Matt Hickman

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Gensler desenvolve projeto de US$ 9,5 bilhões para o Aeroporto JFK em Nova Iorque

Cortesia das Autoridades Aeroportuárias de Nova Iorque e Nova Jersey
Cortesia das Autoridades Aeroportuárias de Nova Iorque e Nova Jersey

A governadora do estado de Nova Iorque, Kathy Hochul, anunciou na semana passada que boa parte dos Terminais 1, 2 e 3 do antigo Aeroporto Internacional John F. Kennedy no Queens serão completamente remodelados conforme um projeto que prevê um orçamento inicial de aproximadamente 9,5 bilhões de dólares. Com o início das obras planejado para o ano que vem, o primeiro dos 23 portões de embarque do novo Aeroporto Internacional de Nova Iorque deverá entrar em operação já em 2026. Chamado de Terminal One, o primeiro e maior terminal do novo JFK cobrirá uma área total aproximada de 220 mil metros quadrados e, de acordo com um comunicado à imprensa do Gabinete da Governadora, “este será um dos melhores e mais modernos terminais aeroportuários do mundo.”

Cortesia das Autoridades Aeroportuárias de Nova Iorque e Nova JerseyCortesia das Autoridades Aeroportuárias de Nova Iorque e Nova JerseyCortesia das Autoridades Aeroportuárias de Nova Iorque e Nova JerseyCortesia das Autoridades Aeroportuárias de Nova Iorque e Nova Jersey+ 7

Futuro da Tour Triangle projetada por Herzog & de Meuron em Paris segue incerto

Depois de mais de uma década de tentativas frustradas, problemas econômicos e disputas legais além de muita resistência por parte da comunidade local, a Tour Triangle (Triangle Tower) projetada pela Herzog & de Meuron finalmente parece estar caminhando para um final a medida que tudo parece indicar que as obras serão iniciadas muito em breve em um terreno próximo ao Parque de Exposições Porte de Versailles no 15º distrito municipal de Paris. Entretanto, enquanto as máquinas ainda estão esquentando os motores, esforços estão sendo feitos para barrar o projeto de forma definitiva.

Casa projetada por Frank Lloyd Wright escapa de demolição e será restaurada

Relegada ao esquecimento até poucos meses atrás, uma das casas projetadas por Frank Lloyd Wright em estilo colonial holandês não parecia estar caminhando para um final muito feliz. Naquela ocasião, a residência projetada e construída pelo arquiteto em 1894 na região suburbana de Chicago, estava correndo sérios riscos de demolição quando foi colocada à venda por um valor de aproximadamente um milhão e trezentos mil dólares. Pouco tempo depois, ou melhor, na semana passada, a histórica Frederick Bagley House, definida pela organização sem fins lucrativos responsável pela conservação da obra construída de Frank Lloyd Wright como “uma obra exordial única e insubstituível”, parece agora caminhar em direção a um futuro bastante promissor—ou melhor, para um novo recomeço.

Pandemia faz cair o número de arranha-céus construídos em 2020

A pesar de ainda ser muito cedo para sabermos com precisão a dimensão de todos os impactos causados pela atual crise sanitária mundial na industria da construção civil, é sabido que a recente pandemia de coronavírus provocou—e segue provocando—profundas transformações na forma como concebemos e construímos nossos edifícios e espaços. E no que se refere à construção de edifícios em altura, quais foram as principais consequências desta crise e o que isso significa?

Conforme relatório anual recentemente publicado pelo Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano (CTBUH), com sede em Chicago, o ano de 2020 foi marcado por uma redução de vinte por cento no número total de arranha-céus inaugurados ao redor do mundo, e ao que tudo indica, esta drástica queda se deve direta e indiretamente, à crise da COVID-19.

Leilão com trabalhos de David Adjaye e Daniel Libeskind levanta fundos para combater racismo na profissão

Recém lançada, a Architecture for Change (ARCH ) é uma iniciativa sem fins lucrativos dedicada a combater o racismo sistêmico na indústria da arquitetura e construção civil. Como parte de sua primeira série de ações, a ARCH realizou um leilão online com obras — esboços, maquetes, plantas, fotografias etc. — doadas por alguns dos mais importantes nomes da arquitetura contemporânea, incluindo Sir David Adjaye, Daniel Libeskind, Michel Rojkind, David Rockwell, Jennifer Bonner, Trey Trahan entre outros.

Harvard removerá nome de Philip Johnson do edifício que projetou enquanto estudante

A Harvard Graduate School of Design (Harvard GSD) não se referirá mais a uma residência particular na 9 Ash Street em Cambridge como a “Philip Johnson Thesis House”. A partir de agora, esta casa, projetada e habitada por Johnson quando estava matriculado na Harvard GSD na década de 1940, será conhecida apenas por seu endereço físico.

Após atrasos devido ao Coronavírus, M+ inaugura a exposição "Archigram Cities" em um formato híbrido

Depois que sua inauguração foi abreviada no inverno passado devido à pandemia de coronavírus, a tão esperada exposição Archigram Cities está agora oficialmente em pleno funcionamento. Apresentada pelo museu de cultura visual M+ de Hong Kong e organizada em colaboração com o Departamento de Arquitetura na Universidade de Hong Kong e da Power Station of Art de Xangai, Archigram Cities assumiu a forma de uma lista híbrida de acontecimentos virtuais/presenciais - palestras, projeções, apresentações e muito mais - que exploram e celebram o vasto legado do coletivo arquitetônico de vanguarda britânica Archigram.