Varanda Gourmet: paixão nacional ou estratégia imobiliária?

Varanda Gourmet: paixão nacional ou estratégia imobiliária?

A maioria dos panfletos distribuídos pelo mercado imobiliário tendem a mostrar orgulhosamente um componente de seu programa: a varanda gourmet. Você já parou para pensar que talvez esses espaços, que normalmente são compostos com uma churrasqueira, falam mais sobre uma possível área de especulação do que a própria  cultura do churrasco presente na vida do brasileiro? 

Num vídeo de seu canal, o pesquisador Atila Iamarino indaga que varandas gourmet - normalmente associadas ao aumento dos valores do imóvel - não são comuns pelo desejo de seus futuros usuários, pelo contrário, as pessoas passaram a desejá-las após se tornarem comum na construção de edifícios.

Como argumento, Atila traça o histórico do Plano Diretor de São Paulo, que numa lei municipal aprovada em 2002 alterou o Coeficiente de Aproveitamento e a área computável. A partir desta mudança, áreas como recreação e varandas não são contabilizadas como áreas cobertas. Este fato passou a influenciar diretamente no coeficiente de aproveitamento e no possível aumento da área dos imóveis, o que resultou na inserção de churrasqueiras em varandas para justificar uma área ainda maior nestes ambientes.

Assim, no caso paulista, os edifícios que foram realizados após as restrições impostas pelo Plano Diretor de 2002, passaram a apresentar esta solução. Logo, a varanda gourmet não surgiu como uma resposta à preferência de quem compra, mas sim para as novas leis que restringiam as áreas a serem construídas numa edificação e só depois passaram a configurar um desejo em parte da população.

Para defender esta lógica de achar uma brecha na lei, que se torna uma tendência na área da construção civil e logo se transforma num objeto de desejo oferecido pelo mercado, Iamarino apresenta casos internacionais semelhantes no Japão, Cairo, Londres e Montreal. Por fim, os exemplos ajudam a ilustrar como uma restrição legislativa passa a ser um fator determinante na concepção da paisagem urbana.

Veja o vídeo completo de Atila Iamarino e saiba mais sobre o assunto, abaixo: 

Sobre este autor
Cita: Equipe ArchDaily Brasil. "Varanda Gourmet: paixão nacional ou estratégia imobiliária?" 18 Out 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/949555/varanda-gourmet> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.