O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. "Os edifícios são belos quando nos sentimos bem dentro deles": VII Simpósio da Luz Natural em Berlim

"Os edifícios são belos quando nos sentimos bem dentro deles": VII Simpósio da Luz Natural em Berlim

"Os edifícios são belos quando nos sentimos bem dentro deles": VII Simpósio da Luz Natural em Berlim

Sob o tema "Healthy & Climate Friendly Architecture - From Knowledge to Practice", o 7° VELUX Daylight Symposium, realizado em Berlim entre os dia 3 e 4 de maio deste ano, teve a participação de 39 palestrantes voltados à pesquisa e prática de arquitetura.

Os participantes puderam confrontar informações de pesquisadores e arquitetos praticantes da Europa, Canadá e EUA, gerando discussões interessantes sobre a necessidade de aprofundar a compreensão da luz natural e projetar de forma mais eficaz.

A seguir, os destaques do evento.

Stefan Behnisch

Stefan Behnisch. Cortesia de The Velux Group
Stefan Behnisch. Cortesia de The Velux Group

O simpósio foi aberto com uma apresentação do arquiteto alemão Stefan Behnisch, do escritório Behnisch Architekten, que apresentou uma série de projetos que aproveitam as novas tecnologias para controlar a quantidade e a qualidade da luz natural nos interiores. Desta forma, suas fachadas respondem a condições de luz específicas através, por exemplo, de painéis industriais modulares.

Dependendo da localização geográfica de uma futura construção, o aspecto da luz do dia desempenha um papel diferente. O sol é um amigo ou um inimigo, um bem ou um problema, temos que nos proteger contra ele ou aumentar nossa exposição. Em alguns locais, simultaneamente necessitamos dele e temos que proteger nossos edifícios contra a luz solar direta. É importante para o nosso bem-estar, mas isso cria grandes desafios.

Assista à apresentação completa aqui.

City of Santa Monica Parking Structure #6 / Behnisch Architekten + Studio Jantzen. Cortesia de Behnisch Architekten + Studio Jantzen
City of Santa Monica Parking Structure #6 / Behnisch Architekten + Studio Jantzen. Cortesia de Behnisch Architekten + Studio Jantzen
City of Santa Monica Parking Structure #6 / Behnisch Architekten + Studio Jantzen. Imagem © David Matthiessen
City of Santa Monica Parking Structure #6 / Behnisch Architekten + Studio Jantzen. Imagem © David Matthiessen

Omar Gandhi 

Omar Gandhi. Cortesia de The Velux Group
Omar Gandhi. Cortesia de The Velux Group

O arquiteto canadense Omar Gandhi mostrou a importância da luz natural através de seu próprio trabalho, definido - em seu processo de projeto - pelo uso de modelos em escala. Segundo Gandhi, estes permitem que ele experimente em primeira instância o comportamento da luz natural nos espaços projetados, que é testado novamente durante o processo de construção do edifício.

Uma parte realmente importante do processo (construtivo) é quando, antes que as luzes artificiais entrem, você realmente tem a chance de investigar essas ideias de alta e baixa iluminação, e esses contrastes que trazem novos aspectos à arquitetura.

Assista à apresentação completa aqui.

Rabbit Snare Gorge / Omar Gandhi Architect + Design Base 8. Cortesia de Omar Gandhi Architect + Design Base 8
Rabbit Snare Gorge / Omar Gandhi Architect + Design Base 8. Cortesia de Omar Gandhi Architect + Design Base 8
Cortesia de Omar Gandhi
Cortesia de Omar Gandhi

Anne Lacaton

Anne Lacaton. Cortesia de The Velux Group
Anne Lacaton. Cortesia de The Velux Group

Anne Lacaton, do escritório Lacaton & Vassal, demonstrou como o conceito por trás das estufas metálicas tornou-se uma marca registrada de seu escritório, conseguindo responder a diferentes programas através de soluções de baixo custo com alta qualidade espacial, ambiental e lumínica.

Além da aparente rigidez das estruturas, os arquitetos projetaram cada edifício para permitir a liberdade de uso de seus habitantes, dando-lhes as ferramentas para poder controlar eles mesmos as condições de vida dentro dos espaços.

Muito além de qualquer determinação estética e formal, além das regras, padrões e programas, os edifícios são belos quando nos sentimos bem dentro deles, quando a luz interior é linda e o ar é agradável, quando a troca com o exterior parece fácil e gentil, e quando os usos e as sensações são inesperados. Baseamos todos os nossos projetos no princípio da generosidade do espaço e da economia, servindo à vida, aos usos e à adequação, com o objetivo de mudar o padrão.

Assista à apresentação completa aqui.

23 Semi-collective Housing Units / Lacaton & Vassal. Cortesia de Lacaton & Vassal
23 Semi-collective Housing Units / Lacaton & Vassal. Cortesia de Lacaton & Vassal
23 Semi-collective Housing Units / Lacaton & Vassal. Imagem © Philippe Ruault
23 Semi-collective Housing Units / Lacaton & Vassal. Imagem © Philippe Ruault

Assista a um resumo do simpósio e das atividades que aconteceram no vídeo a seguir:

Omar Gandhi. Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Stefan Behnisch. Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Anne Lacaton. Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group Cortesia de The Velux Group + 20

Sobre este autor
Cita: AD Editorial Team. ""Os edifícios são belos quando nos sentimos bem dentro deles": VII Simpósio da Luz Natural em Berlim" [Stefan Behnisch, Omar Gandhi and Anne Lacaton Explain the Role of Light at the 7th Daylight Symposium in Berlin] 28 Jun 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/874471/os-edificios-sao-belos-quando-nos-sentimos-bem-dentro-deles-vii-simposio-da-luz-natural-em-berlim> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.