Após atrasos devido ao Coronavírus, M+ inaugura a exposição "Archigram Cities" em um formato híbrido

Após atrasos devido ao Coronavírus, M+ inaugura a exposição "Archigram Cities" em um formato híbrido

Depois que sua inauguração foi abreviada no inverno passado devido à pandemia de coronavírus, a tão esperada exposição Archigram Cities está agora oficialmente em pleno funcionamento. Apresentada pelo museu de cultura visual M+ de Hong Kong e organizada em colaboração com o Departamento de Arquitetura na Universidade de Hong Kong e da Power Station of Art de Xangai, Archigram Cities assumiu a forma de uma lista híbrida de acontecimentos virtuais/presenciais - palestras, projeções, apresentações e muito mais - que exploram e celebram o vasto legado do coletivo arquitetônico de vanguarda britânica Archigram.

O arquivo Archigram, que abrange mais de 10.000 imagens, incluindo renderizações, desenhos técnicos, colagens e outros elementos, foi adquirido pelo M + por US $ 2,37 milhões em março de 2018 e, após quase um ano aguardando aprovação para exportação, finalmente chegou a Hong Kong no início de 2019.

Como tal, Archigram Cities é uma festa multifacetada de "boas-vindas à sua nova casa" que, além das palestras e exibições mencionadas, girou em torno de um simpósio online de três dias (4, 6 e 10 de novembro) que atende tanto aos admiradores (e há muitos) dos seis sonhadores do Archigram quanto àqueles menos familiarizados com sua produção neo-futurística dos anos 1960 e 1970. Pelo museu, o simpósio "reavalia o Archigram por meio de interpretações do trabalho do grupo em relação às histórias e práticas da arquitetura e do urbanismo em um conjunto mais amplo de geografias." Arquitetos e historiadores, incluindo Annette Fierro, Ariel Genadt, Evangelos Kotsioris, Lai Chee Kien, Li Han, Simon Sadler, Hadas Steiner, Tsukamoto Yoshiharu, Mark Wigley, Roger Wu e Liam Young conduziram apresentações durante o simpósio de três partes.

‘M+ International x Power Station of Art: Archigram Cities’ poster, 2020. Imagem © Drawing Architecture Studio. Commissioned by M+
‘M+ International x Power Station of Art: Archigram Cities’ poster, 2020. Imagem © Drawing Architecture Studio. Commissioned by M+

Todas as apresentações foram precedidas por respostas em vídeo “Trash History / Theory” de membros do Archigram, que incluem Peter Cook, Michael Webb, David Greene e Dennis Crompton. (Dos seis membros do coletivo, dois, Warren Chalk e Ron Herron, faleceram em 1987 e 1994, respectivamente.) O simpósio também incluiu uma exposição online organizada pela Universidade de Hong Kong que mostra novos trabalhos de estudantes artistas e arquitetos.

Apresentado como parte da série de discussões M + Matters em andamento, o simpósio é co-organizado por Shirley Surya, curadora de Design e Arquitetura do M+; Aric Chen, ex-curador chefe do M+ e professor na Faculdade de Design e Inovação da Universidade de Tongji; Eric Schuldenfrei, chefe do Departamento de Arquitetura da Universidade de Hong Kong; Eunice Seng, professora associada do Departamento de Arquitetura da Universidade de Hong Kong, e Roberto Requejo, docente do Departamento de Arquitetura da Universidade de Hong Kong. Além dos citados, Noel Cheung, assistente curatorial de Design e Arquitetura do M+, também prestou assistência organizacional.

“No trabalho do grupo Archigram, a arquitetura tratava de mudanças, possibilidades e alternativas”, disse Surya em um comunicado. “As últimas cinco décadas mostraram a ampla relevância dos projetos especulativos do Archigram. Como um dos primeiros a explorar o envolvimento da arquitetura com transformações no urbanismo, tecnologia e cultura popular, e para enfrentar a ascensão do usuário-consumidor em um mundo globalmente interconectado e hiper-mediado, Archigram deixou uma marca indelével na forma como a prática arquitetônica é compreendida em relação à sociedade. Esses eventos afirmam as influências duradouras - e às vezes inesperadas - dos projetos do grupo.”

Também em cartaz no final do mês esteve o M+ Matters: Archigram Cities - It's Archigram!, um evento de exibição de dois filmes, Archigram 1967 (1967), produzido pela BBC e Archigram Opera (1972), apresentados online pela primeira vez, com o último filme em uma versão recém-editada. As discussões do painel com Cook, Webb, Greene e Crompton seguiram as exibições.

Mais à frente, em 21 de novembro, está M + International x Power Station of Art: Archigram Cities, um evento presencial de um dia vinculado à 13ª Bienal de Xangai que "foca na relevância das ideias do Archigram para práticas arquitetônicas experimentais na China". Como parte dessas festividades na China continental, tanto o Archigram 1967 quanto o Archigram Opera (em sua versão completa) serão exibidos ao vivo e seguidos de uma discussão com os membros do Archigram. Um painel de discussão com vários arquitetos chineses importantes, incluindo Ma Yansong (MAD Architects), Yung Ho Chang (Atelier FCJZ) e Meng Yan (Urbanus) também está programado.

Warren Chalk, Archigram. Capsule Homes, vista superior 1964. Imagem © Archigram Archives via M+, Hong Kong
Warren Chalk, Archigram. Capsule Homes, vista superior 1964. Imagem © Archigram Archives via M+, Hong Kong

Todos os eventos Archigram Cities, apresentados por M + Matters e M + International, o último dos quais serve como uma "plataforma de parceria com instituições ao redor do mundo que aborda interesses e desafios compartilhados", estão sendo apresentados ao público gratuitamente online ocorrendo no Zoom. Quanto à sede física permanente do M + em Hong Kong, um complexo projetado por Herzog & de Meuron no Distrito Cultural West Kowloon, está em fase de conclusão e deve ser aberto ao público em 2021.

Este artigo foi publicado originalmente no The Architect's Newspaper como "After COVID delays, M+ launches Archigram Cities series in a hybrid format"

Sobre este autor
Cita: Hickman, Matt. "Após atrasos devido ao Coronavírus, M+ inaugura a exposição "Archigram Cities" em um formato híbrido" [After Coronavirus Delays, M+ Launches "Archigram Cities" Series in a Hybrid Format] 19 Nov 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/951510/apos-atrasos-relacionados-ao-coronavirus-m-plus-inaugura-a-exposicao-archigram-cities-em-um-formato-hibrido> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.