O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Amor em Las Vegas: 99% Invisible revisita o romance pós-moderno de Denise Scott Brown e Robert Venturi

Amor em Las Vegas: 99% Invisible revisita o romance pós-moderno de Denise Scott Brown e Robert Venturi

Amor em Las Vegas: 99% Invisible revisita o romance pós-moderno de Denise Scott Brown e Robert Venturi
Amor em Las Vegas: 99% Invisible revisita o romance pós-moderno de Denise Scott Brown e Robert Venturi, © <a href='https://www.publicdomainpictures.net/en/view-image.php?image=223416&picture=las-vegas-at-night'>Public Domain de Jean Beaufort</a> licença <a href='https://creativecommons.org/publicdomain/zero/1.0/'>CC0 Domínio público</a>
© Public Domain de Jean Beaufort licença CC0 Domínio público

Qual edifício é melhor, o pato ou o galpão decorado? Mais importante, que tipo de arquitetura o americano prefere? Em seu seminal livro de 1972, Aprendendo com Las Vegas, Denise Scott Brown e Robert Venturi investigaram essas questões, voltando as costas para o modernismo paternalista em favor da brilhante, ostensivamente kitsch e simbólica Meca do urbanismo espraiado, Las Vegas. De um encontro casual na Biblioteca de Belas Artes da Universidade da Pensilvânia a algumas viagens de estudo em conjunto para Las Vegas - descobrir os detalhes ocultos do romance e da cidade que definiram o pós-modernismo é o tema do mais recente episódio do podcast 99% Invisible.

A partir de uma interação clandestina após uma reunião para discutir a demolição da Biblioteca de Belas Artes de 1890 na Universidade de Pensilvania - onde Scott Brown e Venturi lecionavam - a dupla descobriu seu interesse comum pelo histórico e ornamental. Ambos gostavam de arquitetura decorativa e logo começaram a compartilhar pesquisas e até mesmo ensinar um ao lado do outro. Depois de se mudar da Universidade da Pensilvânia para Berkley, Scott Brown tropeçou no mar de néon da strip de Las Vegas. “É amor ou ódio?” Scott Brown lembra de se perguntar. Em 1966, ela convidou Venturi para uma visita à cidade.

© Robert Venturi
© Robert Venturi

Os dois passaram quatro dias fotografando, dirigindo pela strip e, finalmente, se apaixonando. Scott Brown acabaria pedindo a mão de Venturi em casamento e voltando para a costa leste dos EUA, onde ambos assumiriam cargos em Yale. Ainda apaixonados pela cidade, Scott Brown e Venturi planejaram um estúdio de 12 semanas em Las Vegas, onde fizeram anotações, conduziram entrevistas, desenharam mapas, fizeram fotos, percorreram a strip e participaram de inaugurações de cassinos.

© Denise Scott Brown
© Denise Scott Brown

Scott Brown e Venturi compilaram o trabalho de seus alunos com a ajuda do assistente de ensino Steven Izenour em 1972 para dar corpo ao seminal Aprendendo com Las Vegas. O livro pedia que os arquitetos se afastassem das torres corporativas e considerassem os lugares cotidianos do gosto das pessoas. 

© <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:The_Big_Duck.JPG'>Wikimedia de Beth Savage</a> licença <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/'>CC BY 2.0</a>
© Wikimedia de Beth Savage licença CC BY 2.0

Talvez a inclusão mais famosa nas publicações tenha sido a discussão do pato e do galpão decorado - um edifício genérico constotuído por um bloco modernista que exigia sinalização para expressar seu significado. Venturi e Scott Brown queriam tornar os edifícios legíveis. Assim, nem toda estrutura precisava de um sinal ou forma simbólica, mas precisava desesperadamente se comunicar de algum modo além da impotente torre modernista envidraçada que se tornava cada vez mais comum nas cidades americanas.

Embora o livro tenha sido considerado um chamado em defesa do movimento pós-moderno, Scott Brown notou que Aprendendo com Las Vegas trata menos da strip de Las Vegas em si e mais sobre se engajar criticamente no cotidiano. Nós, talvez, podemos dizer que o livro trata tando de arquitetura quanto do romance que o originou. 

Saiba mais sobre essa história de amor pós-moderna e a cidade que ajudou a moldá-la no mais recente episódio do podcast 99% Invisible, aqui.

Via: 99% invisible.

99% Invisible Investigates the Utopian and Dystopian Histories of the Bijlmermeer

How can we plan a better city? The answer has confounded architects and urban planners since the birth of the industrial city. One attempt at answering came in the form of a spectacular modernist proposal outside of Amsterdam called the Bijlmermeer. And, as a new two-part episode by 99% Invisible reveals, it failed miserably.

Sobre este autor
Evan Pavka
Autor
Cita: Pavka, Evan. "Amor em Las Vegas: 99% Invisible revisita o romance pós-moderno de Denise Scott Brown e Robert Venturi" [Love in Las Vegas: 99% Invisible Illuminates Robert Venturi and Denis Scott Brown’s Postmodern Romance] 24 Mai 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/894995/amor-em-las-vegas-99-percent-invisible-revisita-o-romance-pos-moderno-de-denise-scott-brown-e-robert-venturi> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.