O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. pps

pps

Placemaking Brasil: o especialista é a comunidade

07:00 - 22 Julho, 2015
Placemaking Brasil: o especialista é a comunidade, Projeto Quadra Amiga – Vila Mascote/SP. Imagem: Conexão Cultural, via Placemaking Brasil
Projeto Quadra Amiga – Vila Mascote/SP. Imagem: Conexão Cultural, via Placemaking Brasil

Partindo de conceitos e práticas, a entidade PPS (Project for Public Spaces) vem trabalhando nos últimos 40 anos numa abordagem que busca entender todos os diferentes aspectos que fazem dos espaços públicos lugares de real valor e interesse para as pessoas desfrutarem a vida nas cidades.

Com o passar dos anos essa abordagem foi recebendo novos olhares e se adaptando de maneira muito sensível às diferentes realidades socioeconômicas e culturais das áreas urbanas de cada região do planeta. Dessa riqueza surgiram novas técnicas, como a estratégia Lighter, Quicker and Cheaper.

No ano de 2014 ficou claro que o Placemaking precisava se consolidar como um movimento mundial, de maneira que seu código aberto pudesse alcançar e beneficiar o maior número possível de pessoas, melhorando, assim, a vida nas nossas cidades.

Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS

07:00 - 25 Novembro, 2014
Os benefícios dos bons lugares nas cidades segundo a PPS, Cortesia de  Project for Public Spaces (PPS)
Cortesia de Project for Public Spaces (PPS)

Em artigos anteriores mostramos os princípios propostos pela organização estadunidense Project for Public Spaces (PPS) para que as cidades possam criar espaços públicos atrativos e como as comunidades podem participar para que isso ocorra.

Compartilhamos desta vez o infográfico “Os benefícios dos bons lugares”, elaborado também pela PPS, que expõe os benefícios trazidos com lugares bem planejados, classificando-os em seis áreas.

5 Conselhos da PPS para fazer das cidades lugares melhores para se viver

17:38 - 26 Setembro, 2013
5 Conselhos da PPS para fazer das cidades lugares melhores para se viver, ©  TheodoreWLee, Flickr
© TheodoreWLee, Flickr

A organização Project for PublicSpaces (PPS) trabalha há 40 anos para transformar as cidades em lugares mais agradáveis para se viver, com diversos espaços de socialização. Recentemente a organização fez uma breve compilação de suas ideias utilizadas em campanhas sociais e reduziram a cinco conselhos que poderão ajudar os cidadãos e as organizações a fazer das cidades melhores lugares para se estar.

A seguir, os cinco conselhos.

As piores praças e parques do mundo segundo PPS

17:20 - 9 Julho, 2013
As piores praças e parques do mundo  segundo PPS, via Plataforma Urbana
via Plataforma Urbana

Há alguns dias apresentamos as melhores praças do mundo de acordo com um estudo realizado pelo grupo Projeto para Espaços Públicos (Project for Public Spaces, PPS). Agora mostramos um resumo do mesmo site, com algumas das piores praças e parques do mundo, entre os quais se destacam lugares conhecidos como os espaços públicos do Guggenheim de Bilbao, The National Mall em Washington e a Praça da Concórdia em Paris.

A metodologia PPS considera uma série de critérios que lhes permitem avaliar os espaços públicos e definir o êxito dos mesmos: A Sociabilidade, Os Usos e atividades, Conforto e imagem, Acessos e ligações. Outros critérios empregados nessas análises são aspectos qualitativos para julgar o lugar e aspectos de caráter mais objetivo que podem ser medidos estatisticamente.

A seguir apresentamos algumas questões do porquê, segundo a metodologia PPS, esses espaços não funcionam.

Dez modos de transformar as cidades através de placemaking e espaços públicos

14:00 - 5 Maio, 2013
Dez modos de transformar as cidades através de placemaking e espaços públicos, Cortesia de Flickr de Chrissy Olson
Cortesia de Flickr de Chrissy Olson

Em 2011, Un-HABITAT e Project for Public Spaces (PPS) assinaram uma cooperação de 5 anos que pretende chamar a atenção internacional sobre a importância dos espaços públicos nas cidades, fomentar trocas de ideias e educar uma nova geração de planejadores, projetistas, ativistas comunitários e outros líderes civis sobre os benefícios daquilo que chamamos "metodologia de placemaking". Esta parceria está ajudando no desenvolvimentos de cidades onde pessoas de todas as classes sociais e idades possam viver em segurança social e econômica. Para alcançar este objetivo, foram publicados 10 passos informativos sobre as medidas que as cidades e comunidades podem tomar para melhorar a qualidade de seus espaços públicos. 

Continue lendo para saber mais a respeito destes passos.