O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS

Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS

Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS
Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS, Cortesia de  Project for Public Spaces (PPS)
Cortesia de Project for Public Spaces (PPS)

Em artigos anteriores mostramos os princípios propostos pela organização estadunidense Project for Public Spaces (PPS) para que as cidades possam criar espaços públicos atrativos e como as comunidades podem participar para que isso ocorra.

Compartilhamos desta vez o infográfico “Os benefícios dos bons lugares”, elaborado também pela PPS, que expõe os benefícios trazidos com lugares bem planejados, classificando-os em seis áreas.

 1. Acessibilidade

Em “Dez dicas para melhorar os espaços públicos das cidades”, a PPS aponta que tanto as principais avenidas das cidades como as ruas mais próximas desta, deveriam ser convertidas em vias para pedestres, proporcionando o encontro e relações entre os cidadãos.

Seguindo esta ideia, a PPS sustenta que os espaços públicos que contam com as condições adequadas de acesso são lugares mais caminháveis, mais seguros para os ciclistas e pedestres, compatíveis com o transporte público, reduzem a necessidade de usar os automóveis e de estacionamento, ajudam a otimizar o tempo e o dinheiro e criam conexões melhores entre os espaços com diferentes usos.

2. Comunidade

Neste âmbito, a PPS afirmou em ocasiões anteriores que a participação das comunidades, em conjunto com as autoridades locais, é fundamental para a gestão de um espaço público. Da mesma forma, sustenta que os cidadãos devem contar com espaços de participação em que possam dar sua opinião em relação aos espaços que são desenvolvidos.

A  organização acredita que para nutrir e definir o sentido de comunidade entre os cidadãos, é necessário contar com organizações cívicas, desenvolver um sentido de orgulho e voluntariado entre os habitantes de um lugar, perpetuar a integridade e os valores dos cidadãos, não depender tanto do controle municipal e que as associações de bairro sejam capazes de se administrarem de forma autônoma.

 3. Conforto

Que um lugar seja visualmente agradável, seguro, que tenha boas condições ambientais, que estimule, que gere um sentido de pertencimento e uma sensação de liberdade, estes são os benefícios que constituem o conforto dos bons lugares.

Para que isto seja possível, a PPS propõe que os espaços públicos devam oferecer uma experiência pública compartilhada, isto é, que os próprios cidadãos proponham o que se possa fazer em um lugar para que este seja mais agradável e, por fim, bem sucedido.

4. Construir e sustentar a economia local

O desenvolvimento econômico é outro aspecto das cidades que possuem bons espaços públicos. Estes ganhos podem ser obtidos a partir da implementação de empreendimentos de pequena escala, de estabelecimentos comerciais que promovam os valores locais, da oferta de trabalhos desejáveis, de maiores receitas e, se houver a necessidade, em menor medida, de serviços municipais.

Neste sentido, a PPS aponta que os mercados urbanos são uma grande opção pois estimulam a economia local e revitalizam os bairros onde se encontram. Da mesma forma, são vistos como lugares que, além de permitir a aquisição de bens, funcionam como pontos de encontro entre os cidadãos e espaço de troca de ideias.

5. Interação social

Em termos sociais, os benefícios que os grandes espaços públicos oferecem consistem, segundo a PPS, em melhorar a sociabilidade entre os cidadãos, expor a cultura de um lugar a partir da diversidade de habitantes, incentivar o pluralismo étnico e cultural, e a criatividade nas comunidades.

Uma forma de obter estes benefícios pode ser através da colaboração entre bairros e o desenvolvimento de planos cívicos que permitem que as vizinhanças se desenvolvam em conjunto e se conheçam e, com isso, ajudem na reativação de um bairro.

6. Saúde

De acordo com um estudo da Universidade de Exeter, Inglaterra, “viver próximo a uma área verde produz uma satisfação mental que perdura com o passar do tempo” e que, também, ajuda a evitar a ansiedade, a depressão e o estresse. Da mesma forma, uma pesquisa da Universidade de Illinois descobriu que as crianças que brincam nos parques apresentam níveis menores de ansiedade. 

Ambos os estudos estão aplicados particularmente a áreas verdes, entretanto a PPS argumenta que este tipo de benefícios também podem ser obtidos nos bons lugares, já que é neles que os cidadãos incrementam sua atividade mental, permitem a inclusão social e melhoram a qualidade do meio ambiente.

Via Plataforma Urbana. Tradução Arthur Stofella, ArchDaily Brasil.

Cita: Romullo Baratto. "Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS" 25 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/757896/os-beneficios-dos-bons-lugares-nas-cidades-segundo-a-pps> ISSN 0719-8906