O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. A obra de Victor Horta, arquiteto do Art Nouveau

A obra de Victor Horta, arquiteto do Art Nouveau

A obra de Victor Horta, arquiteto do Art Nouveau
© Henry Townsend
© Henry Townsend

Situado ao longo de Bruxelas, a arquitetura de Victor Horta varia do inócuo ao vanguardista. Enquanto muitos de seus edifícios foram concluídos no estilo tradicional do Beaux Arts, são os trabalhos Art Nouveau de Horta - a maioria deles construídos como residências para a elite belga - que são os mais destacados. Emergindo da tradição das artes decorativas e, de certa forma, antecipando a próxima investida do modernismo, os edifícios Art Nouveau de Horta foram erguidos durante uma década fugaz: aproximadamente de 1893 a 1903.

© <a href=‘https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Fachada_Casa_Estudio_V%C3%ADctor_Horta.jpg#/media/File:Fachada_Casa_Estudio_V%C3%ADctor_Horta.jpg'>Creative Commons user estebanhistoria</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>CC BY-SA 3.0</a>  © <a href=‘https://www.flickr.com/photos/martinehrenhauser/8085701304'>Flickr user Martin Ehrenhauser </a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a> © <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Belgique_-_Bruxelles_-_Maison_Horta_-_02.jpg'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.en'>CC BY-SA 4.0</a>  © <a href=‘https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Belgique_-_Bruxelles_-_H%C3%B4tel_Van_Eetvelde_-_18.jpg'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.en'>CC BY-SA 4.0</a> + 19

© <a href=‘https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Fachada_Casa_Estudio_V%C3%ADctor_Horta.jpg#/media/File:Fachada_Casa_Estudio_V%C3%ADctor_Horta.jpg'>Creative Commons user estebanhistoria</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>CC BY-SA 3.0</a>
© Creative Commons user estebanhistoria licensed under CC BY-SA 3.0
© <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/8d/Belgique_-_Bruxelles_-_Maison_Horta_-_02.jpg'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.en'>CC BY-SA 4.0</a>
© Creative Commons user EmDee licensed under CC BY-SA 4.0

Somente após uma inspeção cuidadosa que uma casa da Horta se destaca em uma rua de Bruxelas. Varandas de ferro cuidadosamente trabalhadas e capitéis assumem formas semelhantes a plantas nas suas fachadas Art Nouveau, com um padrão orgânico distinto para cada obra. Motivos naturais permanecem nos interiores, onde as videiras parecem crescer em ferro a partir de treliças e em pinturas em murais de parede.

© <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/18/Hotel_van_Eetvelde%2C_Brussel.jpg'>Creative Commons user Andrei Kanash</a> licensed under <a href=‘https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
© Creative Commons user Andrei Kanash licensed under CC BY-SA 3.0

Juntamente com desenhos semelhantes em pisos de azulejos e vitrais, esses padrões criam um refúgio naturalista fabricado longe da rua e da cidade. Envolvendo práticas da Gesamtkunstwerk - ou “obra de arte total” -, o arquiteto também produziu móveis personalizados para cada uma das casas que projetou. As formas de plantas em claraboias e ladrilhos de piso são levadas para cadeiras e escritórios, onde trepadeiras abstratas e formas de animais trazem vida a objetos domésticos cotidianos. Como David Dernie e Alastair Carew Cox escrevem em seu livro sobre Horta, “Seu estilo tentou ser todo penetrante, fechado a influências externas e afetando todos os detalhes, desde a dobradiça de bronze até o piso de mosaico. Literalmente, pode-se perceber a mão de Horta em todas as partes dos interiores, mundos unidos por um gênio artístico e bastante perturbadores em seu senso de isolamento ”.

 © <a href=‘https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Belgique_-_Bruxelles_-_H%C3%B4tel_Van_Eetvelde_-_18.jpg'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.en'>CC BY-SA 4.0</a>
© Creative Commons user EmDee licensed under CC BY-SA 4.0

Embora os desenhos de Horta - muito parecidos com os produzidos no movimento Arts and Crafts - sejam caracterizados por uma ênfase no mundo natural, suas obras arquitetônicas marcam um desvio da tradição das artes decorativas em sua tridimensionalidade construída e funcional. Também partindo dos padrões florais do movimento Arts and Crafts, Horta disse de forma célebre, “não é a flor que eu gosto de tomar como elemento decorativo, mas o caule”.

 © <a href=‘https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Brussels_-_Hotel_H%C3%B4tel_Tassel.jpg'>Arco Ardon</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en'>CC BY 2.0</a>
© Arco Ardon licensed under CC BY 2.0
 © <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/81/Belgique_-_Bruxelles_-_H%C3%B4tel_Van_Eetvelde_-_20.jpg'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.en'>CC BY-SA 4.0</a>
© Creative Commons user EmDee licensed under CC BY-SA 4.0

Da mesma forma, embora os edifícios de Horta sejam repletos do tipo de materiais industriais que viriam a definir a arquitetura moderna (como vidro e ferro), eles geralmente são usados como ornamento e não por suas propriedades funcionais. Curvo e orgânico, o ferro ainda não é minimalista, mas propositalmente artesanal.

© Gustave Deltour
© Gustave Deltour

Embora o trabalho de Horta seja frequentemente reconhecido como o exemplo mais definitivo da arquitetura Art Nouveau, é, no entanto, profundamente personalizado. Como escreveu um crítico de Horta em 1899, “[ele] não é um construtor, é um artista (...) ele não combina, ele cria; ele não é da escola, ele assumiu um gênero; é melhor que originalidade; é maestria. Ele tem uma concepção de linha que pertence somente a ele ”.

© <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/d/da/Hotel_van_Eetvelde%2C_Victor_Horta.jpg'>Creative Commons user Andrei Kanash</a> licensed under <a href=‘https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
© Creative Commons user Andrei Kanash licensed under CC BY-SA 3.0
© <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/04/Fachada_Casa_Estudio_V%C3%ADctor_Horta.jpg''>Creative Commons user Estebanhistoria</a> licensed under <a href=‘https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
© Creative Commons user Estebanhistoria licensed under CC BY-SA 3.0
via Victor Horta: The Architect of Art Nouveau by David Dernie and Alistair Carew-Cox
via Victor Horta: The Architect of Art Nouveau by David Dernie and Alistair Carew-Cox
 © <a href=https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a9/Belgique_-_Bruxelles_-_H%C3%B4tel_Van_Eetvelde_-_22.jpg'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/deed.en'>CC BY-SA 4.0</a>
© Creative Commons user EmDee licensed under CC BY-SA 4.0
via Victor Horta: The Architect of Art Nouveau by David Dernie and Alistair Carew-Cox
via Victor Horta: The Architect of Art Nouveau by David Dernie and Alistair Carew-Cox
© <a href=‘https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Victor_Horta_Hotel_Tassel.JPG#/media/File:Victor_Horta_Hotel_Tassel.JPG'>Creative Commons user Karl Stas</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/'>CC BY-SA 3.0</a>
© Creative Commons user Karl Stas licensed under CC BY-SA 3.0
© <a href=‘https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/d/dc/Belgique_-_Bruxelles_-_H%C3%B4tel_Deprez-Van_de_Velde_-_02.jpg?uselang=fr'>Creative Commons user EmDee</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/'>CC BY-SA 4.0</a>
© Creative Commons user EmDee licensed under CC BY-SA 4.0

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Ella Comberg
Autor
Cita: Comberg, Ella. "A obra de Victor Horta, arquiteto do Art Nouveau" [The Work of Victor Horta, Art Nouveau's Esteemed Architect ] 04 Jul 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/897478/a-obra-de-victor-horta-arquiteto-do-art-nouveau> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.