O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Brutalist Connections

Brutalist Connections

Brutalist Connections
Brutalist Connections, Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha
Ginásio do Clube Atlético Paulistano / Paulo Mendes da Rocha

Brutalismo é o nome frequentemente usado para referenciar uma tendência arquitetônica de meados do século XX, cujo clichê definia-o como superfícies ásperas de concreto aparente. De fato, a Arquitetura Brutalista foi adotada por inúmeros arquitetos por todo o mundo entre 1950 e 1970. Esta Arquitetura produziu uma série de edifícios, muitos deles de inventividade excepcional e alto nível de qualidade artística. O site Brutalist Connections de direção da Prof. Dr. Ruth Verde Zein busca contribuir para o reconhecimento da Arquitetura Brutalista considerada, em um sentido mais amplo, como um momento significativo da Arquitetura Moderna Seu foco está em obras arquitetônicas, debates conceituais e a diversidade de contribuições internacionais para o termo “brutalismo.”

O material acadêmico que compõe o conteúdo deste site começou com a pesquisa de 1997 sobre a Arquitetura Brutalista Paulista 1953-1973 (confira o site Arquitetura Paulista Brutalista), realizada pela professora e arquiteta Ruth Verde Zein. Seu objetivo inicial era ajudar a delinear um conhecimento mais amplo e mais preciso da qualidade e importância da tendência brutalista local, revisitando suas obras e autores e seu momento histórico e analisando a sua contribuição sob uma abordagem crítica contemporânea. Os estudos sobre a Arquitetura Brutalista Paulista foram consolidados na tese de doutorado da autora em 2005. Um resumo de seus resultados e informações selecionadas sobre quase uma centena de obras arquitetônicas do Brutalismo em São foram disponibilizados online desde 2008.

Solomon R. Guggenheim Museum / Frank Lloyd Wright
Solomon R. Guggenheim Museum / Frank Lloyd Wright

Estes estudos sugerem a possibilidade de que a Arquitetura Brutalista Paulista não foi um fenômeno isolado e não deve ser lido como uma proposição regionalista. Pelo contrário, a pesquisa avança sobre a hipótese de que o Brutalismo Paulista foi uma manifestação da tendência em meio a muitas outras que formavam uma espécie de rede pelo mundo. Em outras palavras, parece haver uma espécie de "conexão brutalista" entre centenas de obras do Brutalismo que foram concebidas e construídas quase que simultaneamente, em várias partes do mundo, na metade do século 20.

Banco de Londres em Buenos Aires / Clorindo Testa
Banco de Londres em Buenos Aires / Clorindo Testa

Para apoiar essa hipótese uma nova pesquisa foi proposta. Seu objetivo é coletar mais informações sobre as obras brutalistas situados em diferentes países. A Brutalist Connections Research (BCR) procura organizar um panorama amplo, verificando os dados de projeto e construção das obras e suas características arquitetônicas, como um marco conceitual para melhorar a compreensão de suas peculiaridades e proximidades. Como primeiro passo, a pesquisa teve como objetivo coletar informações sobre obras arquitetônicas brutalistas entre 1950 e 1970, situado em algumas cidades importantes do continente americano: Montreal e Toronto (Canadá), Boston, New Haven, Washington (EUA), México DF (México) , Bogotá, Medellín (Colômbia), Santiago (Chile), Buenos Aires, Córdoba, Mendoza (Argentina); Montevidéu (Uruguai); São Paulo, Curitiba (Brasil).

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi

A pesquisa está em construção e longe de ser concluída, por isso sua consistência ainda não é a ideal. De qualquer forma, os primeiros resultados podem ser úteis para estudantes, pesquisadores e qualquer pessoa interessada. O grupo de pesquisa, com a ajuda de outros arquitetos, professores, universitários e estudantes de pós-graduação está organizando gradualmente novos estudos que serão disponibilizados no site. Esta pesquisa está aberta para receber informações provenientes de qualquer pessoa interessada e sobre qualquer obra brutalista situado em qualquer lugar do mundo. 

Residência Celso Vieira Mello / Paulo Mendes da Rocha e João Eduardo de Gennaro
Residência Celso Vieira Mello / Paulo Mendes da Rocha e João Eduardo de Gennaro

Este trabalho adota a proposta da Creative Commons, uma organização sem fins lucrativos que, em conformidade com as regras de direitos autorais, procura facilitar as possibilidades de pessoas que compartilham e constroem seu trabalho a partir da produção de outras pessoas. Todo o material do site pode ser copiado, distribuído, usado e citado em outras obras, desde que a sua origem e autoria seja devidamente reconhecida. Seu uso para fins comerciais ou lucrativos é proibido; seu uso para publicações acadêmicas ou não-acadêmico pode ser permitida com autorização prévia dos autores.

Sobre este autor
Cita: Ruth Verde Zein. "Brutalist Connections" 15 Dez 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/87076/brutalist-connections> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.