O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museus E Espaços De Exposições
  4. Clássicos da Arquitetura: Pavilhão Nórdico na Expo '70 / Sverre Fehn

Clássicos da Arquitetura: Pavilhão Nórdico na Expo '70 / Sverre Fehn

Clássicos da Arquitetura: Pavilhão Nórdico na Expo '70 / Sverre Fehn
Clássicos da Arquitetura: Pavilhão Nórdico na Expo '70 / Sverre Fehn, Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

Embora a história da arquitetura seja repleta de tijolos, pedras e aço, não há uma regra que declare que a arquitetura deva ser "sólida". Sverre Fehn, um dos arquitetos mais importantes da Noruega do pós-guerra, usou regularmente materiais pesados como alvenaria de concreto e pedra em seus projetos [1]. Desta forma, sua proposta para o Pavilhão Nórdico na Exposição Mundial de Osaka em 1970 poderia ser vista como uma exploração atípica de uma estrutura mais delicada. Representando um aspecto muito diferente da "Modernidade", o pavilhão "balão pulsante" não é apenas uma contradição com o cânone projetual de Fehn, mas com a arquitetura tradicional como um todo.

Cortesia de Norwegian National Museum Cortesia de Norwegian National Museum Cortesia de Norwegian National Museum Cortesia de Norwegian National Museum + 10

Nascido na Noruega em 1924, Sverre Fehn, juntamente com vários outros arquitetos escandinavos contemporâneos, criou o Progressive Architects Group Oslo Norway (PAGON), um ramo regional do Congresso Internacional de Arquitetura Moderna. PAGON, baseado nos ideais universais do modernismo, que buscava especificamente a expressão de regiões e tempos particulares através dos materiais. O próprio Fehn ganhou aclamação internacional por seu trabalho em pavilhões de exposição, notadamente o Pavilhão Norueguês na Exposição Mundial de Bruxelas em 1958 e o Pavilhão Nórdico para a Bienal de Veneza de 1962 [2]. Portanto, não foi nenhuma surpresa que ele apresentasse uma proposta em 1968 para a Exposição Mundial de Osaka em 1970.

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

Apesar da transformação expressiva de uma sociedade agrária e feudal para uma potência industrial quase simultaneamente à maioria das nações ocidentais, o Japão nunca havia acolhido uma feira mundial. O tema da exposição de 1970, "Progresso e harmonia para a humanidade", centrou-se no uso da ciência e da tecnologia contemporâneas para criar uma paz duradoura e um melhor padrão de vida para toda a humanidade. [3] O Pavilhão Nórdico escolheu se concentrar na proteção ambiental nas sociedades industrializadas, informando a base ideológica da proposta de Fehn. [4]

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

Buscando destacar a relação adversa entre poluição industrial e natureza intocada, Fehn concebeu um espaço contido dentro de dois balões enormes. A estrutura combinada, com aproximadamente 45 metros de comprimento e 24 metros de altura, funcionaria como um enorme pulmão artificial. O balão superior, ao variar sua pressão de ar interna, expandiria ou contrairia sua forma; ao fazê-lo, também afetaria a forma do balão abaixo dele, que foi projetado para manter uma pressão interna consistente. O espaço de exposição principal deveria estar localizado no balão inferior, onde os projetores exibiriam imagens do esplendor natural da Escandinávia ao longo das paredes do pavilhão. [5]

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

O pavilhão de Fehn não pretendia funcionar como um edifício inteiro em si mesmo. Em vez disso, o conceito foi projetado para caber dentro de uma estrutura maior projetada pelo arquiteto dinamarquês Bent Severin, que serviria de abrigo e contraponto formal para o pavilhão inflável interno. [6] Enquanto a casca externa de Severin servia como barreira climática, os balões internos serviriam de barreira de ar, criando e protegendo um santuário de ar limpo na cidade de Osaka, fortemente industrial. Os pavilhões deveriam ser ventilados por uma torre mecânica fora da estrutura, circulando o ar e regulando a pressão interna dos balões. Uma única saída e entrada permitiriam que cerca de 100 clientes passassem pelo pavilhão de cada vez. [7]

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

77 países participaram da Expo '70, que se tornou uma das feiras mundiais mais populares da história, atraindo mais de 64 milhões de visitantes. [8] No entanto, nenhum desses 64 milhões de hóspedes passariam pelo espaço de exposição inflável inovador de Fehn - sua proposta acabou não sendo escolhida para o Pavilhão Nórdico [9]. Fehn morreu em 2009, nunca tendo visto a transição de sua arquitetura de respiração do quadro para a realidade. [10]

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

Algum tempo após a morte de Sverre Fehn, o Museu Nacional da Noruega contratou Manthey Kula Architects para desenvolver um conceito para a realização moderna dos balões respiratórios. Embora a visão inicial tenha exigido um modelo em escala, Manthey Kula logo propôs que a estrutura fosse construída em escala real dentro de um pavilhão projetado desenhado pelo próprio Sverre Fehn. A instalação resultante não é uma réplica exata do projeto original de Fehn, mas uma interpretação que busca preservar a essência de sua visão para conhecimento dos visitantes do museu. [11]

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

Embora tenha sido originalmente concebido em 1968, o conceito de Fehn para a Expo '70 não perdeu sua relevância em um mundo que continua a combater a diminuição da qualidade do ar como resultado da crescente industrialização. De acordo com o Fórum Econômico Mundial, o aumento da poluição representou 1,2 milhões de óbitos prematuros na China somente em 2010 [12]. Enquanto o Pavilhão Nórdico de Fehn, de forma alguma, represente uma solução global para o dilema da poluição do ar, continua a servir de lembrete visual da importância de proteger o ar que respiramos.

Cortesia de Norwegian National Museum
Cortesia de Norwegian National Museum

Referências

[1] Grimes, William. "Sverre Fehn, 84, Architect of Modern Nordic Forms, Dies." The New York Times, February 27, 2009, New York ed., A21 sec. February 27, 2009. Acesso em 14 de Março de 2016. http://www.nytimes.com/2009/02/28/arts/design/28fehn.html.
[2] "Sverre Fehn, Biography." The Pritzker Architecture Prize. Acesso em 16 de Março de 2016. www.pritzkerprize.com/1997/bio.
[3] "Osaka World Expo 1970." ArchDaily. December 3, 2010. Acesso em 14 de Março de 2016. http://www.archdaily.com/93208/osaka-world-expo-1970.
[4] "Ode Til Osaka." Nasjonalmuseet. Acesso em 15 de Março de. http://www.nasjonalmuseet.no/no/utstillinger_og_aktiviteter/utstillinger/nasjonalmuseet__arkitektur/Ode til Osaka.b7C_wlfQ0_.ips.
[5] Mikac, Neven Fuchs. "The Vision of Breathing Space." Oris Magazine. Acesso em 15 de Março de 2016.
[6] “Ode Til Osaka.”
[7] Mikac.
[8]Osaka World Expo 1970.”
[9] “Ode Til Osaka.”
[10]Sverre Fehn, Biography.”
[11] "Ode to Osaka / Manthey Kula." ArchDaily. August 21, 2015. Acesso em 16 de Março de 2016. http://www.archdaily.com/772198/ode-to-osaka-manthey-kula.
[12] Ji, Zou. "Rising Pollution in the Developing World." World Economic Forum. Acesso em 16 de Março de 2016. http://reports.weforum.org/outlook-global-agenda-2015/top-10-trends-of-2015/6-rising-pollution-in-the-developing-world/.

  • Arquitetos

    Sverre Fehn Sverre Fehn
  • Localização

    Universitetsgata 13, 0164
  • Arquiteto original responsável

    Sverre Fehn Sverre Fehn
  • Arquiteto responsável pela recriação

    Manthey Kula
  • Ano do projeto

    1970

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Sverre Fehn
Escritório
Cita: Fiederer, Luke. "Clássicos da Arquitetura: Pavilhão Nórdico na Expo '70 / Sverre Fehn" [AD Classics: Nordic Pavilion at Expo '70 / Sverre Fehn] 16 Out 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/791711/classicos-da-arquitetura-pavilhao-nordico-na-expo-70-sverre-fehn> ISSN 0719-8906