O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Zaha Hadid: "Niemeyer tinha um talento inato para a sensualidade"

Zaha Hadid: "Niemeyer tinha um talento inato para a sensualidade"

Zaha Hadid: "Niemeyer tinha um talento inato para a sensualidade"
Zaha Hadid: "Niemeyer tinha um talento inato para a sensualidade", © Steve Double
© Steve Double

Primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker de Arquitetura (em 2004) e frequentadora assídua dos primeiros lugares em concurso internacionais de projeto, a arquiteta iraquiana Zaha Hadid conta ao jornal El País que teve a sorte de, quando criança, ter viajado na companhia de seus pais e ter conhecido, assim, algumas das obras de arquitetura e engenharia mais impressionantes da humanidade.

Maravilhada com a Mesquita de Córdoba, Hadid conta que o contraste entre a escuridão e a igreja central de mármore lhe marcou a memória, fazendo desta obra uma de suas construções favoritas ainda hoje, após o reconhecimento de seu trabalho entre arquitetos e o público em geral.

Com projetos tecnicamente inovadores e formalmente ousados, Hadid nutre por Oscar Niemeyer um carinho e reconhecimento especiais. “Ele era um virtuoso do espaço. Tinha um talento inato para a sensualidade, por isso construiu uma arquitetura moderna crítica à modernidade. Muitos arquitetos experimentaram com as formas, mas ele foi o mais ambicioso: construiu com concreto formas aparentemente líquidas”, aponta a arquiteta.

Casa das Canoas, por Oscar Niemeyer. © flickr Frank van Leersum. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
Casa das Canoas, por Oscar Niemeyer. © flickr Frank van Leersum. Used under Creative Commons

À diferença de Le Corbusier, cujo formalismo rígido mantinha-se, ao menos em suas fases iniciais, preso pelas amarras cartesianas, Niemeyer explorava a liberdade do traço curvo, abrindo, pode-se dizer, caminho para experimentações formais posteriores que têm nas obras de Zaha Hadid alguns ricos exemplos. “A lição de Niemeyer é como a arquitetura moderna pode se dar ao luxo de ser próxima, chegar a pertencer ao lugar, em vez de se impor sobre ele”, comenta Hadid sobre o arquiteto brasileiro.

Leia o artigo completo aqui.

Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Zaha Hadid: "Niemeyer tinha um talento inato para a sensualidade"" 17 Ago 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/771890/zaha-hadid-niemeyer-tinha-um-talento-inato-para-a-sensualidade> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.