Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Comunidad

Comunidad: O mais recente de arquitetura e notícia

As tendências da arquitetura em 2019

Este é o momento no qual nos projetamos ao futuro para definir as metas e focos de nossa carreira ao longo do ano que começa. Com o objetivo de ajudar os arquitetos que consultam o ArchDaily diariamente, realizamos a seguinte lista com as ideias que mais ecoaram durante 2018 e que, portanto, serão os temas que devem seguir desenvolvendo-se durante 2019.

Apenas no ano passado, mais de 130 milhões de usuários descobriram no ArchDaily novas referências, materiais e ferramentas que permitem aprimorar o desenvolvimento da arquitetura e melhorar a qualidade de vida de nossas cidades e entornos construídos. Quando nossos usuários começam a coincidir em suas buscas de informação ou demonstram maior interesse por um tema em relação a outros, estes tópicos passam a ser uma tendência.

Reconstrução da Vila Jintai / Rural Urban Framework

via Rural Urban Framework via Rural Urban Framework via Rural Urban Framework via Rural Urban Framework + 27

Bazhong, China

Catenarius: uma abóbada experimental de tijolos de solo-cimento

Redesenhando as estruturas desenvolvidas por Félix Candela, o arquiteto Ramiro Meyer projetou e construiu uma abóbada que cobre uma superfície total de 90m². Trata-se de um pavilhão simples, eficiente e sem uso predeterminado, que - através de materiais locais e habilidade de seus habitantes - pretende se tornar um modelo de construção para a população rural do Paraguai.

Veja, a seguir, como foi construída a estrutura.

© Federico Cairoli © Federico Cairoli © Federico Cairoli © Federico Cairoli + 26

Escola em Chuquibambilla / AMA + Bosch Arquitectos

© Paulo Afonso / Marta Maccaglia © Paulo Afonso / Marta Maccaglia © Paulo Afonso / Marta Maccaglia © Paulo Afonso / Marta Maccaglia + 21

Chuquibambilla, Peru
  • Arquitetos: Paulo Afonso, Marta Maccaglia, Ignacio Bosch, Borja Bosch
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  985.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013

Como o projeto "Espaços de Paz" está transformando os espaços comunitários na Venezuela

O projeto "Espaços de Paz" está convertendo "áreas de perigo" em "áreas de paz", através do projeto participativo em áreas violentas do país. Liderado pelo escritório venezuelano PICO Estudio, o projeto é o resultado de uma oficina de seis semanas de duração que envolveu cinco grupo de arquitetos - venezuelanos e de outros países. Cada grupo focou no desenvolvimento de um projeto para uma comunidade específica.

Através da transformação dos espaços utilizados, como terrenos vazios e áreas de lixão não regulamentadas, os projetos procuram criar "dinâmicas sociais que convidassem a novas formas de convivência e relações nas comunidades, transformando as categorias fundamentais que regem a vida cotidiana: o uso do tempo e do espaço". A participação da comunidade foi essencial para essa iniciativa.

10 equipes que querem mudar o mundo através da arquitetura

A arquitetura tem um enorme poder de mudar o mundo. Diariamente os arquitetos tomam decisões que são muito mais determinantes  do que pensamos, nossos desenhos não apenas determinam a maneira que espacialmente habitamos a cidade e o território, mas que além disso definem socialmente quem somos, como nos relacionamos com as outras pessoas, quais possibilidades temos.

Uma série de escritórios ou instituições ao redor do mundo estão saindo de seu contexto imediato para voltarem-se para zonas e comunidades onde a boa arquitetura parece não chegar, desafiando os estilos e as lógicas de trabalho tradicionais para demonstrar que nossa influência, aplicada de forma solidária e colaborativa, realmente pode fazer uma grande diferença.

A seguir, 10 experiências inspiradoras.

Venezuela: Protótipo de habitação para pescadores potencializa as qualidades de suas comunidades

O arquiteto Andrés Orellana observou as comunidades de pescadores existentes nas costas da Venezuela para propor um novo tipo de habitação sustentável que resgata e potencializa suas qualidades intrínsecas de auto-suficiência. Todas estas qualidades respondem a enormes processos de adequação a seu contexto e, graças às novas tecnologias de hoje, podem ser atualizadas e potencializadas seus habitantes.

Mais detalhes dos sistemas eficientes propostos na continuação.

Víctor, o irmão “social” de César Pelli, e sua visão da Arquitetura

Conhecemos muito da obra de César Pelli - autor das Torres Petronas de Kuala Lumpur - mas sabemos muito pouco da carreira produtiva e admirável de seu irmão, também arquiteto, Víctor Saúl. Nascido em Tucumán, Argentina, dedicou sua carreira ao desenvolvimento de habitação social, associando com êxito docência, pesquisa, ação participativa e assistência técnica a diferentes comunidades.

Conheça sua interessante visão do ensino de arquitetura no mundo de hoje e da importância do processo e da participação do usuário na redução da pobreza, através de uma série de citações retiradas de uma entrevista com o arquiteto realizada em 2005 por Elena Adobe para a página Arquisocial.org.