O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Brutalist Connections

Brutalist Connections

Brutalist Connections
Brutalist Connections, Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha
Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha

Brutalismo é o nome frequentemente usado para referenciar uma tendência arquitetônica de meados do século XX, cujo clichê definia-o como superfícies ásperas de concreto aparente. De fato, a Arquitetura Brutalista foi adotada por inúmeros arquitetos por todo o mundo entre 1950 e 1970. Esta Arquitetura produziu uma série de edifícios, muitos deles de inventividade excepcional e alto nível de qualidade artística. O site Brutalist Connections de direção da Prof. Dr. Ruth Verde Zein busca contribuir para o reconhecimento da Arquitetura Brutalista considerada, em um sentido mais amplo, como um momento significativo da Arquitetura Moderna Seu foco está em obras arquitetônicas, debates conceituais e a diversidade de contribuições internacionais para o termo “brutalismo.”

O material acadêmico que compõe o conteúdo deste site começou com a pesquisa de 1997 sobre a Arquitetura Brutalista Paulista 1953-1973 (confira o site Arquitetura Paulista Brutalista), realizada pela professora e arquiteta Ruth Verde Zein. Seu objetivo inicial era ajudar a delinear um conhecimento mais amplo e mais preciso da qualidade e importância da tendência brutalista local, revisitando suas obras e autores e seu momento histórico e analisando a sua contribuição sob uma abordagem crítica contemporânea. Os estudos sobre a Arquitetura Brutalista Paulista foram consolidados na tese de doutorado da autora em 2005. Um resumo de seus resultados e informações selecionadas sobre quase uma centena de obras arquitetônicas do Brutalismo em São foram disponibilizados online desde 2008.

Solomon R. Guggenheim Museum / Frank Lloyd Wright
Solomon R. Guggenheim Museum / Frank Lloyd Wright

Estes estudos sugerem a possibilidade de que a Arquitetura Brutalista Paulista não foi um fenômeno isolado e não deve ser lido como uma proposição regionalista. Pelo contrário, a pesquisa avança sobre a hipótese de que o Brutalismo Paulista foi uma manifestação da tendência em meio a muitas outras que formavam uma espécie de rede pelo mundo. Em outras palavras, parece haver uma espécie de "conexão brutalista" entre centenas de obras do Brutalismo que foram concebidas e construídas quase que simultaneamente, em várias partes do mundo, na metade do século 20.

Banco de Londres em Buenos Aires / Clorindo Testa
Banco de Londres em Buenos Aires / Clorindo Testa

Para apoiar essa hipótese uma nova pesquisa foi proposta. Seu objetivo é coletar mais informações sobre as obras brutalistas situados em diferentes países. A Brutalist Connections Research (BCR) procura organizar um panorama amplo, verificando os dados de projeto e construção das obras e suas características arquitetônicas, como um marco conceitual para melhorar a compreensão de suas peculiaridades e proximidades. Como primeiro passo, a pesquisa teve como objetivo coletar informações sobre obras arquitetônicas brutalistas entre 1950 e 1970, situado em algumas cidades importantes do continente americano: Montreal e Toronto (Canadá), Boston, New Haven, Washington (EUA), México DF (México) , Bogotá, Medellín (Colômbia), Santiago (Chile), Buenos Aires, Córdoba, Mendoza (Argentina); Montevidéu (Uruguai); São Paulo, Curitiba (Brasil).

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi

A pesquisa está em construção e longe de ser concluída, por isso sua consistência ainda não é a ideal. De qualquer forma, os primeiros resultados podem ser úteis para estudantes, pesquisadores e qualquer pessoa interessada. O grupo de pesquisa, com a ajuda de outros arquitetos, professores, universitários e estudantes de pós-graduação está organizando gradualmente novos estudos que serão disponibilizados no site. Esta pesquisa está aberta para receber informações provenientes de qualquer pessoa interessada e sobre qualquer obra brutalista situado em qualquer lugar do mundo. 

Residência Celso Vieira Mello / Paulo Mendes da Rocha e João Eduardo de Gennaro
Residência Celso Vieira Mello / Paulo Mendes da Rocha e João Eduardo de Gennaro

Este trabalho adota a proposta da Creative Commons, uma organização sem fins lucrativos que, em conformidade com as regras de direitos autorais, procura facilitar as possibilidades de pessoas que compartilham e constroem seu trabalho a partir da produção de outras pessoas. Todo o material do site pode ser copiado, distribuído, usado e citado em outras obras, desde que a sua origem e autoria seja devidamente reconhecida. Seu uso para fins comerciais ou lucrativos é proibido; seu uso para publicações acadêmicas ou não-acadêmico pode ser permitida com autorização prévia dos autores.

Sobre este autor
Ruth Verde Zein
Autor
Cita: Ruth Verde Zein. "Brutalist Connections" 15 Dez 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/87076/brutalist-connections> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.