Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Abilio Guerra

Abilio Guerra: O mais recente de arquitetura e notícia

Centros Educadores: a arquitetura dos espaços culturais na cidade de São Paulo

A Revista Contraste, publicação independente desenvolvida pelos alunos de graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), anuncia o lançamento de sua 5a edição, de tema Educação. Para a ocasião, convidamos a todos e todas a participarem do debate Centros Educadores: a Arquitetura dos Espaços Culturais na Cidade de São Paulo. O evento integra a série de atividades organizadas pela revista, pautando a temática da educação através de diversas abordagens.

A discussão contará com a presença dos arquitetos Marcelo Ferraz (Brasil Arquitetura), Marta Moreira (MMBB), Milton Braga (MMBB), Vinícius Andrade (Andrade Morettin) e Abílio Guerra -

Lançamento do livro “Dezoito Graus – Rio moderno, uma história do Palácio Gustavo Capanema” na livraria Bookstore em SP

A livraria Bookstore e a editora Língua Geral promovem, no dia 24 de março, o lançamento do livro “Dezoito Graus – Rio moderno, uma história do Palácio Gustavo Capanema”, seguido de uma mesa redonda com Carlos Augusto Calil, Abílio Guerra, Guilherme Wisnik e o autor da obra, Lauro Cavalcanti.

Brutalist Connections

Brutalismo é o nome frequentemente usado para referenciar uma tendência arquitetônica de meados do século XX, cujo clichê definia-o como superfícies ásperas de concreto aparente. De fato, a Arquitetura Brutalista foi adotada por inúmeros arquitetos por todo o mundo entre 1950 e 1970. Esta Arquitetura produziu uma série de edifícios, muitos deles de inventividade excepcional e alto nível de qualidade artística. O site Brutalist Connections de direção da Prof. Dr. Ruth Verde Zein busca contribuir para o reconhecimento da Arquitetura Brutalista considerada, em um sentido mais amplo, como um momento significativo da Arquitetura Moderna Seu foco está em obras arquitetônicas, debates conceituais e a diversidade de contribuições internacionais para o termo “brutalismo.”