Pavilhão suíço na Bienal de Veneza explora as diversas dimensões de um país de muitas fronteiras

Pavilhão suíço na Bienal de Veneza explora as diversas dimensões de um país de muitas fronteiras

Intitulado “Oræ — Experiences on the Border”, (oræ, que em latim que significa “fronteiras”) o pavilhão suíço para a 17ª Bienal de Arquitetura de Veneza explora as diversas dimensões de um país de muitas fronteiras, investigando desde questões territoriais a assuntos políticos. Concebido por uma equipe multidisciplinar de arquitetos e artistas da cidade de Genebra, entre eles Mounir Ayoub e Vanessa Lacaille do escritório Laboratoire d'Architecture, o cineasta Fabrice Aragno e o escultor Pierre Szczepanski, o pavilhão apresenta uma série de projetos participativos desenvolvidos ao longo das fronteiras da Suíça, os quais evidenciam a diversidade do território helvético, de seus habitantes, da sua arquitetura e muito mais.

Blackboard — Blackboard in the Geneva’s studio. Image © Swiss Pavilion's team of the Venice Architecture Biennale Mobile forum — Mobile forum in Pratteln, 2021. Image © Swiss Pavilion's team of the Venice Architecture Biennale Chiasso — Work with inhabitants in the mobile forum in Chiasso, 2021. Image © Swiss Pavilion's team of the Venice Architecture Biennale© Swiss Pavilion's team of the Venice Architecture Biennale+ 9

Iniciado ainda no final de 2019, o projeto expositivo desenvolvido para o pavilhão suíço da Bienal de Arquitetura de Veneza começou com uma viagem da equipe de curadores pelas fronteiras do país, durante a qual eles visitaram uma série de cidades e povoados nos confins da Suíça, encontrando-se com os moradores e convidando-os a refletir sobre o próprio significado de “fronteira”. “Aos poucos, fomos substituindo a ideia de limite pelo conceito de relações, construindo uma nova linha de referência sobre a qual se desenha a fronteira do nosso país. Neste processo de questionamento crítico, as certezas e limitações foram sendo superadas uma a uma, abrindo espaço para um outro território, estabelecendo um outro tipo de mapa que não aquele geo-político—uma paisagem composta por sentimentos e emoções”.

 Mobile forum — Mobile forum in Pratteln, 2021. Image © Swiss Pavilion's team of the Venice Architecture Biennale
Mobile forum — Mobile forum in Pratteln, 2021. Image © Swiss Pavilion's team of the Venice Architecture Biennale

Não foi apenas a Bienal de Veneza que teve de ser remanejada por consequência da pandemia. A nossa percepção em relação às antigas fronteiras nacionais, geográficas e políticas parece que nunca mais será a mesma, uma situação imprevisível que finalmente deu ao projeto um completo novo significado. Aproveitando a decisão da Bienal de adiar o evento de 2020 para este ano, a equipe de curadores revisitou as regiões exploradas antes da pandemia para investigar as consequências de seus desdobramentos na maneira como as pessoas se relacionam com o território. Com o principal objetivo de estimular o processo de reflexão dos moradores, os curadores desenvolveram uma série de workshops de escrita criativa—o qual se desdobrou no projeto de um fórum móvel desenhado e construído pelos alunos da Universidade de Ciências Aplicadas de Berna. Esta estrutura sobre rodas permitiu estabelecer um espaço de diálogo entre os curadores e os moradores das regiões de fronteira do país, resultando em um vasto e completo estudo de caso sobre as experiências de vida das pessoas que habitam estas regiões.

Através de seus processos participativos e o engajamento das comunidades locais, o “Oræ - Experiences on the Border” procura chamar a nossa atenção para a complexidade das estruturas sociais e culturais deste território—oferecendo uma plataforma para que as pessoas possam se manifestar e exercer seus direitos. Desta forma, a principal intenção deste projeto foi trazer a periferia para o centro do debate, desafiando o senso comum sobre as regiões de fronteira, como elas são e como seus habitantes se comportam. - Madeleine Schuppli, diretora da secretaria de artes visuais do Swiss Arts Council Pro Helvetia

 Le laboratoire d’architecture (Vanessa Lacaille, Mounir Ayoub), Fabrice Aragno and Pierre Szczepski - Project for the Swiss Pavilion 2021 . Image © Le laboratoire d’architecture
Le laboratoire d’architecture (Vanessa Lacaille, Mounir Ayoub), Fabrice Aragno and Pierre Szczepski - Project for the Swiss Pavilion 2021 . Image © Le laboratoire d’architecture

O resultado desta pesquisa, ou melhor, desta experiência de fronteira, será apresentado no pavilhão suíço na próxima edição da Bienal de Arquitetura de Veneza. Além disso, todo o material coletado pela equipe de curadores do pavilhão está sendo compilado em forma de livro, o qual apresentará um percurso narrativo a partir dos depoimentos dos moradores, além de uma série de textos e entrevistas com importantes personagens dos campos das ciências sociais e humanas.

 Mounir Ayoub, Vanessa Lacaille, Fabrice Aragno and Pierre Szczepski (from left to right), team responsible for the Pavilion of Switzerland at the 17th International Architecture Exhibition – La Biennale di Venezia in 2020.. Image © Pro Helvetia / KEYST
Mounir Ayoub, Vanessa Lacaille, Fabrice Aragno and Pierre Szczepski (from left to right), team responsible for the Pavilion of Switzerland at the 17th International Architecture Exhibition – La Biennale di Venezia in 2020.. Image © Pro Helvetia / KEYST

  • Equipe de projeto: Fabrice Aragno, Mounir Ayoub, Vanessa Lacaille e Pierre Szczepski.
  • Colaboradores: Noémie Allenbach, Benoît Beurret, Jürg Bührer e Annabelle Voisin
  • Representantes: Swiss Arts Council Pro Helvetia Madeleine Schuppli, Head of Visual Arts; Sandi Paucic, Project Leader; Rachele Giudici Legittimo, Project Manager

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Cutieru, Andreea. "Pavilhão suíço na Bienal de Veneza explora as diversas dimensões de um país de muitas fronteiras" [Swiss Pavilion at the 2021 Venice Biennale Explores the Political and Social Implications of the Country's Border] 06 Mai 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/961120/pavilhao-suico-na-bienal-de-veneza-explora-as-diversas-dimensoes-de-um-pais-de-muitas-fronteiras> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.