma má escolha demoli-las quando há maneiras de trazer uma nova vida a esses ícones majestosos. O Urban Nouveau ficaria muito feliz em trabalhar em outros projetos de pontes ao redor do mundo.

Sketch showing life inside the apartments of the Gamla Lidingöbron. Imagem Cortesia de Urban Nouveau
Sketch showing life inside the apartments of the Gamla Lidingöbron. Imagem Cortesia de Urban Nouveau

Arquitetos constantemente enfrentam questões de diminuição de escopos de projetos. Como você acha que arquitetos e designers irão adaptar maneiras de praticar para avançar nas profissões de projeto nas próximas décadas?

Sara: Acho que assumir o processo completo é o caminho a seguir para arquitetos e designers. Nós entendemos que, como arquitetos e urbanistas, nosso papel é limitado quando se trata de implementar nossas visões da maneira como elas foram planejadas. Portanto, evoluímos nosso papel para nos tornarmos desenvolvedores também. Desta forma, podemos garantir que os valores fundamentais de um projeto sejam implementados sem compromissos.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Habitação e o futuro da infraestrutura urbana: entrevista com Sara Göransson" [Sara Göransson on Housing and the Future of Urban Infrastructure] 19 Nov 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Pereira, Matheus) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/906009/habitacao-e-o-futuro-da-infraestrutura-urbana-entrevista-com-sara-goransson> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.