Espaço urbano e cotidiano dos povos indígenas no Brasil

Espaço urbano e cotidiano dos povos indígenas no Brasil

A Escola da Cidade por meio da disciplina Seminário de Cultura e Realidade Contemporânea, em 2017, então coordenada pelo professor José Guilherme Pereira, recebeu a antropóloga e doutora em Ciências Sociais, Manuela Carneiro da Cunha para discutir sobre o histórico, a espacialização e o cotidiano dos povos indígenas no Brasil evidenciando problemáticas do ponto de vista não apenas cultural, mas também legal e ambiental.

A antropóloga e doutora em Ciências Sociais, Manuela Carneiro da Cunha, foi cofundadora da Comissão Pró-Índio de São Paulo, que presidiu de 1979 a 1981; foi presidenta da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) entre 1986 a 1988; publicou vários livros, sendo os mais destacados “Direito dos Índios” (São Paulo, Brasiliense, 1987) e a organização de “História dos Índios no Brasil” (São Paulo, Companhia das Letras/Secretaria Municipal de Cultura/Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, 1992).

Sobre este autor
Cita: Equipe ArchDaily Brasil. "Espaço urbano e cotidiano dos povos indígenas no Brasil" 23 Jan 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/955342/espaco-urbano-e-cotidiano-dos-povos-indigenas-no-brasil> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.