O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Bogota

ArchDaily Colômbia agora no Instagram! Uma nova vitrine global para a arquitetura colombiana

15:00 - 14 Julho, 2018
ArchDaily Colômbia agora no Instagram! Uma nova vitrine global para a arquitetura colombiana, © Alex Obonaga [Flickr], licença CC BY-NC-ND 2.0
© Alex Obonaga [Flickr], licença CC BY-NC-ND 2.0

É hora de dar as boas vindas ao @archdailyco no Instagram, a nova vitrine da arquitetura colombiana. A plataforma busca um olhar tanto local quanto global; de clássicos a promessas da arquitetura do país; de trabalhos antigos a um futuro promissor. Reunindo a produção contemporânea e histórica mais relevante da Colômbia, o site e seu novo perfil no Instagram são também uma fonte de inspiração para a arquitetura brasileira. 

E, para começar, escolhemos três projetos elaborados por El Equipo de Mazzanti, CONNATURAL e Estudio Herreros , juntamente com Bermúdez Arquitectos, que apresentamos a seguir.

Convidamos nossos leitores do Brasil, Portugal e demais países lusófonos a seguirem o Instagram do ArchDaily Colômbia e se inspirarem nas melhores produções de nossos vizinhos latinos. 

A rota da arte: uma alternativa para integrar áreas vulneráveis da Colômbia

07:00 - 15 Abril, 2018
A rota da arte: uma alternativa para integrar áreas vulneráveis da Colômbia, Caminhando pela BIACI - 1a Bienal Internacional de Arte de Cartagena. Imagem © Sol Robayo [Flickr], sob licença CC BY 2.0
Caminhando pela BIACI - 1a Bienal Internacional de Arte de Cartagena. Imagem © Sol Robayo [Flickr], sob licença CC BY 2.0

"Outras noites como tantas das cores da cidade, transformando uma esquina em obra se arte sem cessar, mas é tudo um artista que compartilha sua visão", canta Skool 77 em Color en la ciudad, e claro, a rota do grafite se transformou em um dos atrativos turísticos para solucionar diversas problemáticas em áreas vulneráveis de diversas cidades e municípios na Colômbia.

Trata-se de uma iniciativa que, além de disfrutar a contemplação de belos murais e projetos inovadores de renovação urbana, busca também despertar o espírito de empreendimento em crianças, jovens e adultos que participam na elaboração do Arte Callejero, e que através da cor, hoje devolvem esperança à população, deixando para trás as diferenças e ensinando a todos que somos iguais.

Cinco projetos urbanos que transformaram suas cidades

10:00 - 8 Abril, 2018
Cinco projetos urbanos que transformaram suas cidades, Metrocable, Medellín© Guía de Viajes Oficial de Medellín, via Flickr. Licença CC CC BY 2.0
Metrocable, Medellín© Guía de Viajes Oficial de Medellín, via Flickr. Licença CC CC BY 2.0

Há mudanças em uma cidade que vão além da superfície. São projetos transformadores, com o poder de gerar um impacto ainda mais profundo do que as modificações estéticas e/ou de infraestrutura. Iniciativas que influenciam positivamente a economia, o meio ambiente e a comunidade que os recebe – de maneiras inesperadas ou até sem precedentes.

Medellín confirma que a poluição ambiental é a mais preocupante na Colômbia

12:00 - 19 Março, 2018
Medellín confirma que a poluição ambiental é a mais preocupante na Colômbia, Uma iniciativa de Low Carbon City consistiu em colocar máscaras em estátuas de Botero em Medellín, como resultado do estado atual de poluição. Imagem via La Ciudad Verde [Facebook]
Uma iniciativa de Low Carbon City consistiu em colocar máscaras em estátuas de Botero em Medellín, como resultado do estado atual de poluição. Imagem via La Ciudad Verde [Facebook]

Em 6 de março, a poluição ambiental em Medellin (Colômbia) aumentou os alertas em seu grau máximo. Durante três dias, se tem dificultado as restrições à circulação de veículos (conhecida localmente como pico e placa) e a produção industrial. De acordo com especialistas consultados pelo jornal local El Tiempo, em duas semanas a situação será "a mais crítica" em termos de condições climáticas.

Devido a situações como esta, na Colômbia o monitoramento e controle da qualidade do ar tem tomado maior relevância, uma vez que uma de cada oito mortes em todo o mundo é causada pela poluição do ar, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 2015, houve 10.527 mortes e 67,8 milhões de sintomas e doenças associadas a esse fenômeno na Colômbia, conforme relatado pelo Departamento de Planejamento Nacional em 2017, após um relatório sobre os custos na saúde associados à degradação ambiental.

Ágora-Bogotá / Estudio Herreros + Consorcio Bermúdez Arquitectos

21:00 - 5 Março, 2018
Ágora-Bogotá / Estudio Herreros + Consorcio Bermúdez Arquitectos , © Enrique Guzmán
© Enrique Guzmán

© Enrique Guzmán © Javier Callejas © Javier Callejas © Enrique Guzmán + 16

  • Arquitetos

  • Localização

    Bogotá, Bogota, Colômbia
  • Autores do projeto

    Juan Herreros, Daniel Bermúdez, Jens Richter
  • Diretores

    Ramón Bermúdez, Gonzalo Rivas, Stan Van der Maas
  • Equipe

    Carmen Antón (eH), Juan Carlos Ardila , David Barbosa, Jaime Barrera , Julián Beltrán, Camilo Brito, David Caballero, Laura Dorado, María Franco, Raúl García, David Gómez, Airam González, Iván Guerrero, Andrés Gutiérrez, Sergio Jiménez, Víctor Lacima, Juan Fernando Martínez, Margarita Martínez, Ana María Noriega, Juan Camilo Ortegón, Mª Ángeles Peñalver, Abraham Piñate, Juan Reyes, María Ríus, Alberto Roa, Luis Ángel Rivera, Esteban Salcedo, Beatriz Salinas, Paula Sopó, Martha Sosa Dias, Catalina Venegas
  • Área

    70000.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

Fotografias aéreas mostram as grandes obras de arquitetura e engenharia de Bogotá

07:00 - 17 Fevereiro, 2018
Fotografias aéreas mostram as grandes obras de arquitetura e engenharia de Bogotá, La Biblioteca Virgilio Barco vista de uma perspectiva inspirada no filme 'Inception'. Imagem © Camilo Monzón
La Biblioteca Virgilio Barco vista de uma perspectiva inspirada no filme 'Inception'. Imagem © Camilo Monzón

O Instagram do designer gráfico e diretor criativo colombiano Camilo Monzón não é um mero catálogo de obras icônicas de Bogotá como tantos outros.

Camilo explica que sua maneira particular de registrar a cidade surgiu quando testava seu drone. "Percebi que as coberturas dos edifícios próximos me mostravam um lado não editado de Bogotá que deveria ser revelado e apresentado a todos", disse ele em uma conversa com o ArchDaily en Español. "Penso nisso como uma redescoberta da cidade."

Fundação Santa Fe de Bogotá / El Equipo de Mazzanti

21:00 - 5 Fevereiro, 2018
Fundação Santa Fe de Bogotá / El Equipo de Mazzanti, © Alejandro Arango
© Alejandro Arango

© Alejandro Arango © Alejandro Arango © Andrés Valbuena Cortesia de El Equipo de Mazzanti + 63

  • Arquitetos

  • Localização

    Bogotá, Bogotá, Colômbia
  • Arquiteto Responsável

    Giancarlo Mazzanti
  • Equipe de Projeto

    Giancarlo Mazzanti, Sebastián Negret, Fredy Fortich, Alberto Aranda, Felipe Pombo, Rocío Lamprea, César Grisales, Juan Sebastián Muñoz, Lorenza Baroncelli, Marcela Gómez, Julián Otalora, Trinidad Guzmán, Sebastián Corredor, Daniel Cely, Ana Varona, Manuela Guzmán, Juan Carlos Zúñiga, Dorotea Rojas, Diego Casas, Laura Luque, Juan Sebastián Tocaruncho, Iván Bernal, Maria Sol Echeverry, Patricia Gualteros.
  • Arquiteto Técnico

    Clara Vila
  • Desenhista Técnico

    Julián Otalora
  • Área

    32000.0 m2
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

HG - Casa Gerontológica / R+B Diseño Experimental

13:00 - 25 Dezembro, 2017
HG - Casa Gerontológica / R+B Diseño Experimental, © Ernesto Monsalve Pino
© Ernesto Monsalve Pino

© Ernesto Monsalve Pino © Ernesto Monsalve Pino © Ernesto Monsalve Pino © Ernesto Monsalve Pino + 34

Habemus / Gabriel Carvajal-Niño

21:00 - 17 Novembro, 2017
Habemus / Gabriel Carvajal-Niño, © Luis Fernando Ramos
© Luis Fernando Ramos

© Luis Fernando Ramos  © Luis Fernando Ramos  © Luis Fernando Ramos  © Luis Fernando Ramos  + 19

A concepção da arte como arquitetura

07:00 - 12 Outubro, 2017
A concepção da arte como arquitetura, A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky
A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky

Desde o princípio do século XIX, sob a influência de Jean Nicolás Luis Durand, a composição começou a se relacionar fortemente à concepção arquitetônica. Em si, esta remete a ideia de pensar um projeto de acordo com os princípios de regularidade e hierarquia para criar um equilíbrio. Entretanto, a composição não parece falar sobre a origem da concepção de desenho, mas também de um processo de que se move entre o uso de dispositivos arquitetônicos, a adoção de processos agregativos e de operações "objetivas" como mecanismos para pensar um projeto. 

K. Michael Hays, professor da Escola de Arquitetura e Design de Harvard, fala sobre diferentes maneiras de pensar a arquitetura, e ainda remete constantemente à composição, centrando-se na imaginação como modo de pensar essa disciplina. 

A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky A Bit of Nostalgia. Imagem © Angélica Teuta + 14

Três cidades que usaram o urbanismo para se reinventar

10:00 - 9 Outubro, 2017
Três cidades que usaram o urbanismo para se reinventar, Bruxelas, Bélgica. Image © saigneurdeguerre via Visualhunt /  CC BY-NC-SA
Bruxelas, Bélgica. Image © saigneurdeguerre via Visualhunt / CC BY-NC-SA

Cidades têm de acompanhar o ritmo da sociedade. Por isso, se reinventam. Ou deveriam. Pois, quando o pensamento urbanístico é deixado de lado, os problemas aparecem. A falta de acessibilidade, a centralização de serviços públicos, o pouco estímulo ao uso do espaço urbano e até a violência são alguns dos pontos que acometem as cidades mal planejadas.

William McDonough divulga projeto de edifício biomimético para a UEAN em Bogotá

15:00 - 30 Setembro, 2017
William McDonough divulga projeto de edifício biomimético para a UEAN em Bogotá, Cortesia de William McDonough + Partners
Cortesia de William McDonough + Partners

Ao enfrentar a questão da mudança climática, a Universidade EAN (UEAN) em Bogotá, Colômbia, exemplifica a filosofia de projeto ensinada aos seus alunos com seu novo edifício intitulado "Project Legacy". À medida que a próxima geração de estudantes ocupa os assentos do novo auditório, ela fará parte dos conceitos que nortearam o projeto, solidificando seus conhecimentos à medida que experiencia, em primeira mão, os novos espaços. 

O escritório encarregado, William McDonough + Partners, já tem alguma experiência com a abordagem biomimética empregada no edifício. Este conceito reposiciona a indústria humana dentro processos naturais para maximizar o uso de materiais - empregando a recuperação e regeneração de produtos. Estes ciclos perpétuos são uma solução a longo prazo para o sistema dominante que utiliza materiais mais baratos na fabricação.

Cortesia de William McDonough + Partners Cortesia de William McDonough + Partners Cortesia de William McDonough + Partners Cortesia de William McDonough + Partners + 15

Bogotá lança aplicativo que mostra sua evolução urbana nos últimos 20 anos

07:00 - 13 Setembro, 2017
Bogotá lança aplicativo que mostra sua evolução urbana nos últimos 20 anos, Bogotá. Imagem © Fernando Garcia [Flickr], bajo licencia CC BY 2.0
Bogotá. Imagem © Fernando Garcia [Flickr], bajo licencia CC BY 2.0

Você sabe o quanto o valor do solo de Bogotá aumentou? Agora é possível conhecer esses dados graças à Bogotá Evoluciona, uma plataforma digital lançada por Catastro Distrital e que celebra o aniversário de 479 anos da capital colombiana como um bom momento para deixar-se surpreender pelas sucessivas transformações que a cidade passou nos últimos vinte anos.

Bogotá Evoluciona é uma plataforma alimentada pelos Mapas Bogotá, um portal que coloca à disposição global a informação geográfica necessária para o planejamento e desenvolvimento da cidade. Dessa forma, o novo aplicativo faz uma seleção especial dos datos produzidos pelos membros do IDECA (Infraestrutura de Dados Espaciais do Distrito Capital) para gerar um recurso web focado em conhecer o valor do solo, as alturas, os usos e as dinâmicas, tanto residenciais, quanto comerciais.

Quantos edifícios residenciais há em Bogotá?. Imagem via Bogotá Evoluciona Qual foi a evolução do valor do solo em Bogotá?. Imagem via Bogotá Evoluciona Quão altos são os edifícios em Bogotá?. Imagem via Bogotá Evoluciona Qual é o uso dos edifícios de Bogotá?. Imagem via Bogotá Evoluciona + 5

Uma utopia de Le Corbusier chamada Bogotá

12:00 - 7 Setembro, 2017
Uma utopia de Le Corbusier chamada Bogotá, Le Corbusier, Josep Lluis Sert, Paul Lester Wiener, Carlos Arbeláez e Francisco Pizano em Bogotá, publicada na revista Cromos, Bogotá 9 de setembro de 1950. Image © Revista Cronos
Le Corbusier, Josep Lluis Sert, Paul Lester Wiener, Carlos Arbeláez e Francisco Pizano em Bogotá, publicada na revista Cromos, Bogotá 9 de setembro de 1950. Image © Revista Cronos

Originalmente publicado como "Una utopia llamada Bogotá", este artigo abre uma nova colaboração do ArchDaily em Espanhol. Se trata da Bogotá Visível, um projeto de identidade digital e divulgação da Faculdade de Arquitetura e Design da Universidade dos Andes.

Tudo é descoberto pelo avião. As cidades, acima de tudo, são melhor vistas de cima, pois só então podem ser compreendidas em seu nascimento, seu desenvolvimento, felicidade e tristeza, sua economia, seus limites e potencial geográfico. "Do avião, você pode descobrir seu futuro de maneira melhor", disse Le Corbusier, polêmico criador do século XX, quando pensou nas cidades modernas. "E agora, no último sábado eu estava à noite em Nova Iorque e na manhã de segunda-feira, cheguei aqui. É um passeio fantástico".

A primeira visita de Le Corbusier à Colômbia foi em junho de 1947. Chegou por convite de Eduardo Zuleta Ángel, delegado do país na ONU, depois de outro dos muitos fracassos arquitetônicos que teve que enfrentar em sua carreira: havia participado na proposta para a construção da sede das Nações Unidas em Nova Iorque, mas rejeitaram seu projeto. Abatido pelo não do júri, Zuleta convida-o a ministrar duas conferências para que o público de Bogotá pudesse conhecer suas ideias.

Le Corbusier, Manera de pensar el urbanismo, 1946, p. 74: «ruta de vehículos – ruta de peatones». Image © Le Corbusier en Bogotá y Fundación Le Corbusier (FLC) Le Corbusier, Plan Director Bogotá (1950): plano BOG 4210 – Metropolitano. Image © FLC + F. Pizano Le Corbusier, Plan Director para Bogotá. Image © FLC + F. Pizano Le Corbusier, Plano Diretor para Bogotá (1950): plano urbano. Montagem digital com a proposta, incluindo três funções: habitação, trabalho e recriar o corpo e o espírito, correspondendo a uma das versões que aparecem nos slides Pizano, ao lado da colagem de propostas habitacionais. Image © Grupo PAC, Uniandes, 2010 + 12

Fachadas do primeiro projeto de Richard Meier em Bogotá estão prestes a serem concluídas

15:00 - 10 Agosto, 2017

A construção do edifício VITRVM, o primeiro projeto de Richard Meier na Colômbia, está avançando: localizado próximo ao parque El Chicó, em Bogotá, o projeto consiste em duas torres de 13 e 11 pavimentos com um total de 37 apartamentos de até 395 metros quadrados cada.

Segundo o Ícono Urbano, a instalação da fachada da Torre 1 e Torre 2 está 80% e 90% completa, respectivamente, enquanto a cobertura está 35% concluída, além de haver também progressos no desenvolvimento de impermeabilização e na instalação dos acabamentos. A empresa também diz que "as fachadas com revestimento termoacústico foram especialmente concebidas" para este projeto.

O Colectivo MU e o urbanismo na escala humana em Bogotá

12:00 - 3 Agosto, 2017
O Colectivo MU e o urbanismo na escala humana em Bogotá, 17 x 17. Image Cortesía de Sharon Figueroa  / Camilo Amézquita (Colectivo Microurbanismo)
17 x 17. Image Cortesía de Sharon Figueroa / Camilo Amézquita (Colectivo Microurbanismo)

Colectivo Microurbanismo [MU] foi fundado há pouco menos de um ano com o objetivo de recuperar, reorganizar e revitalizar o espaço público em Bogotá através de ações temporárias e participativas. Segundo seus criadores Sharon Figueroa e Camilo Amezquita, isso suscita outras maneiras de abordar questões relevantes na cidade, como a mobilidade, proximidade, acessibilidade, equidade, apropriação, cultura, harmonia, habitabilidade, segurança, paisagem e a dotação de equipamentos públicos.

As intervenções realizadas por MU são descritas como pequenas apropriações ou acupunturas urbanas que tratam distintas temáticas frente a condicionantes específicas da cidade, devolvendo o espaço aos cidadãos em um ato de celebração do público ou propiciando a crítica sobre uma problemática relacionada ao espectro do cívico. "Com este propósito se desenvolveram intervenções de pequena escala elementais desde seu planejamento, atraentes no estético e social, realizáveis desde sua factibilidade, ágeis na execução, amáveis com os habitantes e geradoras de alto impacto na população", enfatizam seus criadores.

Além disso, o coletivo centra-se em várias estratégias de implementação como o urbanismo tático, o conhecimento de projetos concretos formulados através de políticas públicas e a experiência de outros atores do espaço público reforçando o caráter participativo a diferentes escalas em suas intervenções.

 18 x 18. Image Cortesía de Sharon Figueroa  / Camilo Amézquita (Colectivo Microurbanismo) 17 x 17. Image Cortesía de Sharon Figueroa  / Camilo Amézquita (Colectivo Microurbanismo) Propuestas urbanas para el peatón. Image Cortesía de Sharon Figueroa  / Camilo Amézquita (Colectivo Microurbanismo) Calles de juego. Image Cortesía de Sharon Figueroa  / Camilo Amézquita (Colectivo Microurbanismo) + 23

Guia de arquitetura: 12 marcos da independência da Colômbia

07:00 - 25 Julho, 2017
Guia de arquitetura: 12 marcos da independência da Colômbia, Guia de arquitetura: 12 marcos da independência da Colômbia que todo arquiteto deveria conhecer
Guia de arquitetura: 12 marcos da independência da Colômbia que todo arquiteto deveria conhecer

Pouco mais de dois séculos se passaram desde os acontecimentos que estabeleceram as bases para a libertação da Colômbia. Hoje em dia, perduram marcas da história materializadas no tempo e na paisagem - palcos de disputas e lutas; lugares que resguardam a identidade história do país. 

Em comemoração à independência de nosso vizinho latino, selecionamos 12 lugares emblemáticos relacionados à libertação do país há 207 anos, e que por seu valor estético, histórico e geográfico, realçam os valores da arquitetura e do urbanismo colonial e republicano na Colômbia. 

Monumento al pantano de Vargas - Boyacá. Imagem © Guillermo Vasquez [Flickr], Licença CC BY-SA 2.0 Puente del Común - Cundinamarca . Imagem © Pedro Felipe [Wikipedia], Licença  CC BY-SA 4.0 Mompox - Bolivar. Imagem © Aecid Colombia [Flickr], Licença CC BY-SA 2.0 La Quinta Bolivar - Bogotá. Imagem via @BogotaMania [Twitter] + 12

Universidade EAN / Daniel Bonilla + Marcela Albornoz

21:00 - 21 Maio, 2017
Universidade EAN / Daniel Bonilla + Marcela Albornoz, ©  Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila

©  Rodrigo Dávila ©  Rodrigo Dávila ©  Rodrigo Dávila ©  Rodrigo Dávila + 20