Lucio Costa, entre o tradicional e o moderno

Lucio Costa, entre o tradicional e o moderno

Hoje, dia 27 de fevereiro, celebramos o aniversário de Lucio Costa. Nascido em 1902 e falecido em 1998, esteve à frente de importantes projetos, mais notavelmente o plano piloto de Brasília e o Ministério da Educação e Saúde do Rio de Janeiro, com impactos marcantes na arquitetura e urbanismo do país. Nascido na França, por conta da profissão de seu pai almirante, morar em países como Inglaterra e Suíça durante seus anos de formação deu a ele uma formação pluralista e uma conexão relevante com o velho continente.

Torre de TV de Brasília. Image © Joana FrançaParque Guinle. Image © Nelson KonSede Social do Jockey Club Brasileiro. Foto: © Eduardo CostaPalácio Gustavo Capanema. Foto: © Oscar Liberal/Iphan+ 8

Formou-se no curso de Arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, e, aos 29 anos, foi convidado a ser o diretor da faculdade. Em 1937 foi nomeado diretor da Divisão de Estudos e Tombamentos, do Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - SPHAN, no mesmo ano em que projeta o Museu das Missões, em São Miguelinho, Rio Grande do Sul.

Torre de TV de Brasília. Foto: © Joana França
Torre de TV de Brasília. Foto: © Joana França

Lucio foi famoso por suas diversas colaborações com outros arquitetos mais jovens. Com Oscar Niemeyer, sua parceria iniciou-se no Pavilhão do Brasil em Nova Iorque, em 1939, onde mesmo tendo recebido o primeiro prêmio no concurso, convidou Niemeyer a ser parceiro em um projeto novo, pois a implantação no terreno proposta pelo arquiteto mais jovem havia lhe agradado muito. No Palácio Gustavo Capanema essa colaboração estendeu-se a Carlos Leão, Affonso Reidy, Ernani Vasconcellos e Jorge Moreira, com consultoria de Le Corbusier, é considerada por muitos a primeira e mais significativa obra da arquitetura moderna brasileira.

Pavilhão de Nova York 1939. Cortesia de Carlos Eduardo Comas
Pavilhão de Nova York 1939. Cortesia de Carlos Eduardo Comas

O arquiteto assinou outros muitos projetos importantes, tais como o plano de urbanização do bairro da Barra da Tijuca, o Parque Eduardo Guinle, a Torre de TV de Brasília, além de diversas residências particulares. Escreveu os livros "Documentação Necessária", "Notas Sobre a Evolução do Mobiliário Luso-Brasileiro" e "Arquitetura Jesuítica no Brasil".

Relembre alguns Clássicos da Arquitetura de Lúcio Costa:

Museu das Missões
Park Hotel
Pavilhão de Nova York 1939
Ministério de Educação e Saúde
Sede Social do Jockey Club Brasileiro
Torre de TV de Brasília

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Eduardo Souza. "Lucio Costa, entre o tradicional e o moderno" 27 Fev 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/806185/em-foco-lucio-costa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.