1. ArchDaily
  2. Cartografias

Cartografias: O mais recente de arquitetura e notícia

Favelas 4D: projeto do MIT usa digitalização para mapear a maior favela brasileira

Usando tecnologia de digitalização a laser 3D, o Senseable City Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT), em colaboração com a BRTech 3D e Washington Fajardo, secretário municipal de Planejamento Urbano do Rio de Janeiro, está conduzindo uma análise morfológica abrangente da Rocinha, a maior favela do Brasil, com cerca de 100.000 habitantes em 838 mil metros quadrados e quase 26 mil moradias.

Pipasgrafia: cartografia afetiva mapeia soltura de pipas no Rio de Janeiro

Desde o início da pandemia, a pedagoga Camila Regina e o cartógrafo Henrique Lima notaram um aumento significativo de pipas nos céus periféricos do Rio de Janeiro. Os losangos e deltóides de papel colorido são guiados por mãos de crianças e adultos que não podem sair de casa, mas que podem subir em suas lajes para soltar pipa.

Inspirados por essa tomada dos céus e por suas próprias histórias com a pipa, os dois pipeiros fundaram o Pipasgrafias, um projeto multimídia sobre a brincadeira. Relatos em vídeo, texto e ilustração – além de um mapa interativo – compõe um retrato de como é soltar pipa nas diferentes periferias cariocas.

Constelações luminosas: mapas mostram a distribuição da população na Terra

Robert Szucs, analista e cartógrafo húngaro, compartilhou com o ArchDaily mais uma de suas séries de mapas, desta vez, abordando a distribuição populacional na Terra. Em um enorme quadro negro marcado apenas com a delimitação geopolítica dos países e continentes, constelações luminosas representam as aglomerações humanas e os grandes vazios no globo terrestre.

Mapas apresentam rios e bacias hidrográficas do mundo todo em cores vibrantes

O analista GIS e cartógrafo húngaro Robert Szucs compartilhou conosco uma impressionante coleção de mapas que reúne todas as bacias hidrográficas do mundo, destacadas com cores vibrantes. Disponibilizadas no website de seu projeto Grasshopper Geography, as cartografias mostram o mapa mundi dos rios e cursos d'agua e, também, versões menores, com as bacias de alguns países e continentes.

Mapas apresentam rios e bacias hidrográficas do mundo todo em cores vibrantesMapas apresentam rios e bacias hidrográficas do mundo todo em cores vibrantesMapas apresentam rios e bacias hidrográficas do mundo todo em cores vibrantesMapas apresentam rios e bacias hidrográficas do mundo todo em cores vibrantes+ 14

Série de mapas mostra a diferença de como turistas e locais veem as cidades

Ao visitar uma cidade onde nunca estivemos, é comum frequentar lugares turísticos, aqueles pontos "imperdíveis" propagandeados nas mídias. Por outro lado, ao estabelercemos residência em um lugar, é provavél que passemos a frequentar outros locais menos conhecidos, ficando, às vezes, muito tempo se passar pelos pontos turísticos mais famosos de nossa cidade. O artista Eric Fischer desenvolveu um projeto que explora justamente a diferença no modo de ver - e fotografar - uma cidade a partir do ponto de vista de turistas e locais. Intitulado Locals and Tourists, o trabalho compila os mapas de 136 das maiores - e mais visitadas - cidades do mundo.

"Atlas da Expansão Urbana" mapeia o crescimento de centenas de cidades do mundo

A plataforma Atlas da Expansão Urbana demonstra por meio de mapas, imagens de satélites e dados sobre mudanças espaciais o crescimento de centenas de cidades do mundo. Desenvolvido desde 2012 pela Universidade de Nova York, a ONU-Habitat e o Instituto Lincoln de Políticas do Solo, o principal objetivo do Atlas é analisar o desempenho e identificar as tendências na implementação da Nova Agenda Urbana.

Mais de 120 mapas antigos permitem ver o passado de diferentes partes do mundo no Google Maps e Earth

Mais de 120 mapas antigos da David Rumsey Map Collection foram inseridos no Google Maps e Google Earth, permitindo conhecer como eram no passado diferentes partes do globo. As cartografias podem ser vistas acionando a camada "Rumsey Historical Maps" no Earth ou através desta versão do Maps desenvolvida para o projeto.

Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2018: Muros de Ar - Cartografias

O conceito e título Muros de ar foi pensado para responder à proposta Freespace, das curadoras Yvonne Farrell e Shelley McNamara, como uma provocação capaz de questionar: 1. as diferentes formas de muros que constroem, em diversas escalas, o território brasileiro; 2. as fronteiras da própria arquitetura em relação a outras disciplinas.

Assim, partimos para uma reflexão sobre o quanto a arquitetura no Brasil e seus desdobramentos urbanos são de fato, livres. Sem a pretensão de chegar a uma resposta, mas com a ambição de abrir a conversa para um público grande e diverso, optamos por tentar tornar visíveis processos que muitas vezes não são percebidos, em função de sua natureza ou escala. As barreiras imateriais que são erguidas entre pessoas ou bairros, e os processos de urbanização do Brasil em uma escala continental são exemplos de questões sobre as quais nos debruçamos. 

Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2018: Muros de Ar - CartografiasPavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2018: Muros de Ar - CartografiasPavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2018: Muros de Ar - CartografiasPavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2018: Muros de Ar - Cartografias+ 43

Mapas antigos do Brasil entre os séculos XVI e XIX

A Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro disponibilizou uma série d mapas antigos digitalizados do Brasil entre os séculos XVI e XIX. Disponível na página SlideShare, o material consiste em uma compilação de 32 mapas, de relevante importância histórica, os quais detalham ricamente o território brasileiro desde do momento da descoberta até sua independência no séc XIX.

IBGE disponibiliza mais de 22 mil mapas online

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou recentemente o portal Mapas do IBGE, uma plataforma online que concentra recursos de busca, visualização e compartilhamento de dados e metadados de mais de 22 mil mapas cadastrados.

O repositório conta com três formas de classificação hierárquica (tema, publicação e tipo), porém, as buscas também podem ser realizadas através de palavras-chave. Para melhorar a navegação e o acesso aos mapas, o IBGE recomenda que o usuário crie uma conta, assim, todos os mapas acessados ficam salvos e podem ser facilmente revistos.

"Mapping Manhattan": cartografias afetivas de Nova Iorque

Carregando centenas de mapas em branco, Betty Cooper caminhou por toda a ilha de Mahnattan, onde cruzou com policiais, moradores de rua, modelos e idosos que passaram a vida toda em Manhattan.

Ao abordar as pessoas nas ruas, Cooper pedia a cada um que “mapeasse sua Manhattan” e que lhe enviasse o mapa de volta.  Rapidamente sua caixa de correio se encheu com cartografias de narrativas íntimas: amores antigos, lares perdidos, memórias de infância, momentos cômicos e confissões surpreendentes.

Mapping Manhattan: cartografias afetivas de Nova IorqueMapping Manhattan: cartografias afetivas de Nova IorqueMapping Manhattan: cartografias afetivas de Nova IorqueMapping Manhattan: cartografias afetivas de Nova Iorque+ 6