Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Mais de 120 mapas antigos permitem ver o passado de diferentes partes do mundo no Google Maps e Earth

Mais de 120 mapas antigos permitem ver o passado de diferentes partes do mundo no Google Maps e Earth

Mais de 120 mapas antigos permitem ver o passado de diferentes partes do mundo no Google Maps e Earth
Mais de 120 mapas antigos permitem ver o passado de diferentes partes do mundo no Google Maps e Earth, Cortesia de David Rumsey Map Collection
Cortesia de David Rumsey Map Collection

Mais de 120 mapas antigos da David Rumsey Map Collection foram inseridos no Google Maps e Google Earth, permitindo conhecer como eram no passado diferentes partes do globo. As cartografias podem ser vistas acionando a camada "Rumsey Historical Maps" no Earth ou através desta versão do Maps desenvolvida para o projeto.

    Os mapas abrangem o período entre 1680 e 1930 e, além dos desenhos cartográficos, contêm informações sobre a história do local. Cada mapa foi georreferenciado, assim, é possível navegar pelo globo e ver as antigas cartografias sobrepostas e ajustadas às imagens de satélite.

    De modo geral, os mapas mais recentes se encaixam quase que perfeitamente na geografia real que pretendem representar, no entanto, as cartografias mais antigas muitas vezes mostram interpretações equivocadas dos contornos geográficos e, por este motivo, sofreram maiores distorções para se adequarem ao Earth e ao Maps.

    Cortesia de David Rumsey Map Collection
    Cortesia de David Rumsey Map Collection

    A comparação entre as imagens do Google e os mapas antigos, facilitada por um cursor que permite alterar o nível de transparência das cartografias, revelam informações interessantes sobre a evolução das representações da geografia do planeta, que com o passar do tempo ganharam precisão e definição antes inimagináveis. Mas além disso, revelam dados preciosos sobre a urbanização no mundo - regiões outrora rurais se transformaram em cidades, ao passo que centros urbanos mais antigos mostraram, a partir do século XIX, grande crescimento populacional e expansão territorial.

    O processo de inserção dos mapas antigos no Maps e Earth é relativamente simples. Primeiramente, os desenhos históricos originais são digitalizados com câmeras de alta resolução. Estas imagens digitais passam, então, por um processo de georreferenciamento com softwares específicos que demarcam pontos nos mapas antigos (até 200 deles, dependendo da dimensão do mapa) que devem se conectar com os mesmos pontos nos mapas modernos feitos por imagens de satélite. Para se sobrepôr corretamente às imagens recentes, as antigas cartografias geralmente resultam curvadas e levemente distorcidas, informa a David Rumsey Map Collection.

    Cortesia de David Rumsey Map Collection
    Cortesia de David Rumsey Map Collection

    Para navegar pelos mapas antigos no Earth, é preciso baixar o programa, já que a coleção de Rumsey não está disponível na versão online do programa. Para navegar no Maps, clique aqui.

    Fonte: David Rumsey Map Collection.

    Ver a galeria completa

    Sobre este autor
    Cita: Romullo Baratto. "Mais de 120 mapas antigos permitem ver o passado de diferentes partes do mundo no Google Maps e Earth" 10 Mai 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/916658/mais-de-120-mapas-antigos-permitem-ver-o-passado-de-diferentes-partes-do-mundo-no-google-maps-e-earth> ISSN 0719-8906

    ¡Você seguiu sua primeira conta!

    Você sabia?

    Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.