Greenpoint Landing Towers do OMA em Nova Iorque entram em fase final de construção

Greenpoint Landing Towers do OMA em Nova Iorque entram em fase final de construção

Localizadas no extremo norte do Brooklyn, justo onde o Newton Creek desemboca no East River, as torres residenciais Greenpoint Landing projetada pelo arquiteto sócio do OMA de Nova Ioque, Jason Long, acabam de entrar em fase final de construção; enquanto a Torre Norte está atualmente com 90 metros de altura, e a Torre Sul já superou a marca dos 120 metros. Juntas, as duas torres disponibilizarão 745 novas unidades residenciais ao bairro do Brooklin além de criar uma nova orla pública com vistas para o skyline de Manhattan.

Cortesia de OMACortesia de OMACortesia de OMA© Elevated Angles LLC Cortesia de Highbury Concrete+ 13

Disponibilizando 745 novas unidades residenciais, das quais 30% deverão obrigatoriamente ser alugadas ou subsidiadas, além de 800 metros quadrados de espaços comerciais com acesso direto à rua, o Greenpoint Landing contribuirá substancialmente com o projeto de revitalização da orla noroeste do Brooklin. De forma complementar, um volume suspenso como uma ponte servirá para conectar as duas torres, acolhendo parte dos programas compartilhados com piscinas e academias de ginástica além de proporcionar importantes vistas para a orla sul de Manhattan.

© Elevated Angles LLC Cortesia de Highbury Concrete
© Elevated Angles LLC Cortesia de Highbury Concrete

As torres estão sendo erguidas em uma nova área de zoneamento urbano do Brooklin, para a qual o limite de área útil por pavimento não pode ultrapassar 1.000 metros quadros (11.000 pés). Como resultado disso, a equipe de arquitetos foi forçada a reduzir ao máximo a área de projeção das torres, uma limitação que, por outro lado, permitiu criar uma série de espaços públicos entre elas, conectando assim o empreendimento à nova orla revitalizada do Greenpoint. Além disso, buscando otimizar a área útil dos pavimentos, favorecendo melhores condições de iluminação natural no interior das unidades, os arquitetos desenvolveram uma solução onde os pavimentos de uma torre aumentam a medida que as placas de piso da outra diminuem. Como resultado disso, criam-se duas torres complementares, como se elas tivessem sido separadas uma da outra. Desta formas, desde cada uma das torres possível ter um panorama completo da cidade de Nova Iorque, do Queens até o Brooklin.

A medida que ganha altura, a torre a mais alta vai se projetando em direção leste, maximizando as vistas para o skyline de Manhattan. A torre mais baixa, por sua vez, vai se expandindo a medida que se “aproxima” do solo, criando uma série de terraços que gradualmente vão diluindo o seu volume e espalhando o edifício pelo terreno até encontrar o passeio público junto à orla do Brooklin. Por outro lado, o escalonamento das torres servem também como uma estratégia para amenizar a escala monumental das torres, criando conexões visuais inusitadas com os edifícios do entorno. Nas fachadas, aberturas de vidro de 2,5 x 2,5 m serão encaixadas no grid de concreto estabelecido pelos pilares e vigas das torres, maximizando as vistas dos apartamentos para todas as direções possíveis. Semelhante às fachadas das pictóricas casas geminadas do Greenpoint, as envoltórias das torres parecem ter sido esculpidas de forma a criar uma série de ângulos que não apenas ajudam a maximizar as condições de iluminação natural das unidades, mas potencializam as vistas das unidades para o skyline da cidade de Nova Iorque.

Cortesia de OMA
Cortesia de OMA

O Greenpoint Landing, que é o nosso primeiro edifício construído no Brooklyn, acaba de entrar em fase final de construção, algo que só foi possível graças a perseverança de nossos parceiros da Brookfield, do Park Tower Group, do BBB e de toda a equipe de arquitetura e engenharia. Ficamos emocionados ao ver esse edifício tomando forma no skyline da cidade de Nova Iorque. -- Jason Long, arquiteto sócio do OMA

Cortesia de OMA
Cortesia de OMA

O Greenpoint Landing está sendo erguido em uma faixa de 800 metros junto à orla do Brooklin, em um terreno de aproximadamente 90 mil metros quadrados inserido em um novo plano diretor desenvolvido em parceria com o Park Tower Group. No total, através desta nova área de desenvolvimento urbano ao sul de Nova Iorque deverão ser criadas 5.500 novas moradias, 1.400 das quais deverão ser subsidiadas para famílias de rendas mais baixas ou disponibilizadas na forma de aluguel. Além disso, o novo Greenpoint contará ainda com um novo jardim de infância e creche, uma escola de ensino fundamental e 16.000 metros quadrados de espaços públicos abertos.

Cortesia de OMA
Cortesia de OMA

O conjunto de edifícios do Greenpoint Landing foi projetado pelo arquiteto sócio do OMA Jason Long em parceria com os arquitetos associados Chris Yoon e Yusef Ali Dennis e todos os demais arquitetos da equipe do OMA de Nova Iorque. Os projetos de interiores e de paisagismo ficaram por conta de Marmol Radziner, enquanto a Beyer Blinder Belle desenvolveu o projeto executivo e os interiores das unidades. A construtora responsável pela obra é a New Line Structures e a estrutura de concreto foi executada pela Highbury Concrete.

Cortesia de OMA
Cortesia de OMA

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Stouhi, Dima. "Greenpoint Landing Towers do OMA em Nova Iorque entram em fase final de construção" [OMA / Jason Long's New York Greenpoint Landing Towers Reach Highest Point of Construction ] 11 Mai 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/961179/greenpoint-landing-towers-do-oma-em-nova-iorque-entram-em-fase-final-de-construcao> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.