Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

HAUS

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Gambiarras nas instalações elétricas provocaram incêndio no Museu Nacional

Peritos da Polícia Federal encontraram fortes indícios de que uma série de gambiarras no circuito elétrico provocou o incêndio que atingiu o Museu Nacional há oito meses e o mantém a portas fechadas desde então.

Apartamento modular em Xangai tem cômodos que se encaixam como Lego

Entre as alternativas possíveis para solucionar o problema da habitação — que vão de casas pela metade a residências feitas com impressoras 3D —, uma das novidades é uma solução sustentável que se parece com peças de Lego. Chamado “Slice” (fatia, em inglês), o apartamento criado pelo arquiteto iraniano Nasim Sehat tem “peças” funcionais do mesmo tamanho que se encaixam conforme a necessidade.

Os módulos são adaptados para funcionarem como chuveiro, banheiro, cozinha, escritório e quarto; além de um módulo vazio para intercalar as funções, formando, no total, oito “cômodos”. A proposta de Sehat — que mora em Xangai e desenvolveu a ideia baseado em hábitos que observa na cidade — é que os Slices sejam reservados online.

Oktoberfest transformará copos de plástico utilizados na festa em tijolos para hortas comunitárias

Uma das mais tradicionais festas da região Sul do país, a Oktoberfest, lançou uma iniciativa que mira a sustentabilidade. Além de oferecer milhares de litros de chope, a edição 2018 do evento irá colaborar com o meio ambiente ao transformar os copos de plástico utilizados durante os 19 dias de festa em tijolos e mobiliários para hortas comunitárias.

A inciativa, batizada de “Oktober Consciente”, é do Instituto Gigantes da Ecologia (IGE), associação civil sem fins lucrativos de Blumenau, Santa Catarina, e tem por objetivo sensibilizar e disseminar boas práticas ambientais entre os participantes desta que é considerada uma das maiores festas alemãs do mundo.

Estações ferroviárias de São Paulo viram ruína e União pode ser obrigada a recuperar os imóveis

No auge das ferrovias, em meados do século passado, o Estado de São Paulo chegou a ter cerca de 500 estações ferroviárias. Com o fim do transporte de passageiros por trens de longo percurso, durante a década de 1980 e início dos anos 1990, parte desse patrimônio ficou abandonada e, quando não sofreu saques e depredações, acabou ruindo por falta de conservação. Hoje, menos de 50% das estações continuam em pé, segundo a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF).

11 Patrimônios brasileiros que são bens culturais da humanidade da Unesco

Este mês, no dia 17, foi comemorado o Dia Nacional do Patrimônio Histórico. Criada em 1998 para homenagear o historiador e primeiro presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) Rodrigo Melo Franco de Andrade, que completaria um século de vida naquele ano, a data tem por objetivo reforçar a importância do reconhecimento e da valorização do patrimônio histórico e cultural do país.

Construída em antigo lixão, biblioteca brasileira concorre a prêmio de melhor do mundo

A Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), na zona oeste de São Paulo, é uma das cinco finalistas do prêmio de melhor biblioteca pública da Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias (IFLA), a mais importante entidade internacional da área. A Biblioteca Parque Villa-Lobos foi construída na área onde antes funcionava um depósito de lixo a céu aberto. O esforço de revitalização do local deu início ao espaço de leitura gratuito e de livre acesso, nos moldes da Biblioteca de São Paulo, no parque da Juventude, que já concorreu a outro prêmio internacional.

Havana, Salvador, Palm Springs: quais são as 5 cidades mais coloridas das Américas

O cinza do concreto e da poluição está longe de ser a representação de cidade de algumas localidades das Américas. Com construções, ruas e bairros que parecem verdadeiros arco-íris, muitas cidades do novo continente trazem nas cores a vibração que representa seu povo e fazem dos endereços verdadeiros cartões-postais. A HAUS, parceira do ArchDaily, selecionou cinco delas que são exemplo de como as cores podem trazer leveza para o dia a dia das cidades. Veja a seguir!

Projeto pretende instalar QR codes em edifícios históricos de Curitiba com detalhes das obras

Um projeto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) está catalogando o patrimônio histórico de Curitiba e disponibilizando todas as informações na página Arquivo Arquitetura. O portal está sendo alimentado aos poucos com todas as pesquisas realizadas desde 2011 por mais de 560 alunos, liderados pelas arquitetas Giceli Portela e Iaskara Florenzano. No futuro próximo, a intenção é instalar QR code em frente a todas as construções, em um azulejo, para as pessoas terem acesso à história completa da edificação em tempo real de interesse.

Três cidades que usaram o urbanismo para se reinventar

Cidades têm de acompanhar o ritmo da sociedade. Por isso, se reinventam. Ou deveriam. Pois, quando o pensamento urbanístico é deixado de lado, os problemas aparecem. A falta de acessibilidade, a centralização de serviços públicos, o pouco estímulo ao uso do espaço urbano e até a violência são alguns dos pontos que acometem as cidades mal planejadas.

Neozelandês constrói igreja feita de plantas

Depois de vários anos viajando por diferentes países, o neozelandês Barry Cox resolveu construir uma igreja no fundo do terreno de sua casa. Ele era um admirador da arquitetura e construção de igrejas, paixão que herdou da família de descendentes italianos.

© Sally Tag, via HAUS © Sally Tag, via HAUS © Sally Tag, via HAUS © Sally Tag, via HAUS + 7

Solar Squared: um bloco de vidro que gera energia elétrica

Especialistas em energia renovável da Universidade de Exeter, na Inglaterra, desenvolveram um bloco de vidro com células solares embutidas. A ideia é que, com a disseminação da tecnologia, seja possível construir uma casa ou edifício inteiro usando blocos que geram energia na fachada.

O produto recebeu o nome de Solar Squared, e testes feitos na universidade demonstraram que eles garantem isolamento térmico e permitem que a luz natural entre nos edifícios.

Conheça a arquitetura de Cali, cenário da nova temporada de Narcos

A terceira temporada da série Narcos, da Netflix, estreia no dia 1º de setembro. Sem Pablo Escobar, estrela das duas primeiras temporadas, a história vai se voltar para o Cartel de Cali. Por isso, a cidade colombiana de quase 500 anos deve servir de cenário em muitas passagens.

Cali é cheia de prédios históricos. Por suas ruas não faltam exemplares arquitetônicos de diferentes épocas e estilos. Essas construções ajudam a contar a história da cidade, desde os povos nativos que viviam ali, passando pela invasão espanhola, dominação de seu cotidiano pelo tráfico de drogas, até a colorida e sonora capital mundial da salsa que conhecemos hoje.