Bogotá, segundo a fotografia de Germán Téllez

Bogotá, segundo a fotografia de Germán Téllez

A modernização de Bogotá entre 1940 e 1970 captada em reportagens fotográficas urbanas e arquitetônicas, foi consignada em diversos livros, revistas e fotolivros da época, assim como imagens de arquivos públicos e privados da cidade. Todos esses registros revelam uma aproximação intencional, e inclusive crítica, de como a arquitetura moderna reconfigurou os centros das cidades e colocou em relação os novos edifícios e espaços urbanos com paisagem existente.

Quando se trata se analisar o impacto da fotografia a partir da arquitetura, é necessário falar em Paul Beer e Germán Téllez. Dentro do amplo espectro de temas retratados, esses fotógrafos se dedicaram de maneira mais específica à fotografia de arquitetura. Receberam encomendas dos mais prestigiosos escritórios de arquitetura da época e suas imagens mostram valores, relações e aspectos diferentes e complementares da arquitetura e da cidade moderna.

Nesta edição de Bogotá no olhar de 10 fotógrafos conheceremos o legado de Germán Téllez.

© Arquivo Pessoal de Germán Téllez© Arquivo Pessoal de Germán Téllez© Arquivo Pessoal de Germán Téllez© Arquivo Pessoal de Germán Téllez+ 6

© Arquivo Pessoal de Germán Téllez
© Arquivo Pessoal de Germán Téllez

Fotógrafo e, além disso, arquiteto, crítico de arquitetura, historiador, professor e restaurador, Téllez é um dos nomes da fotografia de arquitetura mais importantes da Colômbia no século XX. Nasceu em Bogotá em 1933, estudou arquitetura na Universidade de los Andes e se especializou no Instituto de Urbanismo da Universidade de Paris e no Serviço Nacional de Monumentos Históricos da França. Entre 1959 e 1960 retornou à Colômbia, foi professor de desenho e de história da arquitetura, trabalhou em numerosos projetos de restauro e realizou várias publicações sobre fotografia e arquitetura colonial e moderna.

© Arquivo Pessoal de Germán Téllez
© Arquivo Pessoal de Germán Téllez

Fotografou a obra dos principais arquitetos do país, dentro dos quais de destacam Cuéllar, Serrano, Gómez e Rogelio Salmona, dos quais realizou dois livros monográficos. Também fez trabalhos fotográficos para entidades internacionais como a Sociedade Colonial de Norwich, em Connecticut, e nacionais, como as Bienais de Arquitetura Colombianas. Suas fotografias foram publicadas nas principais revistas e anuários nacionais, assim como em revistas estrangeiras. 

A seleção de fotografias urbanas e arquitetônicas de Téllez que aqui apresentamos, é caracterizada por enquadramentos realizados através de um recorte que demarca e escalona a arquitetura de fundo. Nas fotografias externas, mostra em primeiro plano algum elemento natural de vegetação ou algum elemento do entorno construído que contrasta com os edifícios modernos por seu caráter tradicional, gerando uma intensa relação urbana entre o patrimônio histórico e moderno acentuado pelos contrastes cromáticos de brancos e pretos.

© Arquivo Pessoal de Germán Téllez
© Arquivo Pessoal de Germán Téllez
© Arquivo Pessoal de Germán Téllez
© Arquivo Pessoal de Germán Téllez
Germán Téllez. Image © Arquivo Pessoal de Germán Téllez
Germán Téllez. Image © Arquivo Pessoal de Germán Téllez

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Valencia, Nicolás. "Bogotá, segundo a fotografia de Germán Téllez" [Bogotá, según la fotografía de Germán Téllez] 15 Nov 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Daudén, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/905525/bogota-segundo-a-fotografia-de-german-tellez> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.