Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. James Corner Field Operations

James Corner Field Operations: O mais recente de arquitetura e notícia

High Line abrirá um novo espaço de arte pública em Nova Iorque

No próximo ano, o icônico High Line, em Nova Iorque, inaugurará um novo espaço público para a arte, projetado por James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro, com obras de arte de Simone Leigh. O espaço público será o mais novo trecho do parque elevado dedicado a exposições temporárias de arte contemporânea. A primeira obra de arte será a Brick House, um busto de bronze de dezesseis metros de altura de uma mulher negra, concebida por Simone Leigh.

The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro The Spur & The Plinth. Cortesia de James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro + 7

Vídeo: James Corner Field Operation leva "icebergs" ao National Building Museum de Washington

Na esteira do sucesso de projetos como "BEACH" de Snarkitecture, construído ano passado, e o Labirinto do BIG em 2014, a instalação para o 2016 Summer Block Party do National Building Museum de Washington leva o nome de "ICEBERGS" e foi projetada por James Corner Field Operations. ICEBERGS é um ambiente interativo submerso que ocupa todo o Grande Hall do museu e convida o público a escapar do calor do verão.

Assista ao vídeo em timelapse acima para saber como o projeto foi realizado.

The Underline, o parque linear de 16 km que será construído sob o metrô de Miami

O metrô de Miami conta com duas linhas de 40 km de extensão e 23 estações. Como se trata de um metrô de superfície, apresenta espaços livres sob sua infraestrutura que, em certos trechos, foram aproveitados para a construção de ciclovias.

No entanto, o desenho destas ciclovias são é mais eficiente, tampouco seguro, apresentando diversas curvas, grandes cruzamentos, pouca distinção dos espaços destinados a ciclistas e pedestres, falta de sinalização e iluminação e pontos cegos, entre outros inconvenientes mostrados no vídeo acima.

James Corner Field Operations projeta cobertura jardim no Brooklyn, Nova Iorque

O escritório James Corner Field Operations concluiu uma cobertura jardim de aproximadamente 520 m² no Brooklyn, em Nova Iorque. O jardim se localiza no topo de um complexo residencial de dezessete pavimentos projetado pelo escritório Leeser Architecture e idealizado pela Two Trees Management. O novo terraço oferece aos moradores uma vista panorâmica para a Ponte do Brooklyn, para a Ponte de Manhattan, para o East River e para o skyline de Manhattan.

Olafur Eliasson traz instalação de LEGO para o High Line

Como parte da série "Panorama" apresentada este ano, a organização Friends Of The High Line anunciou a instalação "The Collectivity Project", de Olafur Eliasson, que permanecerá em exposição até o dia 30 de setembro no High Line. A instalação, que já passou por Tirana, Oslo e Copenhague, mostra uma paisagem urbana imaginária interativa feita com duas toneladas de blocos de LEGO, a qual pode ser desmontada e reconstruída pelos visitantes.

Diferentemente das outras ocasiões em que a instalação foi apresentada, o High Line Art convidou arquitetos renomados que estão trabalhando nos arredores do High Line para contribuir com um projeto de LEGO para a abertura da instalação, com BIG, David M. Schwarz Architects, Diller Scofidio + Renfro, James Corner Field Operations, OMA New York, Renzo Piano Building Workshop, Robert A.M. Stern Architects, Selldorf Architects, SHoP, e Steven Holl Architects contribuindo com um edifício que posteriormente será adaptado, desmontado e reconstruído pelo público.

O capítulo final do High Line está completo; mas espere, não feche o livro ainda!

Com a inauguração da última etapa do High Line em Nova Iorque no mês passado, a cidade pôde finalmente fazer um balanço de uma transformação urbana que levou uma década e meia de sua concepção à concretização - e nos primeiros cinco anos desde a inauguração de sua primeira etapa se tornou um dos grandes fenômenos de planejamento urbano do século XXI, inspirando propostas semelhantes em cidades ao redor do mundo. Neste artigo, publicado originalmente pela Metropolis Magazine como "The High Line's Last Section Plays Up Its Rugged Past," Anthony Paletta escreve sobre essa nova peça final ao quebra-cabeça, e examina o que este projeto referência significou para o West Side de Manhattan.

A promessa de qualquer ferrovia urbana, ainda que obscura ou congestionada no seu início, é a eventual liberação para a fronteira aberta, a perspectiva de que esses trilhos enterrados poderiam, em tempo, levá-lo em qualquer lugar. Para aqueles de nós cujo único cronograma é o nosso ritmo de caminhada, esta é a experiência da última fase recém inaugurada do High Line. O parque, depois de serpentear em suas duas fases iniciais ao longo de 20 densas quadras de Manhattan, se alarga em uma grande promenade que termina com a épica vista para o Rio Hudson. É um grande coda e um final satisfatório para um dos projetos de parque mais ambiciosos na memória recente.

Um passeio pelo High Line com Iwan Baan

Vista para oeste ao longo de um dos passeios. Imagem © Iwan Baan, 2014 (trecho 3)
Vista para oeste ao longo de um dos passeios. Imagem © Iwan Baan, 2014 (trecho 3)

Domingo passado foi inaugurado o terceiro e último trecho do High Line de Nova Iorque, um projeto que transformou uma ferrovia abandonada localizada no West Side de Manhattan em um dos parques urbanos mais famosos do mundo. Desde a abertura do primeiro trecho, em 2009, o fotógrafo de arquitetura Iwan Baan vem documentando seu processo de construção e apropriação. Agora, pela primeira vez, apresentamos uma jornada fotográfica através do High Line concluído. Confira as fotos, a seguir.

Cinco propostas para "Presidio Parklands" em San Francisco

Há algumas semanas, as cinco equipes que competem pelo projeto do "Presidio Parkland" em San Francisco divulgaram suas propostas em um evento público realizado no terreno de intervenção. O parque, possibilitado pela substituição de uma via expressa elevada por um túnel, terá vistas espetaculares para a Baía de San Francisco e para a Ponte Golden Gate.

"Essa é uma oportunidade única de criar e projetar este parque", disse o Diretor Executivo do novo parque, Trust Craig. "Estamos extremamente satisfeitos com o calibre do trabalho das cinco equipes e estamos ansiosos para ouvir a opinião do público a respeito dessas propostas iniciais."

Entre os competidores estão James Corner Field Operations, OLIN com Olson Kundig ArchitectsSnøhetta com Hood Design StudioWest 8, e CMG Landscape Architecture. O vencedor será anunciado em janeiro do próximo ano.

Veja a seguir as cinco propostas.

PresidiO / West 8. Imagem © Team West 8 Your Gateway Park / OLIN + Olson Kundig Architects. Imagem © OLIN Cortesia de Presidio Trust The Observation Post / CMG Landscape Architecture. Imagem © CMG Landscape Architecture Cortesia de Presidio Trust Your Gateway Park / OLIN + Olson Kundig Architects. Imagem © OLIN Cortesia de Presidio Trust + 42

Inaugurado hoje o terceiro (e último) trecho do High Line de Nova Iorque

Fantastic news: the High Line at the Rail Yards - the third and northernmost section of the park - will be opening to the public on Sunday, September 21! Read the full announcement: http://bit.ly/RailYardsOpening Photo of the Interim Walkway, one of the new design features in the Rail Yards, by Kathleen Fitzgerald | OCD

Hoje, 21 de setembro, o terceiro e último trecho do High Line de Nova Iorque foi aberto ao público. Nesse trecho os típicos bancos que se transformam em mesas e gangorras se mesclam a uma paisagem exuberante, diversificada e de aparência descuidada - remanescente dos trilhos "esquecidos". Segundo Piet Oudolf - paisagista holandês que trabalhou com James Corner Field Operations e Diller Scofidio & Renfro -, o trecho mais ao norte, que custou US$ 75 milhões, será uma "introdução à vida selvagem" que responde diretamente ao desejo do público de "caminhar sobre os trilhos originais". Em breve publicaremos mais imagens da inauguração do último trecho do High Line.

MCHAP divulga lista com os 36 "projetos mais impressionantes" nas Américas

Wiel Arets, Decano da Universidade de Arquitetura no Instituto Tecnológico de Illinois (IIT) e Dirk Denison, diretor do prêmio Mies Crown Hall Americas (MCHAP), anunciaram a listagem inaugural do MCHAP – 36 “Projetos Impressionantes” selecionados entre os 255 nomeados do MCHAP.

“A rica diversidade destes trabalhos construídos é um testamento para a energia criativa sendo trabalhada nas Américas hoje em dia", disse Arets. "Quando vista em conjunto com o trabalho inovador dos finalistas do MCHAP emergente e do vencedor, a Poli House por Mauricio Pezo e Sofia von Ellrichshausen, que nós homenageamos em maio, nós vemos a evolução de uma distinta conversação americana sobre a criação de um espaço habitável." Veja todos os 36 vencedores a seguir.

Vídeo: Liz Diller fala sobre o High Line, uma pausa na cidade que nunca dorme

Liz Diller, uma das sócias do escritório Diller Scofidio + Renfro, discute a história do High Line e as decisões ativas de projeto que o levaram ao sucesso.

A ferrovia elevada, projetada para penetrar as quadras da cidade, foi utilizada pela última vez em 1980. Em 1999, uma "paisagem muito estranha havia se formado, com todo um ecossistema em torno dela", comenta Diller. A defesa da preservação do local começou com dois habitantes locais e culminou em sua recuperação através da colaboração multidisciplinar entre entidades municipais e projetistas apaixonados (James Corner Field Operations, Diller Scofidio + Renfro, o paisagista Piet Oudolf). "O projeto para o High Line não poderia ter acontecido sem as pessoas certas, o momento certo e a administração certa."

“Estrutura imersiva em forma de taça ” proposta para o acesso da última etapa do High Line

A associação Friends of the High Line, juntamente com James Corner Field Operations e Diller Scofidio + Renfro, revelaram o que pode ser o acesso da terceira e última etapa do parque mais comentado de Nova Iorque. Concebida para marcar a extremidade nordeste do High Line, a "estrutura imersiva em forma de taça", conhecida como "The Spur", trará ao coração da cidade um bolsão de vegetação exuberante.

James Corner Field Operations vence o concurso para redesenhar o Chicago Navy Pier

High Line New York: São reveladas as imagens da terceira e última seção